🔴 META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM 2 OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Lucas Molina
Lucas Molina
Redator Jornalista de dos dois maiores portais econômicos do Brasil, Seu Dinheiro e Money Times, com mais de 3 anos de experiência e 200 textos escritos sobre finanças e mercado.
Conteúdo Empiricus

‘Saímos no tapa pra contratar quem tem esse MBA’: diretor de RH de empresa bilionária revela a qualificação em mercado financeiro capaz de gerar propostas de até R$ 35 mil no Linkedin

Qualificação se diferencia das demais oferecidas no mercado por formar profissionais preparados tanto em termos teóricos como práticos, capazes de lidar com situações do cotidiano que chegam a envolver bilhões de reais

Lucas Molina
Lucas Molina
30 de abril de 2023
8:00 - atualizado às 16:04
Linkedin MBA
Imagem: Montagem: Julia Shikota

Esqueça os textões no Linkedin e as pós-graduações que só têm nome e têm como professores pessoas que nunca trabalharam no mercado. Se você está pensando em fazer uma transição de carreira para o mercado financeiro ou quer melhorar de cargo e de salário dentro desse ecossistema, a sua opção deve ser outra.

O que está fazendo os profissionais de diversas áreas e setores progredirem nas suas carreiras a ponto de receberem propostas no Linkedin que chegam na casa dos R$ 35 mil é um MBA que você provavelmente ainda não conhece - mas o RH da empresa em que você trabalha ou quer trabalhar conhece.

Trata-se de uma especialização que tem potencial para atrair as maiores cabeças da Faria Lima, do Leblon e, para quem fala inglês, até mesmo de Wall Street (EUA) e City of London (Inglaterra).

Existe uma brincadeira, inclusive, de que os diretores de RH das empresas de finanças saem até mesmo ‘no tapa’ para contratar e pagar os maiores salários aos profissionais que possuem essa pós-graduação rara.

O MBA é tão aclamado que os alunos dessa pós-graduação saem praticamente prontos para trabalharem como gestores de fundos, assessores de investimento, analistas de ações e outros cargos com altos salários nas principais empresas do país.

O head de RH do grupo Empiricus, maior casa de análise financeira independente do Brasil, Thiago Veras, não mediu as palavras ao dizer que os currículos que chegam na sua mesa com esse MBA são praticamente colocados em uma ‘pasta especial’:

“Entre os RHs do mercado financeiro, nós até brincamos que, mesmo diante do alto salário, saímos no tapa por quem tem esse tipo de MBA e certificação. Claro que é uma brincadeira, mas quem tem uma joia dessa no currículo vira prioridade, porque é praticamente uma garantia de que aquele candidato consegue unir conhecimento teórico e prático – justamente o que buscamos” -Thiago Veras

A empresa em que Veras trabalha possui mais de 400 funcionários. Grande parte deles são gestores de fundos, analistas de mercado e assessores de investimento formados nas melhores universidades do país. 

Mas quem realmente faz os olhos do head brilharem são aqueles que possuem esse MBA. Sabe por quê?

QUERO RECEBER PROPOSTAS DE ATÉ R$ 35 MIL PARA TRABALHAR NO MERCADO FINANCEIRO

Chuva de propostas de até R$ 35 mil por mês: diretores de RH saem no tapa pra contratar quem tem esse MBA 

Enquanto a maioria das faculdades e cursos de mestrado e doutorado têm na sua grade curricular professores que são apenas ‘teóricos’ que nunca trabalharam de fato no dia a dia do mercado, esse novo MBA possui tutores que são profissionais com anos de experiência prática no mercado financeiro. 

Isso é importante porque a maioria das pessoas acredita que pelo simples fato de fazerem um MBA já serão automaticamente promovidas - mas isso é uma grande mentira.

Eu tenho certeza que você conhece profissionais que são menos qualificados que você, mas que ganham mais hoje. 

O que faz um profissional ser promovido não é a quantidade de diplomas e graduações que ele tem pendurado na parede, mas, sim, o resultado prático que ele entrega para a sua empresa.

MBAs servem para que você se qualifique tecnicamente e sinalize ao seu superior que você está estudando e se especializando para ocupar um cargo mais sofisticado. Eles chamam atenção dos 'headhunters', mas o que vai te fazer chegar lá são os resultados práticos que você entrega.

É por isso que este MBA é tão aclamado pelos RHs das maiores empresas do Brasil. Ele possui professores que trabalham de fato no dia a dia do mercado e que passam aos alunos os macetes para se darem bem no ambiente financeiro. 

E também é por isso que as vagas disponibilizadas para quem tem essa especialização são de brilhar os olhos. Veja algumas vagas disponíveis para quem tem esse MBA:

Quem tem esse MBA no currículo recebe uma chuva de propostas que chegam na casa dos R$ 35 mil por mês.

Para que você tenha ideia, o MBA é tão aclamado pelo mercado, que um gestor conhecido chegou a compará-lo com o de Stanford, faculdade referência do Vale do Silício, na Califórnia..

QUERO ESTAR APTO A RECEBER PROPOSTAS DE ATÉ R$ 35 MIL PARA TRABALHAR NO MERCADO FINANCEIRO

CEO de gestora afirma que MBA ‘o fez lembrar de Stanford' 

George Wachsmann, CEO de uma grande gestora do mercado financeiro, afirma que o MBA possui qualidade internacional.

Inclusive, em um post recente no Linkedin, comparou a pós-graduação com o MBA de Stanford, que o gestor de fundos cursou em 1999, quando ainda estava começando a sua carreira. Veja abaixo:

“De 99 a 2001, fiz mestrado na Stanford University e morei na Califórnia, nos Estados Unidos. 

Em Stanford, meu desafio era escolher quais aulas ou talks (palestras) eu queria perder – porque, na verdade, eu queria fazer todas. Mas isso só se eu tivesse uma máquina do tempo para estar presente em todas elas! 

Voltando para 2023, tenho orgulho em dizer que a Empiricus, em parceria com a FAAP, criou um MBA que me faz recordar destes tempos. 

Com qualidade internacional, o MBA da Empiricus tem aulas dinâmicas, interessantes e atuais, além de professores renomados e uma certificação que trará peso para o seu currículo.”

A comparação, de imenso peso, não é pra menos. Isso porque trata-se do único MBA do Brasil que mistura o rigor e tecnicidade de uma instituição tradicional com as visões práticas do dia a dia de quem trabalha com isso, como os profissionais da Empiricus.

Ou seja, dentro do MBA, você tem acesso a uma visão 360º de todo o mercado. Em outras palavras, o curso aborda desde os aspectos mais técnicos e teóricos até os mais práticos, que farão toda a diferença no seu cotidiano.

QUERO RECEBER PROPOSTAS DE ATÉ R$ 35 MIL PARA TRABALHAR NO MERCADO FINANCEIRO

Na segunda-feira, você vai poder começar a receber essas propostas

A boa notícia é que a partir de hoje você vai poder dar o primeiro passo para colocar esse MBA no seu currículo para ter a chance de começar a receber propostas de até R$ 35.000 por mês no Linkedin.

Embora o MBA só abra para novas inscrições na segunda-feira, dia 01/05,  a organização responsável pela pós decidiu liberar as 4 primeiras aulas inaugurais - que apresentam como será a dinâmica do MBA.

Dessa forma você pode conhecer o MBA sem precisar se comprometer financeiramente.

Para assisti-las, basta fazer o seu cadastro na lista de interessados. Dessa forma, você pode ver se a proposta da pós é benéfica para você e só depois decidir se quer ingressar.

QUERO RECEBER PROPOSTAS DE ATÉ R$ 35 MIL PARA TRABALHAR NO MERCADO FINANCEIRO

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Esqueça a análise técnica e o tape reading: novo indicador pode gerar média de R$ 3.000 por dia na bolsa

18 de junho de 2024 - 8:00

Indicador utiliza análise quantitativa e apenas alguns cliques para simplificar o day trade

Conteúdo Empiricus

Não para de subir: mercado eleva projeção da inflação (de novo); veja como ‘se blindar’ com títulos de renda fixa que pagam até IPCA +7,1%

17 de junho de 2024 - 14:00

Boletim Focus desta segunda (17) subiu a expectativa do IPCA em 2024 para 3,96% (ante 3,90%)

Conteúdo Empiricus

‘Compre ao som dos canhões’: Itaú (ITUB4), Equatorial (EQTL3) e mais 8 ações em ‘promoção’ na bolsa brasileira, segundo a Empiricus

17 de junho de 2024 - 9:56

Início de ano ruim do Ibovespa deixou algumas ações em preços de entrada extremamente atrativos, afirma analista; veja a seleção feita pela Empiricus Research

Conteúdo Empiricus

Ouvi um amém? Mudança do cálculo do FGTS beneficia essa construtora de baixa renda; veja recomendação

16 de junho de 2024 - 16:00

Para analista, decisão pode destravar os papéis dessa que é ‘a melhor construtora do segmento de baixa renda’

Conteúdo Empiricus

Criptomoeda mais barata que bilhete da Mega-Sena e da Lotofácil pode disparar, ajudando a fazer R$ 5.000 virar até R$ 2 milhões

16 de junho de 2024 - 14:00

Ela faz parte de uma lista com potencial de multiplicação de 400x nos próximos meses e as chances de uma valorização extrema são bem maiores que as da loteria

Conteúdo Empiricus

Ibovespa é ‘máquina de destruição de patrimônio’, diz empresário; retorno da bolsa brasileira foi 18x menor que do S&P 500 em 14 anos

16 de junho de 2024 - 10:00

Para Caio Mesquita, CEO de uma das maiores casas de análise do país, ‘é inconcebível ter 0% de investimento no exterior’

Conteúdo Empiricus

Analista CNPI dá passo ousado e lança ferramenta que pode gerar média de R$ 3 mil por dia na bolsa: ‘até uma criança consegue usar’

16 de junho de 2024 - 8:00

Criado pelo analista Paulo Wesley, o Indicador X é uma ferramenta disruptiva de análise de mercado; entenda como funciona

Conteúdo Empiricus

Mesmo com o Ibovespa abaixo dos 120 mil pontos e a debandada dos gringos, ‘a bolsa brasileira ainda merece uma chance’, diz analista

15 de junho de 2024 - 16:00

Segundo analista, o preço das ações é um bom motivo para continuar apostando na Bolsa brasileira

Conteúdo Empiricus

Cosan (CSAN3): compra de participação na Vale (VALE3) foi um erro? Entenda por que as ações da holding derretem no 1º semestre

15 de junho de 2024 - 14:00

Selic alta, decisão “ruim” de entrar na Vale e até MP ajudaram a derrubar ações da Cosan, afirma CEO da Empiricus; queda é oportunidade de compra?

Conteúdo Empiricus

E agora, Lula? Real tem o 7º pior desempenho do mundo contra o dólar em 2024; veja alternativas para dolarizar seus investimentos

15 de junho de 2024 - 12:00

Juros altos nos Estados Unidos e perda de âncoras importantes no cenário doméstico contribuíram para o desempenho ruim do real frente ao dólar, afirma analista

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar