🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Giovanna Figueredo
Giovanna Figueredo
Jornalista em formação pela Universidade de São Paulo (USP), já trabalhou com marketing e redes sociais em uma consultoria financeira e é redatora dos portais Seu Dinheiro e Money Times.
Conteúdo Empiricus

Lucros de até 39.900% com criptomoedas: só 0,08% dos investidores brasileiros estão aptos a buscar esse retorno – veja como ser um deles

Head de criptoativos explica que o maior potencial lucrativo não está no Bitcoin e quer aumentar a estatística de brasileiros que investem nos ativos mais promissores

Giovanna Figueredo
Giovanna Figueredo
28 de maio de 2024
8:00 - atualizado às 20:25
criptomoeda moeda digital criptoativo
Imagem: Shutterstock/Montagem: Giovanna Figueredo

Uma pesquisa feita pela agência de relações públicas Sherlock Communications mostra que 24% dos brasileiros investem em criptomoedas. Esse percentual de investidores representa mais de 37 milhões de brasileiros adultos.

Até o ano passado, 14% das pessoas investiam em criptomoedas. Ou seja: houve um crescimento de 70% entre 2023 e 2024. Esse aumento mostra que os brasileiros estão cada vez mais se interessando por esse mercado.

Mas a verdade é que a maioria esmagadora dos investidores que têm cripto em carteira comete um erro: eles não investem nos ativos que podem entregar os lucros mais atrativos. 

Explico: isso acontece porque boa parte só tem Bitcoin na carteira, que é a criptomoeda mais famosa do mundo. 

O problema é que, por já ser muito grande e conhecido, o Bitcoin até pode gerar bons retornos, mas não é ele que, sozinho, vai mudar a vida financeira dos investidores.

O BTC está custando pouco mais de US$ 65 mil. Além disso, é a maior criptomoeda do mundo e está bem consolidado no mercado.

Portanto, para entregar valorizações expressivas, de mais de 1.000%, por exemplo, o ativo teria que alcançar valores estratosféricos, o que, nos dias atuais, é difícil de acontecer.

Mas, por outro lado, para algumas criptomoedas menores, que ainda estão fora do radar e têm bons fundamentos, isso é totalmente possível.

Quem defende essa tese é o head de criptoativos da Empiricus Research, Valter Rebelo. Ele acredita que uma lista de criptomoedas específicas, chamadas de “alphacoins”, pode valorizar até 39.900%.

São ativos capazes de superar – e muito – a valorização do Bitcoin ao longo do tempo e que fazem parte de projetos sólidos, úteis e ainda subvalorizados. 

Diferente do BTC, essas moedas custam poucos dólares ou até mesmo centavos, o que possibilita esse potencial de retornos expressivos.

Mas, enquanto a maioria das pessoas olha apenas para o Bitcoin, apenas 0,08% dos investidores brasileiros de criptoativos estão aptos a acessar essas moedas que podem multiplicar o dinheiro investido por até 400 vezes.

Ou seja: são pouquíssimas pessoas que já estão buscando lucros “gordos” com os ativos digitais certos. Isso porque esse é o percentual de investidores brasileiros que têm acesso à carteira chamada Exponential Coins, liderada por Valter

O portfólio, criado em 2017, já entregou uma valorização quase 3 vezes maior que a do Bitcoin no mesmo período.

A carteira já foi responsável por cases de valorizações impressionantes, como por exemplo a recomendação de AXS em 2021, quando o token era pequeno e desconhecido. Em apenas 10 meses, o ativo disparou 31.500% e quem investiu “meros” R$ 3.500 e manteve o investimento durante todo o período de alta teve a oportunidade de ficar milionário.

Mas esses retornos ficaram no passado. Agora, Valter quer revelar uma lista de alphacoins atrativas para esse grupo de 0,08% dos investidores de cripto brasileiros – e você pode fazer parte dessa estatística…  

QUER FAZER PARTE DESSA ESTATÍSTICA? VEJA COMO ACESSAR LISTA DE ALPHACOINS

Cenário está alinhado para o mercado cripto decolar – e lista de ativos pode transformar R$ 5 mil em até R$ 2 milhões

As expectativas para o mercado de criptomoedas são bem promissoras, segundo a gestora Bernstein:

Fonte: Exame

Muitos investidores começaram a olhar para esse mercado depois que os ETFs de Bitcoin e, mais recentemente, o ETF de Ethereum, foram aprovados nos Estados Unidos.

Esses fundos listados em bolsa tendem a facilitar o acesso às criptomoedas e atraem mais investidores institucionais, como empresas, gestores e instituições financeiras, o que gera uma aproximação entre o mercado tradicional e os criptoativos.

Outro acontecimento positivo recente foi o Halving, que ocorreu no final de abril. Esse evento diminui a oferta de Bitcoin pela metade e tende a aumentar os preços desta criptomoeda. 

Além disso, o corte de juros nos Estados Unidos pode acontecer ainda neste ano, o que pode chamar a atenção para os ativos de maior risco como as criptomoedas.

Ou seja: o cenário está bem positivo. Não é à toa que o Bitcoin já disparou mais de 55% desde o início de 2024 e, nos últimos 12 meses, a valorização acumulada é de mais de 160%.

Mas o “pulo do gato” de investir em cripto é que quando o Bitcoin sobe, ele não costuma valorizar sozinho. Por ser a maior moeda digital do mundo, as movimentações tendem a impactar todo o mercado de criptomoedas.

E ativos menores, mais baratos e desconhecidos geralmente valorizam muito mais do que a maior moeda digital do mundo.

Entre 2015 e 2017, por exemplo, durante um ciclo de alta que fez o Bitcoin valorizar 8.000%, a média de alta das criptomoedas menores foi de 136.000%.

Valorização das criptomoedas pequenas (136.000%) em comparação com o Bitcoin (8.000%) no ciclo de 2015 a 2017
Fonte: CoinMarketCap | Elaboração: Empiricus

É claro que isso não é garantia de que retornos como esses vão se repetir. 

Mas Valter Rebelo está confiante de que, no ciclo de alta atual do BTC, uma lista de alphacoins pode entregar valorização surpreendente e multiplicar o dinheiro investido por até 400 vezes.

É um potencial e tanto. Mas como eu disse, só 0,08% dos investidores brasileiros de criptomoedas já estão preparados para buscar esses retornos

A boa notícia é que Valter quer aumentar essa porcentagem e quer revelar para você quais são as moedas mais promissoras do mercado cripto.

Para isso, o especialista vai participar do maior evento de criptomoedas do mundo, a Consensus, no Texas. O objetivo é muito claro: saber onde os gigantes do mercado cripto estão investindo, encontrar as melhores oportunidades entre as alphacoins e revelar todas essas informações em um grupo VIP de interessados (clique aqui para participar).

LISTA DE INTERESSADOS: VEJA COMO ACESSAR AS ALPHACOINS QUE PODEM MULTIPLICAR ATÉ 400X

Este é o passo a passo para fazer parte do grupo seleto que tem acesso aos ativos certos

Apenas os investidores que estiverem neste grupo organizado por Valter Rebelo poderão ficar sabendo quais são essas moedas que podem superar a valorização do Bitcoin

Veja bem: estamos falando de um potencial de multiplicar seu dinheiro por até 400 vezes. Isso significa que R$ 5 mil podem se tornar até R$ 2 milhões, por exemplo.

Imagine tudo que seria possível fazer com um patrimônio como esse. É, de fato, um potencial lucrativo divisor de águas na vida financeira de qualquer brasileiro.

E para poder ter acesso a essas moedas tão atrativas, é muito simples: basta clicar neste link ou no botão abaixo, entrar na lista de interessados e aguardar mais instruções do Valter. Esse é o passo a passo para fazer parte do seleto grupo de 0,08% que está apto a buscar lucros estrondosos com os melhores ativos.

Isso pode mudar de vez a sua vida:

VEJA COMO ACESSAR LISTA DE CRIPTOMOEDAS QUE PODEM ENTREGAR LUCRO DE ATÉ 39.900%

Compartilhe

conteúdo empiricus

‘Estamos muito tranquilos com essa carteira’: casa de análise mantém recomendação em ações que caíram 4% em maio; veja motivo

13 de junho de 2024 - 16:00

Empiricus decide manter ações em carteira que desvalorizou mais do que o Ibovespa no mês de maio; entenda a decisão da casa de análise e conheça as ações em que ela está apostando

Conteúdo Empiricus

2024 é ‘o ano que não começou’ para o Brasil, diz Felipe Miranda, da Empiricus; o que a bolsa precisa para retomar a trajetória de alta?

13 de junho de 2024 - 15:45

Veja quais são os gatilhos que podem ajudar a economia brasileira a decolar ainda neste ano, segundo o CEO da Empiricus

Conteúdo Empiricus

Renda fixa ou ‘perda fixa’? Conheça classe de ativos criticada mas que pode pagar retornos reais de 7,5% ao ano; entenda

13 de junho de 2024 - 12:00

Para analista da Empiricus Research, o investidor que deseja ganhar dinheiro no longo prazo deve ter uma estratégia de renda fixa na carteira

Conteúdo Empiricus

Brasil sobe em ranking mas ainda está entre ‘piores lugares do mundo para investir’, diz CEO; como se proteger com dólar?

13 de junho de 2024 - 8:00

Alta de 0,8% do PIB, no 1T24, colocou o Brasil na 8ª posição de ranking das maiores economias do mundo – mas ainda é preciso ter uma parte do patrimônio em dólar, diz Empiricus

Conteúdo Empiricus

“É inconcebível ter 0% de investimento no exterior”, diz analista da Empiricus Research; entenda o motivo

12 de junho de 2024 - 16:00

De acordo com Enzo Pacheco, não vale a pena focar no Brasil tendo em vista que o risco fiscal aqui é maior e há menos opções disponíveis na bolsa

Conteúdo Empiricus

‘Cavalo de pau’ na Selic? IPCA de maio pode fazer Copom ‘virar a mão’ e levar taxa básica de juros a 11%

12 de junho de 2024 - 12:00

Enquanto cenário atual pode assustar renda variável, analista recomenda 4 títulos de renda fixa “premium” para se proteger da inflação e buscar até 7,1% de ganho real sem Imposto de Renda

Conteúdo Empiricus

À espera de dividendos? Eletrobras (ELET6) vai lucrar R$ 4,7 bilhões com venda de ativos; veja quais são os planos da companhia

12 de junho de 2024 - 10:00

Na visão do analista da Empiricus, o lucro da Eletrobras (ELET6) com a venda das termelétricas pode ajudar nos dividendos, mas a elétrica tem outros projetos

Conteúdo Empiricus

Dividendos de até 9,4% nos próximos 12 meses: FII de tijolo é favorito de analista para buscar rendimentos mensais; veja qual

12 de junho de 2024 - 8:00

Analista recomenda um dos maiores FIIs de tijolos da indústria para investir no momento; veja ticker e outras quatro indicações

Conteúdo Empiricus

Tchau, Microsoft (MSFT34): veja por que o BDR saiu de carteira recomendada mensal – e qual big tech que ‘surfa’ a onda de IA entrou no lugar

11 de junho de 2024 - 16:00

Para Empiricus, BDR da Microsoft (MSFT34) ficou ‘caro’ demais; veja a seleção de ações internacionais para buscar lucros em dólar

Conteúdo Empiricus

Nem Even (EVEN3), nem MRV (MRVE3): essa outra construtora está barata e pode elevar pagamento de dividendos

11 de junho de 2024 - 15:00

Veja a empresa de construção civil que já mostrou resiliência frente a cenários difíceis e pode gerar bons dividendos, segundo analista

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar