🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Leticia Camargo
Leticia Camargo
Formada em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP). Já passou por agência de marketing digital, onde trabalhou com estratégias de SEO e marketing de conteúdo.
conteúdo empiricus

Obrigado, Campos Neto: Ibovespa alcança os 121 mil pontos com Selic mantida em 10,50% ao ano; o que agradou o mercado?

Para Matheus Spiess, analista da Empiricus, esse é o primeiro passo rumo à ‘direção certa’; veja outros fatores que podem impactar positivamente o Ibovespa em 2024

Leticia Camargo
Leticia Camargo
20 de junho de 2024
13:00 - atualizado às 11:39
Presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, discursa durante cerimonia de sanção da Lei da Autonomia do Banco Central. O BC é responsável pela reunião do Copom que define a Selic, a taxa básica de juros da economia
Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Na última quarta-feira (19), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, chefiado por Roberto Campos Neto, se reuniu para definir o novo patamar dos juros. E como já se esperava, a Selic foi mantida em 10,50% ao ano.

Mas o que talvez não estivesse mapeado é que o Ibovespa – o principal índice da bolsa –, teria um desempenho tão positivo após a notícia. Enquanto escrevo, o índice sobe 1%, acima dos 121 mil pontos, após semanas bastante difíceis para a bolsa.

Afinal, a bolsa tende a se beneficiar justamente quando os juros caem, o que não aconteceu. Então, o que levou o mercado a gostar tanto da decisão?

De acordo com Felipe Miranda, CEO da Empiricus, o ânimo se deu devido ao tom que o Copom deu ao comunicado. “Unânimes e impecáveis desta vez. Comunicado preciso e duro, sem fechar a porta”, disse.

No comunicado, o Copom justificou que decidiu, em unanimidade, interromper o ciclo de corte dos juros devido ao cenário global incerto e porque a alta da inflação e as expectativas desancoradas exigem maior cautela.

Em outras palavras, o placar unânime na votação do Copom foi bem recebido pelo mercado, retomando a autoridade do órgão após uma decisão dividida na reunião anterior, além do compromisso com a convergência das expectativas de inflação para a meta.

Para Matheus Spiess, analista da casa, a decisão também reflete outros desafios que a economia local e internacional enfrentam. “A decisão de ontem vai além da simples inflação corrente. Está ligada à crise fiscal local, ao desalinhamento das expectativas de inflação futura e ao cenário internacional incerto”, disse.

Por isso tudo, apesar de mantido o patamar da Selic – que ainda é um patamar elevado nos atuais 10,50% ao ano – o mercado pôde se animar e sentir certo “alívio” após semanas de estresse com as notícias acerca da meta fiscal e da inflação no país.

É claro que, embora essencial, a decisão do Banco Central não resolve os problemas complexos da economia brasileira. “Essa decisão é apenas um pequeno passo na direção correta. Muitos outros passos precisam ser dados”, afirma Spiess.

Porém, esse passo já pode ser suficiente para que você, investidor, possa se posicionar e aproveitar a onda de otimismo. Afinal, a bolsa está extremamente barata nos níveis atuais e algumas ações de muita qualidade estão a “preço de banana” agora.

Na visão de Felipe Miranda, o Ibovespa em 120 mil pontos já parece carregar bastante pessimismo e, além disso, existem gatilhos que podem fazer com que a bolsa brasileira volte a subir ainda em 2024.

Ou seja, esse é o momento ideal para se posicionar e, eventualmente, poder surfar uma retomada da bolsa este ano.

GRATUITO: VEJA UMA LISTA COM AS 10 AÇÕES MAIS PROMISSORAS PARA INVESTIR AGORA

O Ibovespa pode voltar a subir ainda em 2024? Entenda o racional por trás da tese

Como foi dito logo acima, um primeiro passo na direção de um cenário mais favorável para os ativos de renda variável foi dado. Na última quarta-feira, o BC conseguiu acalmar os ânimos do mercado com um comunicado duro e coerente diante da realidade atual.

Mas, como apontado pelos analistas da Empiricus, esse é só o primeiro passo para um contexto em que a bolsa possa voltar a subir. Além dele, há pelo menos outros 3 fatores que podem ditar o rumo do Ibovespa em 2024, segundo Felipe Miranda. São eles:

  1. Relaxamento monetário nos EUA

Em primeiro lugar, Miranda aponta para o início do ciclo de corte dos juros nos EUA. “Após períodos de incerteza, estamos confiantes de que o Fed fará seu primeiro corte de juros nos Estados Unidos entre setembro e dezembro deste ano”, diz.

O início do corte dos juros americanos, que hoje estão entre 5,25% e 5,50% ao ano, é visto hoje como o principal gatilho para a correção positiva das ações brasileiras, segundo Miranda.

Na semana passada, o presidente do Fed, Jerome Powell, relativizou as estimativas para os juros americanos, dizendo ser “plausível” que o juro caia uma ou duas vezes no ano, a depender de mais evidências de que a inflação está convergindo para a meta de 2%.

Com isso, o mercado segue consolidando as apostas do 1º corte para setembro, com 65% de probabilidade, quando o Fed terá mais evidências da desinflação no país.

  1. Transição do comando do Banco Central

Em segundo lugar, o analista apontou para a transição do comando do Banco Central brasileiro. Isso porque, no fim de 2024, Roberto Campos Neto deve deixar a presidência do BC e o governo terá de nomear um substituto para o cargo.

No entanto, o mercado está receoso quanto à nomeação, que pode se transformar em uma tentativa de Lula de intervir no órgão. Em diversos momentos, o presidente já manifestou a sua insatisfação a respeito das decisões de Campos Neto acerca dos juros.

Na visão de Miranda, “o ideal seria um perfil que seguisse a ortodoxia de Campos Neto ou outra figura respeitada no mercado, fortalecendo assim a política monetária do Bacen. É crucial que essa nomeação contribua para restaurar a credibilidade institucional do Copom”.

Aqui, o desempenho do Ibovespa dependerá de como será a reação do mercado sobre a nomeação. Em caso positivo, é possível que vejamos uma guinada do índice.

GRATUITO: VEJA UMA LISTA COM AS 10 AÇÕES MAIS PROMISSORAS PARA INVESTIR AGORA

  1. Desempenho econômico brasileiro

Por último, Miranda também cita o desempenho da economia brasileira como um fator que pode ajudar a perspectiva da bolsa nos próximos meses do ano.

“Observamos que as projeções do PIB brasileiro para 2024 têm superado as expectativas, mesmo com os desafios trazidos por eventos climáticos no Rio Grande do Sul. Embora esses resultados positivos não resolvam completamente os problemas fiscais, ajudam a suavizar a trajetória da relação dívida/PIB”, diz.

Ou seja, embora a trajetória do Ibovespa fora difícil até aqui, o analista acredita que não é hora de “largar a mão” da bolsa. Pelo contrário, ele enxerga que há oportunidades excelentes para se posicionar com o Ibovespa no patamar atual.

Afinal, o momento ideal de se posicionar é agora, enquanto os fatores apontados acima não se concretizam. Assim, é possível comprar ativos baratos e poder surfar a valorização de muitos deles quando a bolsa tiver uma virada de mão.

No entanto, é preciso destacar que não é porque a bolsa está barata que qualquer ação vale a pena. É preciso estar ancorado em análises fundamentalistas para escolher ações que combinem um preço atrativo com qualidade.

E é justamente esse o trabalho de Felipe Miranda e sua equipe na Empiricus. A equipe de análise da casa acaba de mapear as ações mais promissoras para investir agora diante do cenário descrito acima.

Trata-se de 10 ações de histórico comprovado na bolsa, com gatilhos de valorização de médio e longo prazo, mas que ficaram extremamente baratas.

E a boa notícia é que você pode receber um relatório com todas as recomendações e teses de cada uma de graça no seu e-mail.

GRATUITO: VEJA UMA LISTA COM AS 10 AÇÕES MAIS PROMISSORAS PARA INVESTIR AGORA

Relatório gratuito: 10 ações de qualidade e que estão baratas para comprar agora

Todos os meses, a equipe de analistas da Empiricus “garimpa” a bolsa brasileira em busca das ações com o maior potencial de valorização. Como eu disse acima, são ações com muita qualidade, mas que devido ao cenário econômico difícil, foram penalizadas além da conta.

E a boa notícia é que essas ações estão disponíveis para você de graça. Isso porque a Empiricus, casa de análise do grupo BTG Pactual, está disponibilizando o acesso à lista com as 10 ações preferidas para comprar agora como cortesia.

Ou seja, você não precisa pagar nada e nem assumir qualquer tipo de compromisso para poder consultar todas as recomendações de forma 100% gratuita.

Portanto, recomendo que você libere o seu acesso gratuito à carteira e ao menos dê uma “espiada” nas indicações da Empiricus. Depois você pode decidir se as ações indicadas fazem sentido para o seu patrimônio.

Lembre-se: você não pagará nada em nenhum momento, mas pode vir a lucrar muito com todas as informações que vai encontrar:

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Apple ou Nvidia? Veja quem baterá US$ 4 trilhões em valor de mercado primeiro, segundo este analista

20 de julho de 2024 - 14:00

Apple, Microsoft e Nvidia ocupam o pódio das três empresas mais valiosas do mundo

Conteúdo Empiricus

‘Not like us’? Rapper famoso perde US$ 300 mil em aposta com Bitcoin e empresa revela criptos que podem transformar R$ 1 mil em até R$ 1 milhão

20 de julho de 2024 - 12:00

Enquanto Drake vira ‘chacota’ pra seleção argentina, você pode ser um dos mil novos milionários que empresa pretende formar em até 14 meses

Conteúdo Empiricus

Inteligência artificial acerta 72,6% das operações e é disponibilizada para investidores

20 de julho de 2024 - 10:00

Conheça o robô trader que busca lucro médio a partir de R$ 575 por mês com apenas um clique

Conteúdo Empiricus

Bolha ou não, IA pode ‘carregar’ S&P 500 aos 7.000 pontos em 2025, segundo consultoria; conheça as melhores ações americanas para comprar enquanto isso

20 de julho de 2024 - 8:00

Analista da Empiricus indica papéis americanos com potencial de valorização para além da Inteligência Artificial

Conteúdo Empiricus

A ‘mamata’ da renda fixa isenta de IR não acabou: títulos premium cresceram 5x em captações e podem pagar até IPCA +7,4%

19 de julho de 2024 - 18:00

Em meio à escassez de LCAs e LCIs, outro tipo de renda fixa isenta de IR cresceu 407% em captações no 1º semestre – analista revela os 4 melhores títulos dessa classe

Conteúdo Empiricus

Aluguel sobe 3x mais que a inflação em 2024; como sair dessa ‘cilada’ e pagar até 66% menos num imóvel (sem financiar)?

19 de julho de 2024 - 16:00

Empresário revela estratégia para quem busca fugir do aluguel e comprar imóvel parcelado pagando até 3x menos

Conteúdo Empiricus

Depois de criticar Bitcoin, CEO da BlackRock se ‘rende’ à moeda; veja ativos além do BTC para buscar lucro nos próximos 14 meses

19 de julho de 2024 - 13:00

Bitcoin (BTC) ‘deveria fazer parte do portfólio de todos os investidores’, diz CEO da BlackRock; conheça as moedas mais promissoras para buscar enriquecer com cripto

Conteúdo Empiricus

Direto e reto: veja o que fazer com as ações da Vale (VALE3) depois da ‘ressaca’ dos últimos dias, segundo analista

19 de julho de 2024 - 11:00

Turbulências pesam sobre as ações da mineradora Vale (VALE3), que apresentam desempenho negativo nesta semana

Conteúdo Empiricus

‘Caminhões de dinheiro’ devem entrar nas criptomoedas na próxima semana e iniciar ciclo de alta; veja onde investir neste cenário

18 de julho de 2024 - 15:37

ETFs de Ethereum devem ser lançados no dia 23 de julho e beneficiar diversas criptomoedas; entenda os motivos e saiba como aproveitar

Conteúdo Empiricus

Método que enriqueceu brasileiros será ensinado em curso online – lucro chegou a 500%

18 de julho de 2024 - 12:00

Graças a ele, foi possível transformar um patrimônio de R$ 500 mil em R$ 3 milhões

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar