Menu
2019-03-29T15:37:42-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Plataformas de investimentos

BTG Pactual contra-ataca e decide processar XP Investimentos na disputa por agentes autônomos

Impedido pela Justiça de abordar profissionais da concorrente, banco processa corretora em ação de pelo menos R$ 50 milhões e lança campanha com vídeos online para atrair escritórios dos concorrentes

29 de março de 2019
15:32 - atualizado às 15:37
Vídeo do BTG divulgado online para atrair agentes autônomos
BTG usa formigas em campanha divulgada online para atrair agentes autônomos -

Enquanto tenta derrubar a liminar da Justiça que o impediu de abordar agentes autônomos vinculados à XP Investimentos, o BTG Pactual decidiu contra-atacar. O banco entrou com a chamada reconvenção, que no jargão jurídico acontece quando o réu de uma ação decide contestar o autor do processo. O valor indicado da causa é de pelo menos R$ 50 milhões.

Na ação, o BTG pede indenização por danos morais ao alegar que foi prejudicado e perdeu negócios após o processo movido pela XP, segundo uma fonte com quem eu conversei. Eu procurei o banco e a corretora, mas nenhum dos dois comentou o assunto até o momento.

A disputa nos tribunais entre a XP e o BTG começou em dezembro passado, quando a corretora processou o banco sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos inclui a troca de informações confidenciais dos clientes.

A XP também alega que o banco usou dados confidenciais da corretora no desenvolvimento de sua plataforma de investimentos BTG Pactual Digital. O acesso a essas informações teria ocorrido na época em que a corretora preparava a abertura de capital.

O BTG nega a prática e entrou em janeiro com um agravo no Tribunal de Justiça para tentar derrubar a liminar, mas o recurso ainda não foi julgado.

Em outra frente, o banco denunciou a XP no Cade, órgão de defesa da concorrência, por um suposto descumprimento do acordo firmado para aprovar a venda de 49,9% do capital para o Itaú Unibanco. Mais especificamente, o compromisso da corretora de não firmar contratos de exclusividade com escritórios de agentes autônomos.

Por que tanta briga?

O crescimento da XP, líder do mercado de plataformas de investimento, se baseou principalmente na figura do agente autônomo de investimento (AAI).

Esse profissional é responsável por apresentar aos clientes as opções de aplicação disponíveis, de forma semelhante ao gerente de banco. Ou seja, embora o cliente mantenha a conta na corretora, boa parte da relação se dá com o agente autônomo. A estimativa é que mais de 80% dos escritórios de agentes autônomos do mercado sejam vinculados à XP.

De olho nesse filão, o BTG passou a oferecer uma série de vantagens aos escritórios que migrarem para a plataforma do banco, o que levou a XP a ingressar na Justiça para impedir a abordagem.

Formigas

Embora impeça o banco de abordar os agentes autônomos da XP, a liminar não proíbe os escritórios de procurarem voluntariamente o BTG, caso queiram se desligar da corretora.

Enquanto briga na Justiça, o banco busca outras formas de tentar atrair os agentes autônomos para sua plataforma, incluindo o lançamento de campanhas online. No vídeo abaixo, por exemplo, compara o trabalho dos agentes autônomos vinculados a outras corretoras ao de formigas, que trabalham muito mas não são devidamente remunerados.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

A vingança das sardinhas

Podia ser o título de um filme de terror, mas está mais para uma história de superação. No jargão do mercado financeiro, sardinhas são os pequenos investidores — pessoas físicas como eu e você. No mar revolto da bolsa de valores, as sardinhas costumam virar presas fáceis para os grandes investidores — ou tubarões, como […]

balanço

Pix movimenta R$ 11,8 bilhões na primeira semana de operação

Volume considera as transações realizadas entre o dia 16 de novembro, início da ferramenta, até ontem, dia 22

ainda não é oficial

Biden deve nomear Janet Yellen como secretária do Tesouro, diz jornal

Se confirmada pelo Senado, Janet Yellen será a primeira mulher a assumir a função; bolsas subiram com a notícia

fim do dia

Tudo para cima: Ibovespa fecha em alta com vacina de Oxford 70% eficaz, enquanto risco fiscal pressiona dólar e juros

Principal índice da B3 fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro e acumula ganhos de 14% em novembro. Paralisia com reformas e crescente dívida pública instigam alta da moeda americana

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies