Menu
Luciana Seabra
Advogada do Investidor
Luciana Seabra
É CFP®, especialista em fundos de investimento e sócia da Empiricus
FUNDO DE INVESTIMENTO

BTG corta taxa e oferece melhor opção para reserva de emergência: conheça fundo que bate poupança e Tesouro

Na concorrência das plataformas de fundos, quem ganha é o investidor. BTG acaba de reduzir taxa de fundo que investe somente em títulos pós-fixados para 0,09% ao ano

7 de novembro de 2018
12:42 - atualizado às 14:33
Marcelo Flora, sócio do BTG, diz que plano é reduzir a taxa de administração à medida que o patrimônio do fundo crescer - Imagem: Raphael Lopes

Se você deixa sua reserva de emergência no fundo DI do banco, posso apostar que paga no mínimo 1% ao ano. Se o dinheiro que você pode precisar a qualquer momento está em um produto mais barato, provavelmente é porque deixa muito dinheiro lá – e, ainda assim, duvido que pague menos do que 0,5% ao ano. E se eu te disser que, na prateleira do BTG Pactual Digital, você encontra um fundo com taxa 0,09% ao ano? Sim, o 9 vem na segunda casa depois da vírgula mesmo, não está errado.

O fundo, com nome de rainha – BTG Pactual Digital Tesouro Selic FI Renda Fixa Simples – foi lançado em maio deste ano com taxa 0,1% ao ano. Ou seja, já era muito mais barato do que as opções disponíveis no varejo. E acessível com R$ 500.

O BTG acaba de anunciar a redução da taxa para 0,09% ao ano, com uma promessa: quanto mais o patrimônio crescer, mais vai cortar. Foi o que me disse Marcelo Flora, o sócio do BTG responsável pela plataforma digital. Hoje existem R$ 143 milhões investidos no fundo.

É claro que há um plano por trás da iniciativa: o BTG abre mão de receita com o produto para atrair mais clientes. Lá dentro, o cliente muito provavelmente vai investir em outros produtos. Como o banco tem gestora e administradora dentro de casa, fica mais fácil arcar com uma estrutura tão barata.

E quem ganha com a disputa das plataformas de varejo? Nós, investidores.

Por regulamento, o fundo do BTG investe somente em títulos públicos pós-fixados, o que faz dele uma opção bastante conservadora. Dada a taxa baixa, isso tem feito o retorno se aproximar de 99% do CDI.

Não seria melhor investir via Tesouro Direto?

Não, o fundo é uma opção mais rentável do que o título público pós-fixado comprado via Tesouro Direto, o chamado Tesouro Selic. Bom lembrar que, nesse caso, a taxa é de 0,3% ao ano, ou seja, o triplo de custo. Isso se você encontrar uma corretora que não cobra taxa (a maioria hoje, felizmente!).

Como é possível? O Tesouro Direto é um sistema de venda de títulos públicos para a pessoa física. Não é por meio dele que o investidor profissional acessa esse mercado.

O fundo tem uma desvantagem em relação ao Tesouro Direto, importante dizer – a antecipação de imposto via cobrança semestral, o chamado come-cotas. A vantagem de custo do novo fundo do BTG é tamanha, entretanto, que, mesmo com a desvantagem tributária o produto ganha. É o que mostra um estudo para um período de oito anos – em mais do que isso, sua LFT também vai vencer, forçando o pagamento de imposto.

Para quem já é cliente de outras plataformas, XP e Órama também têm fundos que investem somente em títulos públicos com taxa mais baixa do que a dos bancos – 0,2% ao ano.

É melhor do que poupança?

Com essa taxa, o fundo do BTG também bate com facilidade a caderneta (os de taxa 0,2% ao ano também, bom dizer!).

Somente para que você tenha uma ideia, desde que o fundo foi criado ele rende 3,02%, contra 2,16% da poupança. Mesmo que o saque do fundo ocorra em menos de seis meses, ou seja, com incidência de 22,5% de imposto, ele segue à frente em rentabilidade. Para mais de dois anos, então, quando o imposto cai a 15%, a vantagem é larga.

E, para quem ainda está apegado à caderneta, bom lembrar que ela não entrega retorno algum se o saque acontecer em menos de 30 dias. No caso do fundo e do Tesouro Direto, há ainda o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) para tal prazo. Mas, ainda assim, o produto rende algo, ao contrário da poupança.

E, se o saque for pedido até 15h30, o dinheiro sai do fundo e cai na conta da corretora no mesmo dia, em poucos minutos.

E agora? Quero saber o que ainda te prende à poupança. Conte para mim abaixo. E se quiser receber notícias por e-mail, clique aqui.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Conteúdo patrocinado por Startse

Bitcoin é furada? O que “eles” viram que você ainda não viu?

Enquanto cresce o número de pessoas com medo das criptomoedas, cresce também o número de pessoas e empresas que aprenderam “um novo jeito” de ficar rico com elas.

Clima está tenso

“O governo é um deserto de ideias”, afirma Maia

Na avaliação do presidente da Câmara, o ministro da Economia, Paulo Guedes, é “uma ilha” dentro do Executivo

Um toma lá da cá

Em discurso, Bolsonaro diz que responsabilidade sobre a previdência está com o Parlamento

“Não é uma questão de governo, e sim de estado, para que nós do Brasil não experimentemos situações que outros países enfrentaram, como na Europa”, disse o presidente

Aliados

Partidos saem em defesa de Maia após crise com governo

Em um gesto de apoio a Maia, o PPS recebeu o presidente da Câmara em sua convenção nacional realizada hoje em Brasília

Águas passadas?

Maia diz que atrito com governo em relação à Previdência é “página virada”

Ele falou com jornalistas antes de uma breve participação em congresso do PPS, em Brasília

Bon Vivant

Saiba quais são as maratonas preferidas de quem trabalha no mercado financeiro

Boston, Chicago, Nova York e Berlim estão entre as competições preferidas, mas a lista inclui também provas exóticas

Tempos ruins para a empresa

Dívida da Avianca dá “salto” e agora é de R$ 2,7 bilhões

A alteração no valor da dívida ocorreu em dois momentos. Em janeiro, a companhia atualizou a primeira lista para R$ 1,3 bilhão por conta própria. Protocolada ontem na Justiça, a segunda modificação, para R$ 2,7 bilhões, veio depois de pedido dos credores

Será que vem chumbo quente por aí?

Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação

Os monitoramentos são feitos pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que tem por missão se antecipar aos fatos para evitar problemas para o governo

Clima pesado no governo

“Não dei motivo”, diz Bolsonaro sobre a saída de Maia da articulação

O presidente disse que a declaração de seu filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), com críticas a Maia por adiar a tramitação do projeto anticrime, não é motivo para ele ameaçar sair da articulação política

Polêmica

Bretas usou proposta rejeitada no Congresso para prender Temer, diz jurista

Thiago Bottino afirmou que tanto os procuradores do Ministério Público Federal quanto Bretas se fundamentaram no item número 9 do pacote das “Dez medidas contra a corrupção”, apresentado em 2016 por integrantes da Lava Jato, para prender Temer

BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: do país das maravilhas à dura realidade

 A segunda-feira começou com o Ibovespa aos 100 mil pontos, um marco histórico na bolsa de valores brasileira. O clima azedou e o índice fechou na sexta abaixo de 94 mil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu