🔴 META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM 2 OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Leticia Camargo
Leticia Camargo
Formada em Jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP). Já passou por agência de marketing digital, onde trabalhou com estratégias de SEO e marketing de conteúdo.
conteúdo empiricus

Debêntures incentivadas superam ações e podem chegar a R$ 100 bilhões este ano; veja 4 títulos para buscar até IPCA +7,1%

De janeiro a abril, as emissões de debêntures já somaram R$ 32,5 bilhões, número recorde para o período – veja onde estão as melhores oportunidades para investir

Leticia Camargo
Leticia Camargo
26 de maio de 2024
10:00 - atualizado às 10:19
debentures incentivadas
Imagem: Shutterstock

As debêntures incentivadas, títulos de dívida emitidos por empresas privadas, estão ganhando cada vez mais popularidade no mercado. Prova disso é que elas estão caminhando para alcançar os R$ 100 bilhões em volume emitido em 2024.

É nisso que acredita Samy Podlubny, responsável pela área de emissão de dívida local e internacional do UBS BB. Em entrevista ao Estadão, ele disse que “há muitas transações já contratadas para as próximas semanas e meses, e pode ser que o mercado chegue a R$ 100 bilhões” este ano.

Com isso, as debêntures devem superar, pelo segundo ano consecutivo, o total captado pelas empresas no mercado de ações. De janeiro a abril, já foram levantados R$ 32,5 bi nesta classe de ativos, segundo a Anbima.

E o avanço da oferta das debêntures só tende a crescer, sobretudo após as mudanças anunciadas para as LCIs e LCAs (letras de crédito). Em fevereiro, o governo decidiu alterar o prazo mínimo para esses investimentos.

Antes, a carência das LCAs era de 90 dias. Agora, o período mudou para 9 meses, enquanto de uma LCI passou de 90 dias para 12 meses. Com isso, a disponibilidade desses títulos vêm caindo drasticamente e as debêntures estão ganhando espaço no mercado.

Além disso, a perspectiva de que a Selic, taxa de juros brasileira, se mantenha em um patamar de 2 dígitos no final de 2024 também deve acentuar o interesse dos investidores pelas debêntures. 

Afinal, com a Selic alta, é esperado que os investidores deixem a bolsa de valores de lado para migrar para títulos de renda fixa. E, nesse contexto, as debêntures incentivadas podem servir como uma “pimentinha” no portfólio.

Isso porque, embora as debêntures sejam classificadas como ativos da renda fixa, elas tendem a ter rentabilidade superior à dos títulos tradicionais do mercado, como a poupança e os títulos do Tesouro Direto, por exemplo.

O que, por um lado, representa uma “pitada” a mais de risco. Mas, por outro, abre uma oportunidade de buscar retornos atrativos, que podem chegar a até IPCA +7,1%.

VEJA 4 DEBÊNTURES INCENTIVADAS PARA BUSCAR RETORNOS DE ATÉ IPCA +7,1%

Como buscar retornos de até IPCA +7,1% com debêntures incentivadas?

Para quem deseja investir em debêntures incentivadas e buscar retornos atrativos com a renda fixa, a analista Laís Costa, da Empiricus Research, tem recomendações que podem pagar até IPCA +7,1% ao ano.

Todos os meses, ela divulga uma lista de títulos de debêntures incentivadas que estão em uma oportunidade de compra interessante. O objetivo é formar uma carteira diversificada, abrangendo diferentes emissores e setores, com exposição máxima permitida por título.

Na carteira do mês de maio, por exemplo, a analista selecionou um título com emissor associado a uma líder no setor de saneamento privado no Brasil, responsável por cerca de 9,8 milhões de pessoas.

Trata-se de uma sociedade de propósito específico (SPE) para operar a concessão de abastecimento de água e esgoto na região central e norte da cidade do Rio de Janeiro e outros 8 municípios por um período de 35 anos.

Segundo a analista, esse título pode remunerar o investidor com até IPCA +7,1%, além da vantagem de ser isento de Imposto de Renda e ter um aporte inicial de R$ 1.071.

Mas essa é apenas uma das recomendações de Laís Costa. Além desta, há outras 3 indicações recentes feitas pela analista que estão disponíveis para qualquer investidor.

Isso porque a lista com as debêntures recomendadas por ela é gratuita. Para acessar, você só precisa fazer um cadastro para recebê-la no seu e-mail:

VEJA A LISTA COMPLETA DE DEBÊNTURES INCENTIVADAS PARA BUSCAR RETORNOS DE ATÉ IPCA +7,1%

Lá você vai encontrar todas as indicações de Laís Costa, com a descrição completa de cada debênture que ela está recomendando agora. Veja as oportunidades esperando por você:

Imagem: Reprodução Empiricus

Gratuito: libere seu acesso à carteira com 4 debêntures para investir agora

Portanto, se essa oportunidade de diversificar os seus investimentos na renda fixa faz sentido para você, sugiro que libere o seu acesso gratuito à carteira recomendada da analista Laís Costa.

Lá, você vai poder conhecer as 4 debêntures incentivadas para buscar rendimentos de até IPCA +7,1% com isenção de Imposto de Renda. Basta clicar aqui ou no link ao final desta reportagem para receber a carteira completa no seu e-mail.

Mas, como eu disse, embora tenham rendimentos atrativos, esses títulos são um pouco mais “apimentados” do que os títulos tradicionais. Isso significa que eles não substituem uma carteira diversificada de renda fixa, como uma reserva de emergência, por exemplo.

Dito isso, a carteira está liberada para você como uma cortesia da Empiricus, empresa do grupo BTG Pactual. Ou seja, você não precisa pagar nada – e nem se comprometer de forma alguma – para poder acessar esse conteúdo.

Libere seu acesso gratuito no link abaixo:

Compartilhe

conteúdo empiricus

‘Copo meio cheio’ ou ‘copo meio vazio’? Gestor projeta que o Ibovespa pode saltar até 21% e atingir os 145 mil pontos em 2024

18 de junho de 2024 - 12:00

João Piccioni, gestor de fundos da Empiricus Gestão, rebaixou a projeção para o Ibovespa de 170 mil para 145 mil pontos no fim de 2024; entenda o racional por trás da tese

Conteúdo Empiricus

Esqueça a análise técnica e o tape reading: novo indicador pode gerar média de R$ 3.000 por dia na bolsa

18 de junho de 2024 - 8:00

Indicador utiliza análise quantitativa e apenas alguns cliques para simplificar o day trade

Conteúdo Empiricus

Não para de subir: mercado eleva projeção da inflação (de novo); veja como ‘se blindar’ com títulos de renda fixa que pagam até IPCA +7,1%

17 de junho de 2024 - 14:00

Boletim Focus desta segunda (17) subiu a expectativa do IPCA em 2024 para 3,96% (ante 3,90%)

Conteúdo Empiricus

‘Compre ao som dos canhões’: Itaú (ITUB4), Equatorial (EQTL3) e mais 8 ações em ‘promoção’ na bolsa brasileira, segundo a Empiricus

17 de junho de 2024 - 9:56

Início de ano ruim do Ibovespa deixou algumas ações em preços de entrada extremamente atrativos, afirma analista; veja a seleção feita pela Empiricus Research

Conteúdo Empiricus

Ouvi um amém? Mudança do cálculo do FGTS beneficia essa construtora de baixa renda; veja recomendação

16 de junho de 2024 - 16:00

Para analista, decisão pode destravar os papéis dessa que é ‘a melhor construtora do segmento de baixa renda’

Conteúdo Empiricus

Criptomoeda mais barata que bilhete da Mega-Sena e da Lotofácil pode disparar, ajudando a fazer R$ 5.000 virar até R$ 2 milhões

16 de junho de 2024 - 14:00

Ela faz parte de uma lista com potencial de multiplicação de 400x nos próximos meses e as chances de uma valorização extrema são bem maiores que as da loteria

Conteúdo Empiricus

Ibovespa é ‘máquina de destruição de patrimônio’, diz empresário; retorno da bolsa brasileira foi 18x menor que do S&P 500 em 14 anos

16 de junho de 2024 - 10:00

Para Caio Mesquita, CEO de uma das maiores casas de análise do país, ‘é inconcebível ter 0% de investimento no exterior’

Conteúdo Empiricus

Analista CNPI dá passo ousado e lança ferramenta que pode gerar média de R$ 3 mil por dia na bolsa: ‘até uma criança consegue usar’

16 de junho de 2024 - 8:00

Criado pelo analista Paulo Wesley, o Indicador X é uma ferramenta disruptiva de análise de mercado; entenda como funciona

Conteúdo Empiricus

Mesmo com o Ibovespa abaixo dos 120 mil pontos e a debandada dos gringos, ‘a bolsa brasileira ainda merece uma chance’, diz analista

15 de junho de 2024 - 16:00

Segundo analista, o preço das ações é um bom motivo para continuar apostando na Bolsa brasileira

Conteúdo Empiricus

Cosan (CSAN3): compra de participação na Vale (VALE3) foi um erro? Entenda por que as ações da holding derretem no 1º semestre

15 de junho de 2024 - 14:00

Selic alta, decisão “ruim” de entrar na Vale e até MP ajudaram a derrubar ações da Cosan, afirma CEO da Empiricus; queda é oportunidade de compra?

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar