🔴 AÇÃO QUE JÁ DISPAROU 1.200% E AINDA ESTÁ BARATA – VEJA QUAL

Isabelle Santos
Isabelle Santos
Comunicóloga formada pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). É redatora do Money Times, Seu Dinheiro e Empiricus.
Conteúdo Empiricus

Imposto de Renda: se você ganha até R$ 4,6 mil por mês deveria estar isento; saiba como gerar até 56% de ‘desconto’ em parte da sua declaração

Descubra como lei dos anos 2000 garante que contribuintes não tenham que esperar pelo governo para pagar menos imposto

Isabelle Santos
Isabelle Santos
5 de fevereiro de 2023
10:00 - atualizado às 11:40
salário dinheiro carteira de trabalho imposto de renda
Imagem: Shutterstock

Todos os anos, entre março e abril, os brasileiros precisam preencher a sua declaração de Imposto de Renda. E a cada ano que passa mais pessoas entram para a lista de contribuintes, não porque estamos enriquecendo, mas por uma defasagem na tabela do IR

Desde 2016, quando foi atualizada parcialmente durante o governo de Dilma Rousseff, não houve reajustes na tabela. Isso sem contar que o último ajuste integral foi há 27 anos atrás, em 1996. 

Assim, a Unafisco Nacional (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal) estima que a tabela de Imposto de Renda tenha uma defasagem acumulada de aproximadamente 146%

Segundo projeções da FecomercioSP, nas condições ideais, quem ganha até R$ 4.682,95 mensal deveria estar isento. Atualmente, quem ganha R$ 1.903,98, ou seja 1,5 salários, já é obrigado a realizar a declaração anual de Imposto de Renda. 

Uma das propostas de campanha do atual presidente era a isenção de IR para quem ganha até R$ 5 mil por mês. Contudo, o projeto ainda tramita no Congresso Nacional e dificilmente será aprovado em 2023. 

Mas o que poucas pessoas sabem é que não é necessário esperar que o governo realize uma nova atualização na tabela de IR para pagar menos imposto. Existe uma lei dos anos 2000 que garante até 56% de “desconto” para quem ganha até R$ 4.682,95 por mês e investe neste ativo. 

Ao utilizar esta estratégia você pode conseguir não apenas um belo “desconto” no Imposto de Renda, mas também vai poder “turbinar” o seu patrimônio. 

A seguir, explico com mais detalhes qual é essa estratégia e como aprender o passo a passo para executá-la.

Entenda a defasagem na tabela do Imposto de Renda 

A atualização da tabela do Imposto de Renda sempre volta à discussão no início do ano. Como já disse anteriormente, a última correção integral aconteceu em 1996. Na época, o salário mínimo era de R$ 122,00 e quem ganhava até 9 salários estava isento

Entretanto, sem a devida atualização, essa proporção foi reduzindo e hoje quem ganha 1,5 salários já é obrigado a contribuir

Fonte: Money Times

Se você fez as contas, 9 salários mínimos em 1996 eram R$ 1.008,00 e atualmente 1,5 salários são R$ 1.903,98. 

Olhando os números, parece que estamos ganhando mais, mas veja só o gráfico abaixo, ele mostra quanto precisaríamos gastar em 2022 para comprar o mesmo que era possível comprar com apenas R$ 100,00 entre 1994 e 2022: 

Em 1996, ano do último reajuste da tabela do Imposto de Renda, com R$ 100 era possível comprar algo que em 2022 custaria R$ 483,69. Ou seja, ao longo dos anos perdemos poder de compra por conta da inflação

Em outras palavras, quem ganha R$ 1.903,98 hoje consegue comprar muito menos do que quem ganhava R$ 1.008,00 há 27 anos. Assim, exigir que quem recebe 1,5 salários por mês declare Imposto de Renda é o mesmo que cobrar dos mais pobres cada vez mais imposto. 

E por que a tabela não é atualizada todos os anos? 

Se a inflação continua corroendo o nosso poder de compra, o ideal seria que todos os anos a tabela de contribuição para o Imposto de Renda fosse atualizada. 

Entretanto, esbarramos em um impasse. Se a correção da tabela do Imposto de Renda fosse realizada hoje, aproximadamente 30 milhões de brasileiros estariam isentos.

Além disso, muita gente que hoje paga a alíquota máxima passaria a pagar menos. Isso representaria um déficit de aproximadamente R$ 240 bi na arrecadação da União. 

Por esse motivo, o ministro do trabalho, Luiz Marinho, defende a isenção gradual. Ou seja, até que a atualização da tabela chegue para quem ganha R$ 5 mil por mês, como prometeu o presidente Lula, pode levar algum tempo. 

VOCÊ NÃO PRECISA ESPERAR O GOVERNO MUDAR AS REGRAS DO IR: VEJA AQUI COMO PAGAR MENOS IMPOSTO 

Como conseguir ‘desconto’ de até 56% em parte do Imposto de Renda?

Eu sei que a declaração de Imposto de Renda por si só já é um tema complicado que envolve diversas variáveis. Mas para conseguir um “desconto” maior no imposto devido são necessárias duas coisas: investir em previdência privada e realizar a declaração no modelo completo

Por lei, investir em previdência privada garante a dedução fiscal de até 12% da renda tributável. Para isso é necessário aportar essa parcela dos seus ganhos anuais em um fundo de previdência privada do plano PGBL.

Ao investir em fundos de previdência com essas características, você consegue postergar o pagamento de parte do IR devido. E, ainda, tem a chance de pagar uma alíquota menor.  

Por exemplo,uma pessoa que ganha mais de R$ 56 mil por ano (ou cerca de R$ 4.682,95 por mês), já está na faixa de 27,5% da tabela do IR. Apesar disso, apenas parte da renda que exceda o limite estipulado pela tabela, isto é, R$ 53.565,72 por ano, será tributado com a alíquota máxima.  

Dessa forma, podemos assumir que a alíquota efetiva deste contribuinte é de 22,5% (a segunda faixa mais alta), mas ainda assim, estamos falando de uma ‘porrada’ de imposto todos os anos. Contudo, se este contribuinte investir 12% da sua renda bruta em previdência privada, ele deixará de pagar 22,5% de IR sobre até R$ 6.720,00

Ao invés disso, vai pagar apenas uma alíquota que pode chegar a 10% apenas quando fizer o resgate da previdência privada. 

Ou seja, é possível trocar uma alíquota efetiva de 22,5% por uma de 10%, a menor alíquota possível em investimentos. Isso significa um “desconto” de 56% em parte do seu Imposto de Renda.

GUIA GRATUITO: VEJA COMO INVESTIR PARA BUSCAR ‘DESCONTO’ NO IMPOSTO DE RENDA

Você também pode ter a oportunidade de ‘turbinar’ o seu patrimônio

Conseguir um “desconto” em parte do seu Imposto de Renda é um dos benefícios de investir em previdência privada. Esse tipo de ativo também pode ser um acelerador da sua aposentadoria

Isso porque esse tipo de investimento conta com incentivos tributários importantes: 

  • Inexistência de come-cotas
  • Alíquota de IR de apenas 10% para aplicações no regime regressivo com duração igual ou superior a 10 anos.

Ou seja, o dinheiro que seria descontado continua rendendo na sua previdência, acelerando a construção de patrimônio para a sua aposentadoria. 

Mas para isso, você não pode investir em qualquer previdência privada… 

Por mais que seja um investimento bastante tradicional, na prática, os brasileiros sabem pouco sobre previdência privada. Para se ter uma ideia, segundo Raio X Anbima de 2022 apenas 4,6% da população conta com esse tipo de investimento para o futuro. 

Assim, é normal não saber das possibilidades que a previdência oferece. A maioria do dinheiro depositado em previdência no Brasil ainda está em fundos que investem apenas em renda fixa. 

Na prática, o investidor paga caro para investir em um fundo cuja rentabilidade é comparável à do Tesouro Selic, título público disponível no Tesouro Direto, que você pode comprar em várias corretoras sem pagar taxa de administração e correndo pouquíssimo risco. 

É um resquício do passado, quando esses produtos não tinham tantas boas opções na prateleira.

Felizmente, o mercado evoluiu.

Por isso, antes de sair por aí comprando o primeiro fundo de previdência privada que você encontrar, saiba que existem ao menos 150 títulos que não valem o seu dinheiro

Bruno Mérola, analista da Empiricus Research, preparou uma lista com os 150 piores fundos de previdência para você passar longe (veja aqui). 

E para te ajudar a encontrar o título de previdência privada ideal para o seu perfil, a Empiricus Investimentos liberou como cortesia o Guia da Previdência Privada.

Neste material você vai encontrar tudo o que precisa saber para investir nesse ativo com segurança. Entre os assuntos abordados você vai descobrir:

  • Vantagens de ter um plano de Previdência; 
  • Como escolher o melhor plano para você: PGBL ou VGBL; 
  • Regimes de tributação: progressivo ou regressivo
  • Como usar a Previdência para aumentar sua restituição do Imposto de Renda
  • Planilha financeira para calcular quanto você precisa investir.

BÔNUS: Os 4 melhores fundos para investir em previdência privada. 

Clique neste link ou no botão abaixo para acessar o guia gratuitamente: 

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

A Selic vai ‘estacionar’ em 10%? Veja setor da bolsa que pode se beneficiar da manutenção da taxa de juros nos dois dígitos

23 de maio de 2024 - 12:00

Para este setor da economia, a projeção de uma Selic de dois dígitos em 2024 ainda pode ser uma boa notícia

conteúdo empiricus

FIIs de crédito são a solução para cenário macro desafiador, diz analista; veja qual fundo imobiliário ele recomenda

23 de maio de 2024 - 10:00

Pedro Niklaus, analista da Empiricus Research, indica um FII de crédito imobiliário que é boa opção para comprar agora; dividendos podem chegar a até 10,6%

Conteúdo Empiricus

Quanto mais paciência você tiver, mais será recompensado’: lista de criptomoedas pode multiplicar investimento em até 400x

23 de maio de 2024 - 8:00

Entenda o contexto atual do mercado e saiba como ter acesso à lista de moedas, ainda desconhecidas, para buscar até R$ 2 milhões com R$ 5 mil

Conteúdo Empiricus

ETF de Ethereum vem aí? Aprovação na SEC pode impulsionar uma lista de criptomoedas a subirem até 39.900%

22 de maio de 2024 - 18:00

Segundo especialista, ativos menores têm o potencial de multiplicar em até 400x com otimismo do mercado de criptomoedas

Conteúdo Empiricus

“Não entenderam nada”: trader rebate críticas sobre método usado para buscar lucros médios de R$ 2 mil por dia

22 de maio de 2024 - 16:00

Por meio de um vídeo de esclarecimento, André Machado afirma que haters fazem muito barulho, mas são minoria

Conteúdo Empiricus

Conheça a história que mudou o mercado de criptomoedas e as novas oportunidades para investir no 14º Bitcoin Pizza Day

22 de maio de 2024 - 15:58

Primeira transação real envolvendo criptomoedas completa 14 anos; hoje, com o mercado mais consolidado do que nunca, veja quais são as moedas com maior potencial de valorização

Conteúdo Empiricus

Não é ChatGPT 4o: conheça o sistema inteligente que pode gerar média de até R$ 2.000 por dia na internet

22 de maio de 2024 - 13:52

Sistema criado por empresário brasileiro utiliza oportunidades no mercado financeiro pra poder gerar R$ 2.000 por dia, em média

Conteúdo Empiricus

Ação dos boletos mais importantes dos brasileiros já disparou 1.200% e está barata, segundo analista: ‘é uma das melhores empresas do setor’

22 de maio de 2024 - 12:00

Empresa atua no segmento de água e energia, entregou bons resultados no 1º trimestre de 2024 e é uma das favoritas da Empiricus para investir agora

Conteúdo Empiricus

Governo Lula ‘planta gastos para colher inflação’: arcabouço fiscal do Brasil já tem data de validade e analista prega cautela a investidores

22 de maio de 2024 - 10:00

Segundo consultoria, âncora brasileira é inconsistente e sua queda, projetada para 2026, “é certa”

Conteúdo Empiricus

Roberto Campos Neto pode ‘encerrar’ ciclo de cortes na Selic; entenda e veja em quais títulos de renda fixa investir neste cenário

22 de maio de 2024 - 8:00

Segundo analista, há um risco ‘não trivial’ da meta de inflação não ser entregue; entenda

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar