Menu
Andre Barros
Inimigos do investidor
Andre Barros
2020-06-24T16:04:22-03:00
Inimigos do investidor

Coloque as métricas para dormir e foque na estratégia

André Barros vai te mostrar o quão importante é saber se as decisões tomadas tiveram como base uma estratégia envolvida.

24 de junho de 2020
16:03 - atualizado às 16:04
shutterstock_1427499965
Fonte: Shutterstock -

Aqui é o André Barros, o Money Maker. Na nossa conversa de hoje do Inimigos do Investidor eu queria propor uma maneira diferente de você avaliar os seus movimentos na bolsa, seus investimentos em ações.

É muito comum, e segue válido: os traders fecham o seu dia avaliando o quanto ganharam e o quanto perderam nas operações do dia.

Claro que isso é importante. Mesmo se você não for um trader, muitas pessoas têm por hábito atualizar suas planilhas e cotações para saber o quanto seu portfólio evoluiu.

Alguns utilizam como benchmark o Ibovespa, outros utilizam alguns fundos do mercado como referência. Essa maneira de fazer o acompanhamento de sua performance segue sendo válida.

De uma forma lógica, o quanto a gente ganha ou perde em termos financeiros é o que premia a sua performance.

O que eu queria propor é que você pense de uma outra maneira também. O que eu gosto de fazer sempre que eu termino um dia que eu operei no mercado (nem todos os dias a gente opera, que fique claro) é me perguntar o seguinte:

“As decisões que eu fiz estão de acordo com a estratégia que eu escolhi?”

Isso é muito importante para mim, por vários motivos. O primeiro, é que você dorme muito mais tranquilo quando você está consciente do porquê fez uma compra ou venda.

Se o mercado demorar para seguir na direção que você espera, é muito mais fácil tomar uma decisão no sentido contrário ou se manter na decisão escolhida.

Também é muito importante você correlacionar a performance obtida com seu critério por isso te obrigar ao longo do tempo ser disciplinado.

Existem duas palavras fundamentais no mundo dos investimentos: paciência e disciplina. E isso se aplica quando estamos seguindo a estratégia.

Essa estratégia deve estar no caminho que você escolheu, seja qual for.

Meu convite é que você não abandone suas métricas de performance financeira, mas inclua a percepção de saber se as decisões que você tomou estão de acordo com a estratégia traçada.

Isso vai te ajudar a dormir melhor, a tomar melhor suas decisões e, acima de tudo, a evoluir sua disciplina.

Uma última coisa: quando falamos de bolsa, não é somente comprar ou vender.

São, na verdade, quatro decisões envolvidas: comprar, vender, manter ou esperar.

Aproveito para indicar este link onde indico 3 regras para fazer trades rápidos com ações Alpha.

Espero que essa dica tenha ajudado você.

Vamos juntos?

Um abraço,

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

retomada em pauta

Recuperação está longe de concluída, diz presidente do Fed do Kansas

Esther George fez a declaração durante discurso sobre os bancos comunitários, no qual enfatizou o papel destes para dar estabilidade na crise e apoiar a recuperação

EXILE ON WALL STREET

Bife ancho on sale!

Um país com a trajetória fiscal em xeque mais todas as idiossincrasias tupiniquins deveria ser motivo mais do que suficiente para que todo investidor buscasse diversificação no exterior

inteligência artificial

Elon Musk critica anúncio da Microsoft e expõe insatisfação com projeto de IA

Empresa terá licença exclusiva para o GTP-3, modelo de linguagem de inteligência artificial criado pela OpenAI – iniciativa fundada sem o propósito lucrativo

POTENCIAL DE ALTA DE 41%

Credit Suisse eleva preço-alvo da Suzano, em meio a sinais positivos do mercado de celulose

Analistas dizem que ações são a principal escolha entre as empresas de papel e celulose cobertas pelo banco

números do serasa

Pedidos de recuperação judicial recuam 7% em agosto na comparação anual

Grandes empresas foram as que apresentaram maior diminuição no índice, com queda de 25% nos requerimentos, segundo Indicador de Falências e Recuperação Judicial, mantido pela Serasa Experian

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu