🔴 É HOJE! PLANO PRÁTICO PARA GERAR RENDA EM DÓLAR SERÁ REVELADO – VEJA COMO ACESSAR

Fernanda Lopes
Fernanda Lopes
Formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP). Tem experiência como pesquisadora e redatora.
Conteúdo Empiricus

Tesouro Direto do futuro? Esta criptomoeda pouco conhecida pode se beneficiar dos ‘títulos’ no ambiente digital

Moeda ligada a protocolo revolucionário tem potencial para multiplicar por até 100 cada real investido

Fernanda Lopes
Fernanda Lopes
1 de outubro de 2023
13:00 - atualizado às 19:25
criptomoedas
Imagem: Freepik

Se você investe em renda fixa, com certeza conhece o Tesouro Direto, modalidade de investimento muito procurada por quem se interessa em receber juros sobre os valores aplicados… mas o que as criptomoedas têm a ver com isso?

Uma criptomoeda em especial está saindo na frente ao ter relação com um projeto capaz de revolucionar aplicações similares aos títulos públicos.

Especialistas no assunto estão inclusive insinuando que esse projeto pode ser fundamental para o “Tesouro Direto do Futuro”.

Mas a melhor parte é que você não precisa esperar para ter a chance de ganhar dinheiro. Essa oportunidade permite lucros no presente, em até alguns meses, segundo projeções.

Para ser mais específica, estamos falando de uma criptomoeda que atualmente custa cerca de R$ 3, mas pode valorizar e alcançar até R$ 300 nos próximos meses. Ou seja, quem investir pode capturar um lucro de até 10.000%.

Ficou interessado? Então continue lendo, porque vou explicar melhor como buscar esses lucros e qual a relação da criptomoeda com o “Tesouro Direto do futuro”.

DESBLOQUEIE O ACESSO AO NOME DA CRIPTOMOEDA AQUI

‘Tesouro Direto do futuro’? Entenda como essa criptomoeda pode revolucionar o mercado de juros

Atualmente, aplicações como o Tesouro Direto são muito procuradas por investidores que têm interesse em deixar dinheiro “parado” e recolher os rendimentos depois de um tempo.

Trata-se de uma mecânica bem conhecida. Ao comprar um título, você está emprestando dinheiro para o Tesouro, que se compromete a devolvê-lo corrigido – ou seja, com juros – ao fim de um determinado período.

Para poder receber o valor integral dos juros no vencimento do título, é preciso carregar a aplicação até o final.

Também é possível receber pagamentos intermediários, quando se investe em títulos do Tesouro Direto com pagamento de cupom, por exemplo.

Qualquer que seja o título escolhido, o importante é que essa é uma maneira de receber renda passiva, de fazer seu dinheiro trabalhar para você.

Não é à toa que aplicações como essa atraem tanta gente, concorda? Em agosto de 2023, eram 2.373.706 brasileiros investindo apenas no Tesouro Direto – um número recorde, com aumento de 80.923 investidores desde o mês anterior.

Ou seja, estamos falando de um mercado atrativo, e que não para de crescer. Por isso é tão relevante pensar no futuro do Tesouro Direto.

E é aí que entram as criptomoedas. Ou, mais especificamente, o mundo das finanças descentralizadas, ou DeFi.

Chamamos de DeFi o conjunto de soluções financeiras que rodam em blockchain, a mesma tecnologia que torna possível o mercado de criptomoedas.

Graças aos protocolos DeFi, é possível executar transações de maneira automatizada, já que todas as operações são executadas por meio de programas inteligentes, e validadas pelos próprios usuários da rede.

Muitos especialistas acreditam que esse é o futuro do sistema bancário – uma rede inteligente, auto-suficiente, e descentralizada.

E, como uma coisa puxa a outra, é claro que também é possível investir dentro de protocolos DeFi, rentabilizando ativos digitais.

Como se trata de um setor muito novo, poucos projetos permitem esse tipo de juros hoje em dia. Mas isso, na verdade, é uma coisa boa.

Afinal de contas, é possível buscar lucro com esse mercado de outra forma: apostando nele enquanto ele está dando seus primeiros passos, para lucrar conforme ele cresce.

Pensa comigo: os acionistas que investiram em empresas como Google, Meta, e Apple na baixa, por exemplo, conseguiram ficar milionários começando com pouco, tudo porque souberam detectar uma tendência emergente antes do “boom”.

É a mesma lógica. Estamos falando de um tipo de tecnologia que pode revolucionar o mercado, como as grandes empresas de tecnologia fizeram anos atrás.

E quem sair na frente… vai ter a chance de embolsar os lucros antes de todo mundo.

VEJA COMO INVESTIR NO MERCADO QUE PODE REVOLUCIONAR O SETOR FINANCEIRO E FAZER MILIONÁRIOS

Criptomoeda de R$ 3 pode capturar ‘boom’ de setor revolucionário e decolar em meses

Existe uma criptomoeda que pode se aproveitar desse cenário para trazer lucros impressionantes.

Isso porque ela é o token vinculado a um dos protocolos DeFi mais promissores do mercado. 

A inovação deste protocolo está na maneira como ele permite rentabilizar ativos digitais a partir da segmentação, tokenizando a rentabilidade ao separá-la do ativo principal e permitindo a negociação dos dois.

Ou seja, o DeFi em questão divide o ativo em Principal Token (PT) e Yield Token (YT), ambos com valor definido por oferta e demanda.

Trazendo de volta a relação com os títulos do Tesouro Direto, é como se essa tecnologia tornasse possível comprar apenas a parcela referente aos cupons de um título público, coletando a rentabilidade de um ativo digital sem precisar tê-lo na carteira.

Mas o “pulo do gato” é que ainda se trata de um projeto pequeno, e, por esse motivo, com potencial para proporcionar ganhos exponenciais aos investidores.

Não por menos, nos últimos 12 meses, ela já valorizou mais de 1.400%.

E é claro que resultados passados não são garantia de lucros futuros, mas Vinicius Bazan, especialista em criptomoedas, detectou a oportunidade e afirma: 

Com a maturação do mercado de criptoativos e até mesmo a possível tokenização de ativos do mercado tradicional (os chamados real world assets, ou RWAs), esse protocolo pode se tornar um importante marketplace de juros. (...) Caso o protocolo seja bem sucedido em capturar uma pequena parcela deste mercado no futuro, é completamente plausível que vejamos o ativo se valorizando algumas dezenas de vezes.

Bazan acredita, inclusive, que as valorizações podem chegar a 100x.

Isso significa que ela pode multiplicar por até 100 cada real investido. Atualmente, a moeda custa R$ 3, mas, pelas estimativas de Bazan, o preço pode subir para R$ 300 nos próximos meses. 

Ou seja, mesmo valores pequenos podem render um bom dinheiro, o suficiente para fazer uma viagem, ou dar entrada em um carro novo… 

Investindo apenas R$ 10 mil é possível ficar milionário:

  • R$ 1.000 pode se transformar em R$ 100 mil;
  • R$ 5 mil poderiam se tornar R$ 500 mil
  • E R$ 10 mil podem se transformar em R$ 1 milhão – caso as projeções se confirmem.

Vinicius Bazan foi até Nova York em busca de detalhes sobre essa criptomoeda com potencial para fazer brasileiros comuns enriquecerem a partir de investimentos pequenos.

Agora, ele vai reportar o que descobriu e explicar como é possível buscar lucros verdadeiramente impressionantes, em uma transmissão gratuita, direto dos Estados Unidos.

Para receber acesso à transmissão, basta clicar em qualquer link desse texto e se inscrever na lista de interessados.

Você receberá o link e todos os materiais diretamente no seu e-mail, no dia 2 de outubro.

Lembre-se, estamos falando da possibilidade de multiplicar cada real investido por até 100 vezes, graças a uma tecnologia disruptiva que deve crescer cada vez mais daqui para frente.

E como a transmissão é gratuita, você não tem nada a perder. Pode assistir e tirar suas próprias conclusões. 

Se eu fosse você, não ficaria de fora.

GRATUITO: RECEBA SEU ACESSO AQUI

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Não para de subir: mercado eleva projeção da inflação (de novo); veja como ‘se blindar’ com títulos de renda fixa que pagam até IPCA +7,1%

17 de junho de 2024 - 14:00

Boletim Focus desta segunda (17) subiu a expectativa do IPCA em 2024 para 3,96% (ante 3,90%)

Conteúdo Empiricus

‘Compre ao som dos canhões’: Itaú (ITUB4), Equatorial (EQTL3) e mais 8 ações em ‘promoção’ na bolsa brasileira, segundo a Empiricus

17 de junho de 2024 - 9:56

Início de ano ruim do Ibovespa deixou algumas ações em preços de entrada extremamente atrativos, afirma analista; veja a seleção feita pela Empiricus Research

Conteúdo Empiricus

Ouvi um amém? Mudança do cálculo do FGTS beneficia essa construtora de baixa renda; veja recomendação

16 de junho de 2024 - 16:00

Para analista, decisão pode destravar os papéis dessa que é ‘a melhor construtora do segmento de baixa renda’

Conteúdo Empiricus

Criptomoeda mais barata que bilhete da Mega-Sena e da Lotofácil pode disparar, ajudando a fazer R$ 5.000 virar até R$ 2 milhões

16 de junho de 2024 - 14:00

Ela faz parte de uma lista com potencial de multiplicação de 400x nos próximos meses e as chances de uma valorização extrema são bem maiores que as da loteria

Conteúdo Empiricus

Ibovespa é ‘máquina de destruição de patrimônio’, diz empresário; retorno da bolsa brasileira foi 18x menor que do S&P 500 em 14 anos

16 de junho de 2024 - 10:00

Para Caio Mesquita, CEO de uma das maiores casas de análise do país, ‘é inconcebível ter 0% de investimento no exterior’

Conteúdo Empiricus

Analista CNPI dá passo ousado e lança ferramenta que pode gerar média de R$ 3 mil por dia na bolsa: ‘até uma criança consegue usar’

16 de junho de 2024 - 8:00

Criado pelo analista Paulo Wesley, o Indicador X é uma ferramenta disruptiva de análise de mercado; entenda como funciona

Conteúdo Empiricus

Mesmo com o Ibovespa abaixo dos 120 mil pontos e a debandada dos gringos, ‘a bolsa brasileira ainda merece uma chance’, diz analista

15 de junho de 2024 - 16:00

Segundo analista, o preço das ações é um bom motivo para continuar apostando na Bolsa brasileira

Conteúdo Empiricus

Cosan (CSAN3): compra de participação na Vale (VALE3) foi um erro? Entenda por que as ações da holding derretem no 1º semestre

15 de junho de 2024 - 14:00

Selic alta, decisão “ruim” de entrar na Vale e até MP ajudaram a derrubar ações da Cosan, afirma CEO da Empiricus; queda é oportunidade de compra?

Conteúdo Empiricus

E agora, Lula? Real tem o 7º pior desempenho do mundo contra o dólar em 2024; veja alternativas para dolarizar seus investimentos

15 de junho de 2024 - 12:00

Juros altos nos Estados Unidos e perda de âncoras importantes no cenário doméstico contribuíram para o desempenho ruim do real frente ao dólar, afirma analista

Conteúdo Empiricus

R$ 8 bilhões da poupança em maio ‘esconde’ fuga de dinheiro da caderneta; veja título de renda fixa que pode render 80% mais

15 de junho de 2024 - 10:00

Investidores estão diminuindo o favoritismo pela poupança – analista recomenda títulos de renda fixa com maior potencial lucrativo; veja

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar