2022-07-20T10:49:12-03:00
Caio Nascimento
Caio Nascimento
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e com passagens pelo Estadão e Jornal da USP.
Conteúdo Vitreo

Após Silvio Santos e Ratinho investirem milhões em fazendas, foi descoberta a estratégia de renda extra mensal com agro a partir de R$ 100 sem precisar comprar terras ou cabeças de gado; entenda

Agora você consegue montar ‘império agro’ em poucos cliques, investindo em grandes fazendas com lucros milionários

12 de julho de 2022
16:37 - atualizado às 10:49
Agronegócio não é mais só para ricos
Receber renda extra mensal com agronegócio não é mais só para bilionários. - Imagem: Montagem: Caio Nascimento | Fotos: Canva Pro e SBT / Reprodução

Ratinho e Silvio Santos são alguns dos famosos que montaram impérios rurais para surfar nos lucros bilionários do agronegócio. No entanto, mal sabiam eles que, anos depois, seria possível qualquer brasileiro investir em fazendas com um clique, com pouco mais de R$ 100 e renda extra pingando na conta todo mês.

Para começo de conversa, vamos matar sua curiosidade: o apresentador do SBT Ratinho (Carlos Massa) construiu uma fortuna bilionária de ao menos 15 fazendas espalhadas pelo Brasil, com lavouras de milho, soja, café e pastos com inúmeras cabeças de gado. 

Já Silvio Santos comprou, na década de 1970, uma propriedade no Mato Grosso com 90 mil hectares e milhares de bois. “Eu tinha uma fazenda que era a segunda maior do Brasil e nunca fui lá. Nem vi no mapa. Eu sou investidor”, disse ele em entrevista à Folha de S. Paulo, em 2010.

O investimento não é por mero luxo: o setor é um dos mais lucrativos e sólidos do Brasil. Afinal, o Brasil é uma potência global quando o assunto é agronegócio. Só para você ter uma ideia, mais de 30% dos mais de US$ 236 bilhões que o Brasil exportou no ano passado são referentes à agropecuária.

É diante desses sucesso e potencial de lucro que se tornou possível qualquer brasileiro investir do setor (e ver dinheiro caindo na conta todo mês) por fundos imobiliários (FIIs), começando com pouco dinheiro. Um fundo, em especial, tem se destacado como uma das maiores oportunidades do ramo. Você pode liberar o acesso gratuito a ele clicando aqui, mas, se preferir, você pode ficar aqui comigo por alguns minutos, pois vou te falar mais sobre esse "gigante".

O ‘filé-mignon’ desse mercado: renda extra mensal com fazendas de cana-de-açúcar

Vamos lá: hoje, um dos melhores fundos imobiliários do agro, na visão do especialista Caio Araújo, paga 13,5% ao ano em dividendos, tem grande potencial de valorização e conta com fazendas de cana de açúcar, produto que o Brasil se destaca como o maior produtor e exportador do mundo. 

“O Brasil é um gigante no setor de produção de cana-de-açúcar, sendo o maior produtor e exportador do planeta, responsável por 20% da produção mundial e 44% das exportações mundiais. Isso torna o investimento nessas fazendas bem atrativo”, afirma Araújo.

Isso faz com que esse FII possa se tornar uma fonte de renda extra mensal para você ao longo da década. Afinal, a demanda global de açúcar vem crescendo 1% ao ano desde 2019, o que pode se repetir pelos próximos 8 anos e trazer ainda mais grandeza para esse fundo, segundo dados da Quantum Axis.

FII agro se destaca na bolsa pela sua valorização – e isso pode ser só o começo

Um outro ponto importante é que esse FII está dando uma “surra” no Ifix (nome dado ao “Ibovespa” dos FIIs) e no CDI, importante indicador para a renda fixa, quando o assunto é rentabilidade. Dá uma olhada:

Levantamento Quantum Axis. Perceba o quão acima do IFIX e do CDI esse Fundo Imobiliário de fazendas ficou ao longo do primeiro semestre deste ano. Libere seu acesso a ele clicando na imagem

Aliás, tudo indica que notícias boas estão por vir para quem investe (ou vai investir) neste FII. Em conversa exclusiva de Caio Araújo com a gestora desse fundo imobiliário – considera hoje uma das melhores do Brasil -, ficou claro que a intenção dos gestores é colocar na carteira novas fazendas ou modalidades de investimentos do agronegócio.

“Tudo indica que teremos novas ofertas ao longo do ano, provavelmente. Para este primeiro momento, o pipeline ficou concentrado em duas operações mais robustas em função da oportunidade pontual”, afirma o analista. 

R$ 1 mil, R$ 2 mil, R$ 7 mil ou mais de renda extra

Dito tudo isso, vamos fazer um exercício de imaginação: quem tem mil cotas desse fundo (pouco mais de R$ 100 mil investidos), fez R$ 7.360 de renda extra no primeiro semestre deste ano. Isso equivale a uma média de R$ 1.226 por mês investindo isento de imposto de renda e em fazendas lucrativas, de alto nível, boas pagadoras e num setor promissor.

Aliás, isso é um cálculo conservador, pois não considera que a pessoa reinveste os dividendos...

Com esses mesmos R$ 100 mil, dificilmente você conseguiria comprar um imóvel em bom estado e bem localizado para alugar e receber proventos mensais. Além do mais, teria que arcar com burocracias de imobiliária, gastos com manutenção do empreendimento, ver parte do seu lucro sendo comido pelo imposto de renda e ainda assumir o risco de ter dor de cabeça com o inquilino.

Sendo mais “modesto”, quem investiu R$ 50 mil fez cerca de R$ 3,6 mil no mesmo período. Isso sem considerar o reinvestimento dessa renda extra mensal que, no longo prazo, pode virar uma bola de neve e colocar ainda mais dinheiro no seu bolso.

Ou seja, é irracional ao menos não conhecer essa oportunidade de investimento em fazendas. Afinal, não é só mais bilionários, como Silvio Santos e Ratinho, que podem lucrar com grandes propriedades agrícolas. Agora, você também consegue. E o melhor: com poucos cliques, pela internet e com a gestão de especialistas.

Vale lembrar sempre que diversificação e acompanhar a performance e atualizações do fundo são a “chave do sucesso” para ter sucesso nessa jornada de investimentos.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Todos os olhos e ouvidos do Ibovespa voltados para a inflação de hoje enquanto as bolsas internacionais aguardam os dados dos EUA

9 de agosto de 2022 - 7:43

Os índices internacionais aguardam os números de inflação dos EUA, que só devem ser conhecidos na quarta-feira

Balanço

BTG Pactual (BPAC11) tem lucro de R$ 2,175 bilhões no 2T22 e renova recorde

9 de agosto de 2022 - 7:26

Lucro líquido recorrente de R$ 2,175 bilhões do BTG no segundo trimestre representa um avanço de 26,5% em relação ao mesmo período de 2021

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Um mundo tomado pela inflação: entenda ao que é preciso prestar atenção para saber se os preços vão finalmente parar de subir

9 de agosto de 2022 - 6:10

O processo de normalização dos preços será fundamental para que consigamos ter maior previsibilidade quanto ao futuro dos ativos de risco

COMBUSTÍVEIS

Mudou de ideia? Bolsonaro diz que política de paridade de preços da Petrobras (PETR4) pode ser mantida como está

8 de agosto de 2022 - 20:43

Bolsonaro anunciou que vai manter os impostos federais dos combustíveis zerados no próximo ano

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) perde um pouco de tração, mas segue operando em alta; saiba o que mexe com a maior criptomoeda do mundo

8 de agosto de 2022 - 20:04

O destaque do dia foi para o ethereum (ETH), mas não pela alta de preços e sim pelo volume negociado nas últimas 24h

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies