Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-09-05T07:08:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mais um revés

Após acordo, Odebrecht pagará US$ 50 milhões para entidades de caridade

Pagamento é o mais recente de uma série de revezes para empresa, que se tornou um dos mais importantes alvos da investigação de corrupção na Petrobras

5 de setembro de 2019
7:08
odebrecht
Odebrecht - Imagem: Shutterstock

A construtora brasileira Odebrecht pagará US$ 50 milhões em contribuições para caridade para acertar alegações de suborno, no âmbito de um acordo fechado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Os pagamentos irão a entidades sem fins lucrativos que operam na América Latina, informou a instituição nesta quarta-feira.

Pelo acordo, certas subsidiárias da Odebrecht também estarão proibidas de concorrer em projetos financiados pelo banco durante períodos variados de tempo, disse o BID. Representantes da companhias ainda não haviam respondido a pedidos de comentários.

Revezes

O acordo com o BID é o mais recente de uma longa série de revezes para a Odebrecht, que se tornou um dos mais importantes alvos da investigação de corrupção na estatal brasileira Petrobras.

A Odebrecht e a companhia petroquímica Braskem fecharam em 2016 acordos paralelos com autoridades em três países para pagar até US$ 4,5 bilhões, como parte do maior acordo anticorrupção da história. A Braskem é parcialmente controlada pela Odebrecht e pela Petrobras.

Os acordos com autoridades de Estados Unidos, Brasil e Suíça levaram a investigações de corrupção em outras nações latino-americanas nas quais as duas empresas operam. No mês passado, a Odebrecht entrou com pedido de recuperação judicial nos EUA, pouco após fazer o mesmo no Brasil, em junho.

O BID afirmou que sua investigação revelou evidência de pagamentos de propina pela Odebrecht durante um contrato para uma usina hidrelétrica na Venezuela e um projeto de reabilitação de uma rodovia no Estado de São Paulo, no Brasil.

Nos termos do acordo anunciado nesta quarta-feira, a Odebrecht não contestava a evidência, disse o BID. A companhia deve fazer o pagamento de US$ 50 milhões a instituições de caridade até 2024.

Restrições

A Construtora Norberto Odebrecht (CNO), subsidiária da Odebrecht, não poderá concorrer a projetos do BID durante seis anos, segundo o banco.

Outra subsidiária, a Odebrecht Engenharia e Construção, terá restrições por dez anos, segundo as quais ela poderá participar de projetos financiados pelo BID apenas se cumprir totalmente as condições do acordo.

Uma série de outras subsidiárias também tiveram restrições anunciadas no âmbito do acordo, disse o BID.

*Com Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Planeje-se!

Fuja do Paulo Guedes! Como pagar menos imposto para o governo e ainda aumentar a sua renda para a aposentadoria

Não fique à mercê das reformas do Ministério da Economia. Utilizada da maneira correta, previdência privada pode te ajudar a pagar menos imposto de renda e a não depender totalmente da Previdência Social

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies