Menu
2019-03-29T15:37:42-03:00
Plataformas de investimentos

BTG Pactual contra-ataca e decide processar XP Investimentos na disputa por agentes autônomos

Impedido pela Justiça de abordar profissionais da concorrente, banco processa corretora em ação de pelo menos R$ 50 milhões e lança campanha com vídeos online para atrair escritórios dos concorrentes

29 de março de 2019
15:32 - atualizado às 15:37
Vídeo do BTG divulgado online para atrair agentes autônomos
BTG usa formigas em campanha divulgada online para atrair agentes autônomos -

Enquanto tenta derrubar a liminar da Justiça que o impediu de abordar agentes autônomos vinculados à XP Investimentos, o BTG Pactual decidiu contra-atacar. O banco entrou com a chamada reconvenção, que no jargão jurídico acontece quando o réu de uma ação decide contestar o autor do processo. O valor indicado da causa é de pelo menos R$ 50 milhões.

Na ação, o BTG pede indenização por danos morais ao alegar que foi prejudicado e perdeu negócios após o processo movido pela XP, segundo uma fonte com quem eu conversei. Eu procurei o banco e a corretora, mas nenhum dos dois comentou o assunto até o momento.

A disputa nos tribunais entre a XP e o BTG começou em dezembro passado, quando a corretora processou o banco sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos inclui a troca de informações confidenciais dos clientes.

A XP também alega que o banco usou dados confidenciais da corretora no desenvolvimento de sua plataforma de investimentos BTG Pactual Digital. O acesso a essas informações teria ocorrido na época em que a corretora preparava a abertura de capital.

O BTG nega a prática e entrou em janeiro com um agravo no Tribunal de Justiça para tentar derrubar a liminar, mas o recurso ainda não foi julgado.

Em outra frente, o banco denunciou a XP no Cade, órgão de defesa da concorrência, por um suposto descumprimento do acordo firmado para aprovar a venda de 49,9% do capital para o Itaú Unibanco. Mais especificamente, o compromisso da corretora de não firmar contratos de exclusividade com escritórios de agentes autônomos.

Por que tanta briga?

O crescimento da XP, líder do mercado de plataformas de investimento, se baseou principalmente na figura do agente autônomo de investimento (AAI).

Esse profissional é responsável por apresentar aos clientes as opções de aplicação disponíveis, de forma semelhante ao gerente de banco. Ou seja, embora o cliente mantenha a conta na corretora, boa parte da relação se dá com o agente autônomo. A estimativa é que mais de 80% dos escritórios de agentes autônomos do mercado sejam vinculados à XP.

De olho nesse filão, o BTG passou a oferecer uma série de vantagens aos escritórios que migrarem para a plataforma do banco, o que levou a XP a ingressar na Justiça para impedir a abordagem.

Formigas

Embora impeça o banco de abordar os agentes autônomos da XP, a liminar não proíbe os escritórios de procurarem voluntariamente o BTG, caso queiram se desligar da corretora.

Enquanto briga na Justiça, o banco busca outras formas de tentar atrair os agentes autônomos para sua plataforma, incluindo o lançamento de campanhas online. No vídeo abaixo, por exemplo, compara o trabalho dos agentes autônomos vinculados a outras corretoras ao de formigas, que trabalham muito mas não são devidamente remunerados.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

balanço da doença

Brasil acumula 4,55 milhões de casos e 137,2 mil mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 377 mortes por covid-19, segundo o Ministério da Saúde

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Razão e Sensibilidade no mercado financeiro: a recente pressão de preços e possíveis alternativas

De todos os romances de Jane Austen, prefiro “Razão e Sensibilidade” — talvez pelo fato de estar em um ambiente tão atrelado à ambivalência: os mercados financeiros

Disputa com a Stone

Linx se recusa a assinar protocolo de oferta da Totvs, que sobe tom contra conselheiros da empresa

Totvs ainda não desistiu do negócio, mas disse que os conselheiros independentes da Linx trataram a oferta da companhia de forma desigual em relação à proposta feita pela Stone

seu dinheiro na sua noite

A segunda onda (e o primeiro teste)?

A bolsa brasileira ganhou 1 milhão de pessoas físicas nos últimos seis meses. São novos investidores que praticamente não sabem o que é perder dinheiro na renda variável. O Ibovespa registrou uma alta de respeitáveis 40% entre março — o epicentro do terremoto nos mercados provocado pela crise do coronavírus — e agosto. O ganho […]

abertura de capital

Bradesco planeja IPO da Ágora e corretora deve se separar do banco até o fim do ano

Analistas do Goldman Sachs tiveram conferência com os diretores do Bradesco, Leandro Miranda e Carlos Firetti. O plano é realizar o IPO depois de a Ágora conquistar o segundo lugar do setor em termos de participação de mercado — o que é previsto para acontecer dentro de 4 ou 5 anos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements