🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O SEU CAPITAL POR 7,5X COM 1 CLIQUE – CONHEÇA A FERRAMENTA

Anna Larissa Zeferino
Anna Larissa Zeferino
Jornalista e entusiasta do mercado financeiro, migrou oficialmente para a área há dois anos. Escreve para os portais Seu Dinheiro e Money Times.
Conteúdo Empiricus

Tem Taesa na carteira? Após mudanças em TAEE11, outras ações podem pagar mais dividendos

Mudança na regra de dividendos abre espaço para outras opções na carteira do investidor

Anna Larissa Zeferino
Anna Larissa Zeferino
29 de junho de 2024
10:00 - atualizado às 16:39
Taesa TAEE11
Escritório da Taesa - Imagem: Facebook/Taesa

‘Queridinha’ entre os investidores que buscam ações pagadoras de dividendos, a Taesa (TAEE11) passou a ser alvo de expectativas de queda por analistas do mercado.

O consenso tem sido pauta mais frequente nos últimos dias, como nesta reportagem do último dia 20, publicada no Seu Dinheiro:

Mas por que uma empresa conhecida por ser boa pagadora, com dividend yield chegando a quase 11%, passou a ser vista com maus olhos?

O que aconteceu com a Taesa

O fato é que a Taesa anunciou, no último dia 08/05, uma mudança em sua política de distribuição de dividendos daqui em diante. E a alteração deve influenciar diretamente no valor dos dividendos que chegam na conta do investidor que tem TAEE11 em carteira.

Dividendos de TAEE11 podem ser menores

Pela regra anterior, a distribuição de dividendos era calculada com base em 100% do lucro líquido IFRS (padrão internacional) da empresa.

O referencial usado de agora em diante será, pelo menos em 2024, de 75% do lucro líquido regulatório, cujo valor desconsidera os efeitos da inflação nos resultados e é menor que o lucro líquido IFRS.

Sendo assim, usando um menor valor como referência, a tendência é que os dividendos também venham em valores menores que os observados anteriormente.

NOVAS VACAS LEITEIRAS? AS CINCO MELHORES PAGADORAS DE DIVIDENDOS PARA COMPRAR AGORA

Taesa (TAEE11) está em fase de captação de recursos

Essa decisão se dá em um contexto de necessidade de captação de recursos da empresa para os desafios que estão por vir.

Dentre eles, a superação de sua alavancagem financeira (relação da dívida líquida sobre o EBITDA), que está atualmente em 3,8 vezes – e a caminho de atingir o pico ainda em 2024.

A empresa também concluiu, no mês de abril, uma nova emissão de debêntures (títulos privados de dívida) no valor de R$1,3 bilhão, como parte dos esforços de captação, o que aumentou sua dívida.

Além disso, a companhia se comprometeu com novos investimentos na casa de mais de R$3 bilhões.

Vale ressaltar também que a Taesa tem quatro concessões encerrando até o ano de 2030, e as concessões mais recentes da companhia apresentam Taxas Internas de Retorno (TIR) muito abaixo daquelas vistas nas concessões a vencer – o que também pode prejudicar os resultados de longo prazo.

Após apostar em proventos generosos por um longo período de tempo, o CFO da Taesa afirmou, na reunião de balanços do 1º trimestre, que a empresa agora precisa levar em consideração a questão da alavancagem e dos novos investimentos.

Todos esses fatores convergem para um menor repasse de dividendos para os investidores, para que a empresa possa ter mais caixa. Decisão compreensível do ponto de vista interno.

Mas e os dividendos da carteira do investidor, como ficam?

O investidor deve se conformar com menores retornos em TAEE11, se houver empresas atualmente fazendo o movimento contrário – com previsão de aumentarem seus dividendos nos próximos meses?

Analistas já “cantavam” o fim dos dividendos de dois dígitos para Taesa

Analistas de grandes casas do mercado financeiro já previam esse movimento desde o ano passado, retirando as recomendações para TAEE11 apesar da popularidade do ativo.

Como é o caso de Ruy Hungria, da Empiricus Research, casa de análise do grupo BTG Pactual. Em fevereiro de 2023, em participação no podcast “Vacas Leiteiras”, Ruy já afirmava que os dividendos da Taesa eventualmente “iriam minguar”:

Fonte: Seu Dinheiro

Taesa não figura entre as recomendações da Empiricus, conforme explicação do analista:

“Há anos temos uma visão negativa para TAEE11, por entender que os dividendos elevados precisariam ser revistos em algum momento, dada a proximidade do fim de algumas concessões importantes, lotes arrematados recentemente com retornos pressionados e aumento da necessidade de investimento nos próximos anos […] assim, continuamos de fora”.

Atentos aos momentos de mercado, Ruy e o time de analistas da Empiricus montaram uma carteira recomendada das cinco melhores ações da bolsa para buscar dividendos no momento.

Taesa está de fora da recomendação, mas o setor elétrico, não: há outra empresa do ramo com alto potencial de pagamento, e ela se junta a quatro outros setores da economia na recomendação atual.

A carteira já está disponível e o melhor de tudo é que você pode recebê-la de forma 100% gratuita.

Você não paga nada a mais por ela, apenas recebe a recomendação e toma suas decisões de investimento após a leitura!

Além disso, a carteira é revisada mensalmente; ou seja, estará sempre atualizada com as melhores recomendações para o momento específico de mercado.

E, desde o seu início, em novembro do ano passado, vem superando o desempenho do próprio Ibovespa – rendendo 9,4%, contra 7,9% do índice.

Composição da carteira

Dentre as cinco ações da carteira desse mês, você encontra opções como:

  • Empresas da construção civil e da siderurgia que se mantêm resilientes mesmo em cenários desfavoráveis para seus setores;
  • Empresa do ramo de seguros com dividend yield superior a 6% e chances de surpreender positivamente o mercado;
  • Empresa do setor elétrico cujos lucros e dividendos devem aumentar em meio a melhorias operacionais programadas.

Lembrando que o acesso à carteira é gratuito. E já está desbloqueado para você, clicando no botão abaixo.

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

‘Caminhões de dinheiro’ devem entrar nas criptomoedas na próxima semana e iniciar ciclo de alta; veja onde investir neste cenário

18 de julho de 2024 - 15:37

ETFs de Ethereum devem ser lançados no dia 23 de julho e beneficiar diversas criptomoedas; entenda os motivos e saiba como aproveitar

Conteúdo Empiricus

Método que enriqueceu brasileiros será ensinado em curso online – lucro chegou a 500%

18 de julho de 2024 - 12:00

Graças a ele, foi possível transformar um patrimônio de R$ 500 mil em R$ 3 milhões

Conteúdo Empiricus

Investimento de ‘1-clique’ chama a atenção por ter entregado ganhos médios de até R$ 274/dia; criador decide prestar contas no dia 22 de julho

18 de julho de 2024 - 8:00

Especialista sintetizou 18 anos de mercado em nova ferramenta de inteligência artificial que tem esse potencial com aportes mínimos de R$ 15 mil

Conteúdo Empiricus

Quem quer ser um milionário? Número de milionários no Brasil pode subir 22% em quatro anos; confira como você pode ter a chance de ser um deles no ano que vem

17 de julho de 2024 - 14:00

Analistas da Empiricus indicam o mercado que pode formar 1000 novos milionários nos próximos 14 meses

Conteúdo Empiricus

Dispositivo pode gerar lucro de até um salário mínimo por semana, em média, na bolsa; conheça

17 de julho de 2024 - 12:00

Pegasus One Click é o robô que, com apenas um clique, é capaz de gerar lucro médio de até R$ 1.370 por semana

Conteúdo Empiricus

Fuja do financiamento: esse método permite comprar imóveis parcelados até 3x mais baratos e sem juros abusivos

17 de julho de 2024 - 10:00

Estratégia já foi responsável por multiplicação patrimonial de até 6 vezes em apenas 2 anos; saiba mais

Conteúdo Empiricus

‘Ações capengas’: alta do Ibovespa não é sinal para investir em qualquer empresa – veja como fugir de papéis que podem virar poeira

17 de julho de 2024 - 8:00

Bolsa brasileira já saltou mais de 4% em duas semanas e analista revela como identificar boas ações para evitar “ciladas”

Conteúdo Empiricus

Alta de 27% em 2024 e dividendos de R$ 1,60 por ação: esta companhia é ‘uma das melhores da bolsa brasileira’, segundo analista

16 de julho de 2024 - 17:01

Ação do setor imobiliário é um dos “raros casos da bolsa em que você encontra dividendo muito alto e valuation atrativo”, diz analista

Conteúdo Empiricus

Não é Bitcoin: Neymar investe R$ 150 mil em criptomoeda que pode ajudar a fazer R$ 1 mil se tornar R$ 1 milhão em até 14 meses, projeta analista

16 de julho de 2024 - 15:00

Em meio ao maior ciclo de alta da história das criptomoedas, ‘Menino Ney’ tem 70% do seu patrimônio de criptomoedas investidos em apenas um ativo; dados são da Arkham Intelligence

Conteúdo Empiricus

Alerta na renda fixa: taxas do Tesouro Direto estão menores; se IPCA + 6% ainda for pouco, veja como buscar retornos de IPCA + 7,4%

16 de julho de 2024 - 13:00

Analista da Empiricus indica ativos “premium” de renda fixa com retornos acima dos títulos tradicionais

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar