🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Bruna Martins
Bruna Martins
Jornalista formada pela Universidade de São Paulo (ECA-USP) e redatora dos portais Seu Dinheiro, Money Times e Empiricus. Já foi repórter do Metro Jornal SP e da Casa Vogue, além de ter experiência em comunicação corporativa e assessoria de imprensa.
Conteúdo Braskem

Braskem avança em seu compromisso com a economia circular e inicia construção da primeira planta de reciclagem avançada no Brasil

Iniciativa acontece em conjunto com a Valoren e faz parte dos projetos da companhia atrelados à meta de eliminação de resíduos plásticos

Bruna Martins
Bruna Martins
28 de julho de 2022
10:00 - atualizado às 13:06
braskem reciclagem avançada
Imagem: Reprodução/YouTube

Separar os resíduos entre recicláveis e não recicláveis, descartá-los de maneira adequada, se atentar à coleta seletiva realizada pelo município onde mora ou ONGs locais e, ainda, utilizar os serviços oferecidos por diversos agentes desse universo sustentável, como os Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), as empresas de cashback e as máquinas para a troca de resíduos por benefícios (conhecidas como Retorna Machines). Tudo isso faz parte do modus operandi já comum àqueles que se preocupam e colaboram com a reciclagem de materiais ‒ uma ação de extrema importância para o planeta já que, além de reduzir a quantidade de resíduos e seu acúmulo na natureza, ainda pode diminuir o uso de matérias-primas de origem fóssil.

Mas a verdade é que, até os resíduos plásticos se transformarem em um novo produto, um processo formado por diversas etapas é realizado por instituições empenhadas em colaborar para a sustentabilidade no planeta – e a Braskem faz parte disso.

A companhia investe em diversas iniciativas que impulsionam a reinserção do material plástico na cadeia produtiva, e todas elas estão alinhadas aos compromissos que a empresa possui com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU

Entre esses compromissos, destaca-se a eliminação dos resíduos plásticos, que tem como meta a produção e comercialização de 300 mil toneladas de produtos com conteúdo reciclado até 2025 e 1 milhão de toneladas até 2030. Ainda para 2030, a empresa trabalhará para eliminar a destinação de 1,5 milhão de toneladas de resíduos plásticos para incineração, aterros ou seu descarte no meio ambiente.

Para atingir essas metas, a Braskem tem investido em projetos que fortalecem o desenvolvimento da reciclagem de resíduos plásticos pós-consumo, transpondo barreiras técnicas e logísticas para garantir um material reciclado de qualidade e em quantidade. 

Diferentes tipos de reciclagem

A reciclagem mecânica é o processo em que as embalagens são trituradas em pedaços menores, conhecidos na indústria como flakes, que são lavados, passam pelo processo de extrusão e formam os pellets – pequenas esferas de resinas termoplásticas. Essa é uma técnica bastante tradicional na indústria de reciclagem e que pode dar origem a uma série de produtos, como embalagens de produtos de higiene e limpeza, sacos de lixo, mobiliário, entre outros.

Em março deste ano, a Braskem e a Valoren, empresa desenvolvedora de tecnologia e gestora de resíduos especializada na transformação de produtos reciclados, inauguraram uma fábrica de reciclagem mecânica na cidade de Indaiatuba, no interior de São Paulo. 

A unidade recebeu um investimento de cerca de R$ 67 milhões, e transformará, anualmente, 250 milhões de embalagens pós-consumo, feitas de polietileno e polipropileno, em 14 mil toneladas de resina reciclada com alta qualidade. Essas resinas, por sua vez, serão reutilizadas como matéria-prima para a indústria de transformação para dar origem a novos produtos.

Outro processo que contribui para a eliminação dos resíduos plásticos é a reciclagem avançada. Seu principal diferencial é o uso de processos químicos, que muitas vezes aplica o calor como agente principal, para transformar os resíduos plásticos em matéria-prima circular certificada. Após a coleta, lavagem e separação dos resíduos, eles são encaminhados para a despolimerização, que corresponde à quebra das moléculas em outras mais simples que, como resultado final, darão origem a matéria-prima circular certificada, insumo químico para a fabricação de novos produtos plásticos, iguais aos produzidos com matéria-prima de origem fóssil. 

Confirmando as ações da Braskem em busca da eliminação de resíduos plásticos, a empresa iniciou recentemente a construção da sua primeira planta de reciclagem avançada no Brasil, também em parceria com a Valoren. A fábrica, que tem inauguração prevista para o primeiro semestre de 2023, terá capacidade para a produção de até 6 mil toneladas de produtos circulares por ano, e conta com um aporte conjunto de cerca de R$ 44 milhões. 

É importante ressaltar que ambas as técnicas de reciclagem são complementares e servem para transformar diferentes tipos de resíduos plásticos. Assim, em conjunto, contribuem para os avanços da empresa rumo ao cumprimento de suas metas de desenvolvimento sustentável. 

“A Braskem acredita muito nesses dois caminhos. Por isso, buscamos fomentar cada vez mais iniciativas com foco na circularidade do plástico, com ações de educação e engajamento da sociedade, além de investimentos concretos e parcerias valiosas para avançarmos de forma efetiva nessa temática, transformando propósito em ação”, conta Fabiana Quiroga, diretora de Economia Circular da Braskem na América do Sul. 

Essas iniciativas são uma forma de tangibilizar a atuação da Braskem em todo o ciclo da economia circular, reforçando os compromissos da empresa com o desenvolvimento sustentável. Além disso, os projetos incentivam outras pessoas e parceiros a também buscar e participar em soluções que gerem menos impacto ao meio ambiente e, ao mesmo tempo, atendam às necessidades de mercados e consumidores. É a Braskem em prol de um futuro mais sustentável e circular.

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies