Menu
2019-08-10T11:28:10-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: De olho no calendário

A Bruna Furlani contou tudo sobre os brasileiros que estudam fora, mas que voltam ao país para fazer um estágio de férias em grandes bancos — não perca!

10 de agosto de 2019
11:28
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Eu era uma criança muito ansiosa. Era só ter algum evento importante no horizonte — uma festinha de aniversário, uma prova de matemática ou uma excursão ao zoológico — e eu já começava a ficar impaciente, contando os dias e as horas.

Mas é claro que, conforme vamos crescendo, nossas prioridades mudam. O que antes era a coisa mais importante do mundo tornou-se banal, e o que sequer passava pela nossa mente lá atrás virou prioridade.

Hoje, ao invés de me preocupar com o campeonato interclasses, eu penso nas viagens e locais interessantes para conhecer no futuro; no lugar da tensão com o trabalho em grupo de geografia, aparece a inquietude em relação às contas e aos investimentos; em substituição ao estresse por causa da festa junina do colégio, surge a angústia com algum exame de saúde mais complexo.

Nos dois cenários, no entanto, um fator permanece constante: a atenção ao calendário. Afinal, eu continuo sendo muito ansioso — só que, agora, tenho alguns anos a mais de experiência e consigo lidar com os desassossegos de uma maneira muito mais tranquila.

E, somente nesta semana que passou, duas notícias ligadas ao calendário mexeram com o meu planejamento. Na quinta-feira (8), foi aberta a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda 2019 — e, veja, só, eu estou nele!

A segunda novidade chegou logo na segunda-feira (5): a Caixa Econômica Federal divulgou o calendário de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). E esse tema também gerava ansiedade entre os leitores do Seu Dinheiro, já que essa foi a matéria mais lida desta semana.

Serão liberados até R$ 500 por conta ativa e inativa do fundo. E o Eduardo Campos contou tudo a respeito do calendário para os saques e o passo a passo para quem quiser receber esse dinheiro.

Mas antes de relembrar as outras matérias que se destacaram na semana, convido todos a lerem a matéria deste sábado do Seu Dinheiro. A Bruna Furlani contou tudo sobre os brasileiros que estudam fora, mas que voltam ao país para fazer um estágio de férias em grandes bancos — não perca!

Veja as 5 notícias mais lidas na semana:

1 - Caixa divulga calendário de saques do FGTS; confira as datas

2 - Sou conservador e assim vou continuar! Onde devo investir com a Selic tão baixa?

3 - Governo quer mudar as regras para a TV a cabo

4 - Cruzar a linha da guerra comercial para guerra cambial é muito assustador, diz Volpon do UBS

5 - Estudo vê queda na avaliação do governo Bolsonaro nas redes sociais

Um ótimo fim de semana para todos!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mercado de capitais

Como você pode ajudar a financiar as pequenas empresas e ganhar dinheiro (se o governo deixar)

De um lado, temos 12 milhões de pequenas e médias empresas, boa parte sem acesso a crédito. Do outro, mais de R$ 3 trilhões remunerados com as taxas de juros mais baixas da história e em busca de alternativas mais rentáveis. Como juntar as duas pontas?

coronavírus no interior de sp

Aliansce Sonae fecha temporariamente 4 shoppings por aumento de casos de covid

A Aliansce Sonae teve que fechar temporariamente quatro shopping centers que administra por conta do aumento na ocupação de leitos nas redes de saúde das cidades onde estão localizados

crédito na crise

BTG abre linha de microcrédito para empreendedores, a partir de R$ 500

Mesmo que bilhões de reais tenham sido injetados na economia brasileira para mitigar os efeitos da crise, micro e pequenas empresas acabaram ficando sem crédito em meio à pandemia

o coronavírus por aqui

Brasil atinge platô nas mortes por covid, diz Ministério da Saúde

Mas contágio de covid-19 continua aumentando no país

seu dinheiro na sua noite

Começando o semestre com o pé direito

Passado um semestre marcado pela desvalorização dos ativos de risco e a disparada do dólar, um outro se inicia, ainda com muita incerteza pela frente. Mas ao menos começou com o pé direito: bolsa para cima e uma boa dose de alívio no câmbio. Os mercados continuam sustentados pela injeção de liquidez do Federal Reserve, […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements