🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Juan Rey
Juan Rey
Jornalista pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Já trabalhou para o Money Times, Seu Dinheiro e Jornal da PUC, além de colaborar no UOL e Projeto #Colabora. Atualmente é Produtor de Conteúdo na Empiricus.
Conteúdo Empiricus

O que aconteceu, Nike? Ações despencaram 19% em um dia e no pior pregão em 23 anos

Derrocada das ações da Nike vieram depois da divulgação dos resultados do quarto trimestre fiscal e do anúncio das expectativas para o ano fiscal de 2025; oportunidade ou furada?

Juan Rey
Juan Rey
3 de julho de 2024
14:00 - atualizado às 10:53
nike

Nem os mais pessimistas poderiam imaginar uma resposta tão ruim do mercado aos resultados da gigante Nike (NYSE: NKE | B3: NIKE34), divulgados na última quinta-feira (27). Afinal, a queda de mais de -19% em apenas um dia é a pior desde fevereiro de 2001.

Gráfico mostra queda vertical das ações da Nike na sexta-feira (28). Fonte: Google Finance

Os números foram tão ruins assim?

Como dito, a queda no pregão de sexta-feira (28) se deu após a divulgação dos resultados referentes ao quarto trimestre fiscal (março a maio), na noite anterior. 

Mas, por incrível que pareça, os resultados do trimestre não foram ruins. Pelo menos é o que avalia o analista Enzo Pacheco, da Empiricus.

“Apesar de ainda estarem longe do que a própria companhia espera, as medidas tomadas para reestruturação de suas operações já vêm surtindo efeito.”

A receita da companhia no trimestre totalizou US$ 12,6 bilhões, recuo de 2% em relação ao mesmo período de 2023, mas estável, considerando a variação cambial. A receita da marca Nike foi de US$ 12,1 bilhões, queda de 1% (+1% ex-câmbio) na comparação com o ano anterior.

Já as vendas pelo canal direto da companhia (Nike Direct) somaram US$ 5,1 bilhões, queda de 8% na comparação com o ano anterior. O canal de atacado, na qual a empresa vende para outras lojas, reportou vendas de US$ 7,1 bilhões, alta de 5% na comparação anual.

“Se por um lado a empresa não conseguiu retomar o caminho do crescimento sustentável, pelo menos a tarefa de reduzir os custos segue dando frutos”, avaliou Enzo Pacheco.

Isso porque os custos dos produtos vendidos no trimestre caíram 4%, o que contribuiu para o aumento de 1% do lucro bruto, para US$ 5,634 bilhões, e uma margem de 44,7% (alta de 1,1% contra o 4T23).

Se os números foram ‘ok’, o que explica a queda das ações?

O analista explica que a segunda revisão em menos de três meses das projeções para o ano fiscal de 2025 “quebrou a confiança” dos investidores.

“Se no resultado do 3T24 a direção informou que esperava um primeiro trimestre com queda de no máximo 5% nas vendas e um aumento na receita quando comparado com 2024, agora ela espera um recuo de 10% no 1T25 e vendas menores no ano fiscal”.

A revisão caiu como uma bomba para os investidores. “Como, em um curto espaço de tempo, poderia a empresa revisar os seus números significativamente desta maneira?”, questionou Pacheco.

Com isso, as ações NKE saíram dos US$ 94,19 no fechamento de 27 de junho para US$ 75,37 no fim do pregão do dia 28 – a pior queda desde fevereiro de 2001 para a gigante do varejo esportivo.

Queda das ações é oportunidade de investir na Nike?

Na visão do analista Enzo Pacheco, as revisões de expectativas em um período curto deixam “sem confiança de que a ação possa voltar para os US$ 90 de maneira rápida e segura”.

Por isso, neste caso, o analista avaliou ser melhor sair dos papéis e acompanhar o desenrolar da história fora das ações.

“Caso continue a cair nos próximos meses, podemos analisar novamente a tese, mas muita coisa tem que melhorar para que a Nike volte a ser uma empresa confiável aos olhos dos investidores”, disse.

Desta forma, o analista indica outras opções melhores no momento para quem deseja dolarizar o portfólio com empresas estrangeiras.

Para auxiliar o investidor, Pacheco montou uma carteira de 10 BDRs para comprar agora (você pode conferir gratuitamente neste link).

Aos menos familiarizados, explico: os Brazilian Depositary Receipts permitem que os investidores comprem certificados negociados na Bolsa de Valores brasileira que representam ações emitidas no exterior.

Isto é, você pode investir neles sem a necessidade de abrir uma conta no exterior, através do mesmo home broker onde compra suas ações brasileiras.

RELATÓRIO GRATUITO: 10 EMPRESAS ESTRANGEIRAS PARA INVESTIR AGORA

Acesso liberado: 10 recomendações de BDRs em momento melhor que a Nike para investir

Dentre as recomendações do analista, estão:

  • Duas companhias que fabricam chips para inteligência artificial (não é a Nvidia);
  • As duas melhores big techs para investir;
  • A lendária holding comandada por Warren Buffett;
  • Uma petroleira internacional em ponto de entrada atrativo.

Além de outras, que sequer foram mencionadas e, na visão do analista, são as melhores opções de empresas gringas para investir agora.

A boa notícia é que o relatório com as BDRs e as teses em cada uma das empresas foi liberado como uma cortesia pela Empiricus, empresa do grupo BTG Pactual. 

Portanto, sugiro que você ao menos libere o seu acesso e dê uma olhada em cada uma das companhias recomendadas. Afinal, ter parte da carteira dolarizada é fundamental para a prosperidade do seu patrimônio.

Para receber o documento gratuitamente, basta deixar seu e-mail no link abaixo. Em poucos instantes, você receberá as informações.

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Sabesp (SBSP3): ‘privatização pode destravar muito valor’, mas grupo de analistas não recomenda investir na ação – entenda por quê

21 de julho de 2024 - 14:00

Privatização da Sabesp chama atenção do mercado e movimenta R$ 14,8 bilhões, mas ação SBSP3 ficou de fora de carteira de top 10 papéis da bolsa

Conteúdo Empiricus

‘Você pode estar sentado em uma fábrica de dinheiro’: como é possível transformar o valor do seu imóvel em dinheiro líquido na conta (sem vendê-lo)

21 de julho de 2024 - 12:00

‘Patrimônio Alavancado com Consórcio’ é uma parceria entre o empresário Decio Oliveira Jr. e o Grupo Empiricus para quem busca até sextuplicar o patrimônio investido

Conteúdo Empiricus

130% do CDI: Novo CDB do Mercado Pago vale mesmo a pena? Veja o quanto você pode ganhar com o título

21 de julho de 2024 - 10:00

Analista da Empiricus indica produtos de renda fixa mais favoráveis para ganhos no longo prazo

Conteúdo Empiricus

‘O Bitcoin foi feito para esse cenário’: economista diz que Satoshi foi um ‘profeta’ e abre lista de criptomoedas que pode entregar até R$ 1 milhão

21 de julho de 2024 - 8:00

Tensão geopolítica, inflação e emergência da IA são alguns fatores que fazem o cenário atual perfeito para criptos decolarem, segundo Valter Rebelo

Conteúdo Empiricus

Apple ou Nvidia? Veja quem baterá US$ 4 trilhões em valor de mercado primeiro, segundo este analista

20 de julho de 2024 - 14:00

Apple, Microsoft e Nvidia ocupam o pódio das três empresas mais valiosas do mundo

Conteúdo Empiricus

‘Not like us’? Rapper famoso perde US$ 300 mil em aposta com Bitcoin e empresa revela criptos que podem transformar R$ 1 mil em até R$ 1 milhão

20 de julho de 2024 - 12:00

Enquanto Drake vira ‘chacota’ pra seleção argentina, você pode ser um dos mil novos milionários que empresa pretende formar em até 14 meses

Conteúdo Empiricus

Inteligência artificial acerta 72,6% das operações e é disponibilizada para investidores

20 de julho de 2024 - 10:00

Conheça o robô trader que busca lucro médio a partir de R$ 575 por mês com apenas um clique

Conteúdo Empiricus

Bolha ou não, IA pode ‘carregar’ S&P 500 aos 7.000 pontos em 2025, segundo consultoria; conheça as melhores ações americanas para comprar enquanto isso

20 de julho de 2024 - 8:00

Analista da Empiricus indica papéis americanos com potencial de valorização para além da Inteligência Artificial

Conteúdo Empiricus

A ‘mamata’ da renda fixa isenta de IR não acabou: títulos premium cresceram 5x em captações e podem pagar até IPCA +7,4%

19 de julho de 2024 - 18:00

Em meio à escassez de LCAs e LCIs, outro tipo de renda fixa isenta de IR cresceu 407% em captações no 1º semestre – analista revela os 4 melhores títulos dessa classe

Conteúdo Empiricus

Aluguel sobe 3x mais que a inflação em 2024; como sair dessa ‘cilada’ e pagar até 66% menos num imóvel (sem financiar)?

19 de julho de 2024 - 16:00

Empresário revela estratégia para quem busca fugir do aluguel e comprar imóvel parcelado pagando até 3x menos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar