Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-27T15:10:42-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Bolsa

Itaú e BTG venderão ações da Eneva em oferta que pode movimentar R$ 1,1 bilhão

O BTG é hoje o maior acionista individual da empresa de energia, com 26,79% do capital. O Itaú possui 5,88% das ações da Eneva, que reagem em queda na bolsa ao anúncio da oferta

27 de março de 2019
15:09 - atualizado às 15:10
Complexo Parnaíba, parque de geração de energia da Eneva
Complexo Parnaíba, parque de geração de energia da Eneva - Imagem: Divulgação

Os acionistas da empresa de geração de energia Eneva (ENEV3), incluindo o Itaú Unibanco e o BTG Pactual, vão vender parte de suas ações em uma oferta na bolsa. Com base nas cotações de ontem, a operação pode movimentar até R$ 1,1 bilhão.

Como costuma acontecer, as ações da Eneva reagiram em queda à notícia recuavam 2,85% por volta das 14h40, para R$ 18,07. Mas não se trata de um desempenho tão ruim assim se levarmos em conta que o Ibovespa hoje opera em baixa expressiva de 2% em meio à desarticulação política em Brasília.

Para quem não se lembra, a Eneva é a antiga MPX, criada pelo empresário Eike Batista. Depois do colapso das empresas do grupo do ex-bilionário, a Cambuhy, empresa de investimentos que tem entre os sócios Pedro Moreira Salles, copresidente de conselho do Itaú, entrou no capital e assumiu a gestão da companhia.

Como parte do processo de reestruturação, os bancos converteram a dívida que tinham com a Eneva em ações. O BTG é hoje o maior acionista individual da empresa, com 26,79% do capital. O Itaú possui 5,88% das ações.

Além dos dois bancos, a alemã Uniper, o Banco Pine e a Dommo (a antiga OGX Petróleo) venderão ações na oferta. A Cambuhy manterá sua posição na companhia, que atua de forma integrada na exploração de gás natural usado na geração de energia.

Compro ou não compro?

A oferta de ações será realizada com esforços restritos de colocação, que dispensa o registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Mas é destinada apenas a investidores profissionais, que possuem pelo menos R$ 10 milhões para aplicar.

De todo modo, você pode adquirir diretamente as ações da Eneva na bolsa a qualquer momento. Vale a pena? A empresa possui hoje quatro recomendações de compra de analistas e nenhuma de manutenção ou venda, de acordo com dados da Bloomberg.

O preço por ação na oferta de ações ocorrerá no dia 4 de abril. Os bancos Itaú BBA, BTG Pactual, Santander e Citi coordenam a emissão.

A oferta da Eneva será a quarta realizada na bolsa brasileira neste ano. Antes da empresa, vieram a mercado rede de fast food Burger King, a resseguradora IRB e da empresa de locação de veículos Localiza. No total, as emissões movimentaram pouco mais de R$ 5 bilhões.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Ora, pois

Bradesco deve abrir base em Portugal para ‘seguir’ milionários brasileiros

Movimento de migração de famílias clientes do segmento private do banco após a pandemia levou à retomada dos estudos para entrar no mercado lusitano

De volta aos dois dígitos

Mercado já vê juros de até 11% em 2022

Drible no teto de gastos gerou movimento generalizado nas instituições financeiras para revisar para cima suas projeções para a taxa de juros

Óleo e gás

3R Petroleum (RRRP3) certifica reservas provadas de 185,1 milhões de barris

Companhia divulgou resultado da certificação de reservas do Campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, cuja participação foi adquirida da Petrobras

Valor intangível

As 10 marcas mais valiosas do mundo em 2021 – a líder vale US$ 408,2 bilhões

Apple lidera ranking da Interbrand, seguida de outras big techs; com alta de 184%, Tesla foi a marca com maior salto no seu valor no último ano

Contrata-se

Fintechs fazem mercado de vagas crescer 466%, com foco em tecnologia

Startups de tecnologia para o mercado financeiro procuram talentos sobretudo na área de TI, e alguns processos seletivos são exclusivos para mulheres

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies