🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Fernanda Lopes
Fernanda Lopes
Formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP). Tem experiência como pesquisadora e redatora.
Conteúdo Empiricus

Partiu aeroporto? Gleisi e Boulos ‘apertam’ Campos Neto e podem estimular movimento de queda brusca do real

Revisão das metas de inflação e dos juros sem contrapartida econômica pode comprometer estabilidade da economia; veja como se proteger sem precisar sair do país

Fernanda Lopes
Fernanda Lopes
15 de fevereiro de 2023
11:06 - atualizado às 11:42
Imagem: Divulgação/Montagem: Fernanda Lopes

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, foi ao Roda Viva, programa da TV Cultura na última segunda-feira (13). 

Ele afirmou que a decisão de alterar a meta da inflação não é só dele, porque também depende dos ministérios da Fazenda e Planejamento. Enquanto isso, as lideranças do PT continuam se manifestando publicamente contra as decisões do BC.

Não há uma decisão concreta sobre a possível mudança, já que a reunião do Conselho Monetário Nacional ainda não aconteceu. Mesmo assim, a insistência do governo em tocar no assunto pode ser preocupante para o bolso dos investidores brasileiros.

Afinal de contas, sabemos que o mercado costuma reagir mal à incerteza, precificando o risco político.

Isso faz com que o mercado nacional se torne menos atrativo para investidores, o que, por sua vez, implica desvalorização do real frente às outras moedas.

Uma própria queda do prêmio dos juros em meio ao risco poderia forçar uma debandada de capitais, ainda mais com os juros dos EUA nas alturas.

Em meio a isso tudo, muita gente está se perguntando: como essa picuinha vai afetar o bolso de quem investe?

Por sorte, existem alternativas para proteger seu patrimônio caso a economia comece a “derrapar”. É possível até “fugir do Brasil” e “blindar” seu patrimônio em uma economia mais forte, mas sem sair do Brasil de fato, sem abrir conta no exterior ou trocar seu dinheiro por dólares.

EMBATE ENTRE GOVERNO E BANCO CENTRAL PODE AFETAR SEU BOLSO? SAIBA COMO ‘FUGIR DO BRASIL’ PARA SE PROTEGER

Governo vai contrariar Campos Neto? Veja o que esperar do futuro da meta de inflação

Gleisi Hoffmann, presidente do PT, é uma das lideranças que se manifestou contra as decisões do Banco Central e contra a meta da inflação.

As falas de Roberto Campos Neto no programa Roda Viva repercutiram entre a cúpula do PT, que agora pretende convocar o presidente do BC para prestar esclarecimentos sobre as decisões do órgão.

Hoffmann chegou a questionar: “Se ele pode dar entrevista ao Roda Viva, por que não pode prestar esclarecimentos sobre essa política de juros exorbitantes ao Congresso?”

Além da cúpula do PT, Guilherme Boulos, deputado pelo PSOL e aliado político do governo, também vem se manifestando a favor da revisão da meta da inflação, além de ter protocolado ele próprio um convite para que Campos Neto compareça ao Congresso.

Na semana passada, Boulos chegou inclusive a se referir a Campos Neto como um “infiltrado do Bolsonaro” que tem interesse em “boicotar a economia”.

E, por mais que nenhum desses movimentos demonstre uma posição definitiva do governo, não é de se estranhar que investidores se sintam inseguros diante da possibilidade de que a meta de inflação - e, consequentemente, os juros - sejam revistos.

Principalmente se levarmos em conta que uma reunião do Conselho Monetário Nacional, órgão composto por Campos Neto, Fernando Haddad (Ministro da Economia) e Simone Tebet (Ministra do Planejamento e Orçamento) se aproxima.

As decisões do órgão são votadas, mas os membros do governo contam com dois dos votos, enquanto o Banco Central só tem um.

“Quem apresenta a proposta é o ministério. A gente [o Banco Central] pode contribuir tecnicamente dando sugestões, mas quem define a meta é o governo”, afirmou Campos Neto no Roda Viva.

Ou seja, a possibilidade de que o aumento da meta de inflação seja votado na reunião do Conselho Monetário Nacional ainda não está descartada.

A ECONOMIA PODE DERRAPAR, MAS EXISTE UM JEITO DE SE PROTEGER; SAIBA QUAL

Seu patrimônio pode estar protegido contra o risco-Brasil em apenas alguns cliques

O embate entre governo e Banco Central é “o risco da vez”, mas a verdade é que volta e meia passamos por algo parecido aqui no Brasil.

É impossível negar que vivemos em um país emergente, e que nosso mercado passa por “solavancos” com frequência…

E aí, acontece aquela mesma história que já conhecemos tão bem: o mercado reage, o país se torna menos atrativo para investidores estrangeiros e quem acaba “pagando a conta” é o investidor pessoa física aqui no Brasil.

Por conta disso, quem busca proteger seu patrimônio contra esses golpes sempre corre para outro mercado: o norte-americano.

Pensa comigo: estamos falando da maior economia do mundo, com uma moeda capaz de preservar seu valor mesmo passando por crises. Só isso já soa bem atrativo, não é?

Mas a história fica ainda melhor quando lembramos que os juros estão altos por lá – na verdade, estão no patamar mais alto dos últimos 16 anos.

Isso faz surgir uma oportunidade perfeita: investir em renda fixa na maior economia do mundo, com risco baixo e rendimentos em dólar.

Assim, é possível se “blindar” contra o risco-Brasil e ao mesmo tempo buscar rendimentos robustos aproveitando os lucros da renda fixa americana.

E não só enquanto governo e Banco Central não entram em consenso sobre os juros – esse é um tipo de investimento que pode te proteger durante um bom tempo, independentemente do que acontecer no mercado brasileiro.

E tudo isso em apenas um clique, graças a uma iniciativa da Empiricus Investimentos: ela faz a ponte entre o investidor brasileiro e os títulos de renda fixa americana, assim você pode investir no maior mercado do mundo sem nem precisar abrir conta em uma corretora estrangeira.

Para saber todos os detalhes sobre como é possível blindar seu patrimônio na economia americana em um clique, daqui do Brasil, é só clicar no link abaixo.

Você pode conhecer a estratégia sem compromisso, ou seja, não compromete nenhum centavo neste primeiro momento… mas tem a oportunidade de proteger seu dinheiro e ganhar muito.

GRATUITO: QUERO SABER COMO POSSO ME PROTEGER DOS RISCOS DO BRASIL E BLINDAR MEU PATRIMÔNIO NA ECONOMIA AMERICANA

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Hora de fugir de Americanas (AMER3)? Mesmo com proposta para deixar de ser ‘penny stock’, analista não recomenda compra; entenda os principais motivos

26 de maio de 2024 - 12:00

Americanas anuncia grupamento de ações e aumento de capital de até R$ 40,7 bilhões, mas indicadores desfavoráveis fazem ativo ser ‘furada’; conheça melhores varejistas para investir

conteúdo empiricus

Debêntures incentivadas superam ações e podem chegar a R$ 100 bilhões este ano; veja 4 títulos para buscar até IPCA +7,1%

26 de maio de 2024 - 10:00

De janeiro a abril, as emissões de debêntures já somaram R$ 32,5 bilhões, número recorde para o período – veja onde estão as melhores oportunidades para investir

Conteúdo Empiricus

Conheça ‘segredo’ de Trump, Neymar e Justin Bieber para lucrar mais de 98% em 2024

26 de maio de 2024 - 8:00

A carteira de investimentos dos astros é composta por ativos acessíveis ao brasileiros e que podem se multiplicar por até 400x

Conteúdo Empiricus

Enquanto o Maxi Renda (MXRF11) anuncia emissão de cotas, outro FII pode pagar IPCA+7,7%; entenda

25 de maio de 2024 - 12:00

Dividendos do MXRF11 vem diminuindo ao longos dos meses, mas existem outras opções mais rentáveis no mercado de FIIs

conteúdo empiricus

Média de R$ 5 mil por mês: um dos maiores sistemas de trading quantitativo do Brasil pode gerar essa quantia com 4 cliques; entenda

25 de maio de 2024 - 10:00

Conheça o Gradiente Linear, sistema de trading quantitativo automatizado que foi desenvolvido por Valério Krug, trader com 18 anos de experiência neste mercado

Conteúdo Empiricus

De US$ 3 mil a US$ 46 milhões: PEPE atinge máxima histórica e trader lucra mais de 15.000 vezes; veja as criptomoedas para buscar lucros exponenciais

25 de maio de 2024 - 8:00

Não aproveitou o rali de Pepe Coin? Fique tranquilo: há outras moedas de elevado potencial de retorno que têm fundamento e que não são “meme”; veja quais

Conteúdo Empiricus

Banco do Brasil (BBAS3): ‘não durmo tranquila com essa ação, apesar do valuation parecer barato’, diz analista

24 de maio de 2024 - 14:02

Aumento dos spreads e da inadimplência podem reduzir rentabilidade do Banco do Brasil ao longo do tempo, avaliam analistas; veja qual é a melhor ação do setor para investir

Conteúdo Empiricus

Acabou o otimismo do Ibovespa? Gestor diz se Selic em 10% a.a. em 2024 pode acabar com os planos de rali da bolsa

24 de maio de 2024 - 12:00

Ibovespa já despencou quase 5% neste ano com pessimismo no cenário internacional e incertezas sobre a Selic – veja como ficam as ações daqui para frente

Conteúdo Empiricus

Bitcoins de 2013 são movimentados e especialista alerta: ainda dá pra ficar rico com uma lista de criptomoedas

24 de maio de 2024 - 10:00

Equipe que já recomendou cripto que subiu até 24.000%, em apenas 10 meses, acredita que nova lista pode transformar R$ 5 mil em até R$ 2 milhões

Conteúdo Empiricus

Nvidia (NVDC34) não é a única ‘jóia’ do mercado de IA: analista indica outra ação gringa do setor tech para investir agora

24 de maio de 2024 - 8:00

Veja o nome da ‘concorrente’ de Nvidia que tem potencial de disparar na Bolsa com o crescimento da inteligência artificial

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar