Menu
Andre Barros
Inimigos do investidor
Andre Barros
2020-06-24T16:04:22-03:00
Inimigos do investidor

Coloque as métricas para dormir e foque na estratégia

André Barros vai te mostrar o quão importante é saber se as decisões tomadas tiveram como base uma estratégia envolvida.

24 de junho de 2020
16:03 - atualizado às 16:04
shutterstock_1427499965
Fonte: Shutterstock -

Aqui é o André Barros, o Money Maker. Na nossa conversa de hoje do Inimigos do Investidor eu queria propor uma maneira diferente de você avaliar os seus movimentos na bolsa, seus investimentos em ações.

É muito comum, e segue válido: os traders fecham o seu dia avaliando o quanto ganharam e o quanto perderam nas operações do dia.

Claro que isso é importante. Mesmo se você não for um trader, muitas pessoas têm por hábito atualizar suas planilhas e cotações para saber o quanto seu portfólio evoluiu.

Alguns utilizam como benchmark o Ibovespa, outros utilizam alguns fundos do mercado como referência. Essa maneira de fazer o acompanhamento de sua performance segue sendo válida.

De uma forma lógica, o quanto a gente ganha ou perde em termos financeiros é o que premia a sua performance.

O que eu queria propor é que você pense de uma outra maneira também. O que eu gosto de fazer sempre que eu termino um dia que eu operei no mercado (nem todos os dias a gente opera, que fique claro) é me perguntar o seguinte:

“As decisões que eu fiz estão de acordo com a estratégia que eu escolhi?”

Isso é muito importante para mim, por vários motivos. O primeiro, é que você dorme muito mais tranquilo quando você está consciente do porquê fez uma compra ou venda.

Se o mercado demorar para seguir na direção que você espera, é muito mais fácil tomar uma decisão no sentido contrário ou se manter na decisão escolhida.

Também é muito importante você correlacionar a performance obtida com seu critério por isso te obrigar ao longo do tempo ser disciplinado.

Existem duas palavras fundamentais no mundo dos investimentos: paciência e disciplina. E isso se aplica quando estamos seguindo a estratégia.

Essa estratégia deve estar no caminho que você escolheu, seja qual for.

Meu convite é que você não abandone suas métricas de performance financeira, mas inclua a percepção de saber se as decisões que você tomou estão de acordo com a estratégia traçada.

Isso vai te ajudar a dormir melhor, a tomar melhor suas decisões e, acima de tudo, a evoluir sua disciplina.

Uma última coisa: quando falamos de bolsa, não é somente comprar ou vender.

São, na verdade, quatro decisões envolvidas: comprar, vender, manter ou esperar.

Aproveito para indicar este link onde indico 3 regras para fazer trades rápidos com ações Alpha.

Espero que essa dica tenha ajudado você.

Vamos juntos?

Um abraço,

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies