Menu
2019-05-09T11:59:56-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Balanço

BTG Pactual tem lucro de R$ 721 milhões no 1º trimestre, com retorno de 15,1%

Resultado do banco, que também atua no varejo com sua plataforma de investimentos BTG Pactual Digital, aumentou 9,2% em relação ao mesmo período do ano passado

9 de maio de 2019
11:59
trading floor btg pactual

Com aumento nas receitas das atividades de banco de investimento e nas participações em empresas, o BTG Pactual teve lucro líquido ajustado de R$ 721 milhões no primeiro trimestre deste ano, o que representa um aumento de 9,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

A rentabilidade do banco, que lançou uma ofensiva para crescer no varejo com a plataforma de investimentos BTG Pactual Digital, foi de 15,1%, acima dos 14,2% dos três primeiros meses de 2018. Apesar do aumento, ainda segue longe do patamar acima de 20% que o banco já alcançou no passado.

No pregão de hoje, as units do banco (BPAC11) eram negociadas em queda de 0,35% por volta das 11h40, mas acumulam valorização de mais de 70% só neste ano. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

As receitas de banco de investimento do BTG cresceram 59,3% e atingiram R$ 175,4 milhões. O banco atribuiu o avanço a todas as linhas de negócios, especialmente na coordenação de ofertas de ações.

A tesouraria continua responsável pela maior parte das receitas do BTG. Mas no primeiro trimestre os ganhos da área diminuíram 20,9%, para R$ 435,6 milhões. Essa redução ocorreu principalmente em razão do fraco desempenho do setor de energia nos três primeiros meses deste ano e à base de comparação com o primeiro trimestre do ano passado, quando a mesa de ações teve um forte desempenho, segundo o banco.

Na área de participações, as receitas do BTG aumentaram 88%, para R$ 180,4 milhões. O crescimento aconteceu em razão da valorização dos investimentos que o banco detém PetroAfrica e na Eneva. O banco vendeu parte de suas ações na empresa de energia em uma oferta de ações realizada em abril.

As despesas operacionais do banco subiram 12% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, para R$ 641 milhões.

Ativos sob gestão

O BTG encerrou março com R$ 214,1 bilhões sob gestão em fundos. Apesar da alta no patrimônio, houve um pequeno resgate líquido de R$ 100 milhões no trimestre, em razão de saques nos fundos de renda fixa e ações.

A área de gestão de fortunas (Wealth Management) captou mais R$ 7,4 bilhões no trimestre e agora possui R$ 133,6 bilhões sob gestão. Esse números incluem o BTG Pactual Digital, plataforma de investimentos digital voltada a investidores de varejo.

A carteira de crédito corporativo do banco encerrou março em R$ 30,8 bilhões, um aumento trimestral de 3,7% e de 36,7% em 12 meses.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

BANCÕES EM ALTA

Lucro do Banco do Brasil sobe 44,7% no 1º trimestre e atinge R$ 4,9 bilhões

O Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido ajustado de R$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 44,7% maior que os R$ 3,4 bilhões reportados em igual período de 2020 e 32,9% superior ao resultado obtido nos últimos três meses do ano passado. “O lucro recorde para um trimestre é resultado de uma estratégia […]

Vol é vida?

Lucro líquido da B3 cresce 22,5% e atinge R$ 1,25 bi no 1º trimestre

O lucro líquido recorrente atingiu R$ 1,4 bilhão, alta de 15,5% frente ao mesmo período do ano passado e de 15,2% na comparação com o trimestre anterior

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Carnaval fora de época da Ambev e mais…

O varejo tem várias datas importantes: dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia dos namorados, Black Friday, Natal… Há uma data comemorativa em quase todos os meses, e todas são aguardadas com ansiedade pelo setor — afinal, qualquer impulso nas vendas é bem vindo. Pois para a Ambev, a coisa funciona um […]

FECHAMENTO DO DIA

Balanços e commodities metálicas ditam o ritmo e Ibovespa fecha em alta; dólar volta à casa dos R$ 5,20

Com a agenda de indicadores fracas e um Copom sem grandes surpresas, os investidores se debruçaram nos números do trimestre e no novo recorde do minério de ferro.

Queda no apetite

Fed sinaliza risco de tombo nos preços de ativos em relatório de estabilidade

O banco central dos EUA demonstrou preocupação com um possível declínio no apetito ao risco dos investidores norte-americanos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies