Menu
2019-04-04T13:49:34-03:00
Estadão Conteúdo
Troca de comando

Petrobras oficializa saída de Ivan Monteiro da presidência

Monteiro deixa o cargo para ser sucedido por Roberto Castello Branco, que tomará posse em 1º de janeiro

22 de dezembro de 2018
9:29 - atualizado às 13:49
ivan-monteiro
Ivan deixa a presidência da estatal em 31 de dezembro - Imagem: Alan Santos/Fotos Públicas

O conselho de administração da Petrobras oficializou a saída de Ivan Monteiro da presidência da companhia e do próprio colegiado a partir do dia 31 de dezembro. No dia 1º de janeiro, Roberto Castello Branco assume o cargo de presidente e também uma cadeira no conselho.

Foram dispensados o diretor Executivo de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão, Nelson Luiz Costa Silva, e o diretor Executivo de Refino e Gás Natural, Jorge Celestino Ramos. Assim, Solange Guedes, atual diretora Executiva de Exploração e Produção, assume o lugar de Nelson Costa, e Eberaldo de Almeida Neto, diretor Executivo de Assuntos Corporativos, assume o posto de Celestino. Em ambos os casos, os executivos vão acumular interinamente o cargo pelo prazo de 90 dias, ou até o conselho escolher novos diretores.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A inflação americana na Broadway e outros destaques

O dilema dos Bancos Centrais renderia um musical na Broadway. Um enredo cheio de intrigas e drama; personagens em conflito, cientes de que suas decisões impactam o mundo todo. Subir ou não subir os juros, eis a questão. A inflação americana, afinal, começa a aumentar num ritmo preocupante — e muito por causa da postura […]

Fechamento

Mercado modera reação à inflação americana e bolsa consegue recuperação parcial; dólar sobe a R$ 5,31

Os investidores respiraram fundo, pegaram um copo d’água e digeriram melhor o choque da pressão inflacionária nos Estados Unidos

Caça às pendências

BNDES quer viabilizar privatização da Eletrobras e refazer leilão de bloco da CEDAE ainda este ano

Além disso, o banco de fomento trabalha em outros 120 projetos de desestatização que podem chegar a um investimento total de R$ 243 bilhões em obras

Oferta secundária à vista?

BNDES vai esperar o ‘melhor momento’ para vender ações da Copel

A BNDESPar, empresa de participações do banco, pretende se desfazer da fatia de 24% que possui das ações Copel

Mais uma para a lista

Mesmo com apoio de grandes investidores, Dotz interrompe processo de IPO

A empresa, que pretendia movimentar R$ 1,1 bilhão com a oferta, citou a atual condição do mercado de capitais brasileiro como o motivo por trás da desistência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies