Menu
2019-04-02T17:08:27-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Efeito cascata

Corretoras e bancos rebaixam recomendação da Vale

Entre eles, o HSBC cortou o preço-alvo do American Depositary Receipt (ADR) da Vale de US$ 18 a US$ 14,50; veja outras recomendações

28 de janeiro de 2019
11:03 - atualizado às 17:08
Fernando Moreno/Estadão Conteúdo/Futura Press
Bombeiro realiza resgate em Brumadinho, MG -

As proporções da tragédia em Brumadinho, Minas Gerais, começam a ganhar forma para a Vale nesta segunda-feira, 28.

Diversas corretoras e bancos já rebaixaram as classificações da mineradora. Veja quem entrou na lista:

  • HSBC

Cortou o preço-alvo do American Depositary Receipt (ADR) da Vale de US$ 18 a US$ 14,50. Além disso, o banco cortou a posição de "comprar" para "manter".

  • Bank of Montreal

Rebaixou sua avaliação para ações da Vale para "market perform" (em linha com a média do mercado). Para o banco canadense, a ação da mineradora deve sofrer forte pressão de baixa no curto prazo.

  • Toro Investimentos 

Para a corretora, as ações da Vale devem receber um impacto "muito negativo" no curto prazo, mas, para o Chefe da Toro, Rafael Panonko, ainda é cedo para falar de efeitos a médio e longo prazo. Ele ão descarta um "comportamento manada", conhecido também por efeito pânico, na abertura das negociações nesta segunda-feira, com investidores vendendo a qualquer preço suas posições na abertura, o que provocaria "uma avalanche" na cotação do ativo.

  • Clarkson Securities

A corretora norte-americana cortou a recomendação dos papéis de "compra" para "neutro e reduziu o preço-alvo do American Depositary Receipt (ADR) de US$ 18 para US$ 12.

  • Bank of America

O Bank of America, que havia mantido a ação da mineradora como "compra", colocou a recomendação do papel "sob revisão" nesta segunda.

*Conteúdo em atualização

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies