Menu
2019-03-27T15:10:42-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Bolsa

Itaú e BTG venderão ações da Eneva em oferta que pode movimentar R$ 1,1 bilhão

O BTG é hoje o maior acionista individual da empresa de energia, com 26,79% do capital. O Itaú possui 5,88% das ações da Eneva, que reagem em queda na bolsa ao anúncio da oferta

27 de março de 2019
15:09 - atualizado às 15:10
Complexo Parnaíba, parque de geração de energia da Eneva
Complexo Parnaíba, parque de geração de energia da Eneva - Imagem: Divulgação

Os acionistas da empresa de geração de energia Eneva (ENEV3), incluindo o Itaú Unibanco e o BTG Pactual, vão vender parte de suas ações em uma oferta na bolsa. Com base nas cotações de ontem, a operação pode movimentar até R$ 1,1 bilhão.

Como costuma acontecer, as ações da Eneva reagiram em queda à notícia recuavam 2,85% por volta das 14h40, para R$ 18,07. Mas não se trata de um desempenho tão ruim assim se levarmos em conta que o Ibovespa hoje opera em baixa expressiva de 2% em meio à desarticulação política em Brasília.

Para quem não se lembra, a Eneva é a antiga MPX, criada pelo empresário Eike Batista. Depois do colapso das empresas do grupo do ex-bilionário, a Cambuhy, empresa de investimentos que tem entre os sócios Pedro Moreira Salles, copresidente de conselho do Itaú, entrou no capital e assumiu a gestão da companhia.

Como parte do processo de reestruturação, os bancos converteram a dívida que tinham com a Eneva em ações. O BTG é hoje o maior acionista individual da empresa, com 26,79% do capital. O Itaú possui 5,88% das ações.

Além dos dois bancos, a alemã Uniper, o Banco Pine e a Dommo (a antiga OGX Petróleo) venderão ações na oferta. A Cambuhy manterá sua posição na companhia, que atua de forma integrada na exploração de gás natural usado na geração de energia.

Compro ou não compro?

A oferta de ações será realizada com esforços restritos de colocação, que dispensa o registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Mas é destinada apenas a investidores profissionais, que possuem pelo menos R$ 10 milhões para aplicar.

De todo modo, você pode adquirir diretamente as ações da Eneva na bolsa a qualquer momento. Vale a pena? A empresa possui hoje quatro recomendações de compra de analistas e nenhuma de manutenção ou venda, de acordo com dados da Bloomberg.

O preço por ação na oferta de ações ocorrerá no dia 4 de abril. Os bancos Itaú BBA, BTG Pactual, Santander e Citi coordenam a emissão.

A oferta da Eneva será a quarta realizada na bolsa brasileira neste ano. Antes da empresa, vieram a mercado rede de fast food Burger King, a resseguradora IRB e da empresa de locação de veículos Localiza. No total, as emissões movimentaram pouco mais de R$ 5 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Sextou com o Ruy

O que a avaliação do “guru” de Warren Buffett na Amazon ensina sobre investimentos

Em um mundo cada vez mais conectado e onde qualquer um consegue emitir opiniões e atingir milhões de pessoas, é crucial você mesmo se tornar capaz de decidir o que faz ou não sentido em sua carteira de investimentos

SD Premium - Ações do mês

Retomada à vista! As melhores ações para o mês de julho, segundo 16 corretoras

As empresas que se destacarem entre as três favoritas de cada corretora, não só possuem resiliência para enfrentar a crise, como também estão prontas para surfar a onda da recuperação econômica

presidente também elogiou Caixa Econômica

Não podemos continuar por muito tempo com auxílio, diz Bolsonaro

Bolsonaro também voltou a elogiar o presidente da Caixa, Pedro Guimarães pela queda de juros do cheque especial

financiamento emergencial

Junto com outros bancos públicos, BNDES vai aportar 30% da Conta-Covid

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou que vai aportar, junto com outros bancos públicos, 30% dos recursos da chamada Conta-Covid, financiamento emergencial destinado ao setor elétrico

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements