🔴 [TESTE GRÁTIS] NOVO APP PODE GERAR ATÉ R$ 680 POR DIA COM 3 CLIQUES – CONHEÇA

Isabelle Santos
Isabelle Santos
Comunicóloga formada pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). É redatora do Money Times, Seu Dinheiro e Empiricus.
Conteúdo Empiricus

Imposto de Renda 2023: se você ganha mais de R$ 8 mil por mês e não faz isto, está ‘perdendo’ R$ 1.174 para Receita Federal

Muitos brasileiros deixam dinheiro na mesa ao fazer a declaração do Imposto de Renda, mas com esta estratégia essa grana pode voltar para o seu bolso

Isabelle Santos
Isabelle Santos
8 de março de 2023
13:00 - atualizado às 10:17
Montagem com um leão abocanhando o logo da Receita Federal
O leão costuma ser utilizado como símbolo para a Receita Federal após o próprio Fisco utilizar o animal em campanhas publicitárias na década de 80. - Imagem: Imagem: Canva / Montagem: Isabelle Santos

Entramos naquela época do ano em que muitos brasileiros começam a reunir a papelada para realizar a declaração do Imposto de Renda 2023

Neste momento, uma das principais preocupações das pessoas é se certificar de que não estão deixando passar nenhuma informação para não cair na famosa malha fina. 

Por outro lado, entra ano e sai ano e tem gente que continua “perdendo dinheiro” para a Receita Federal. Por exemplo, você sabia que uma pessoa que ganha em torno de R$ 8 mil por mês pode estar deixando na mesa cerca de R$ 1.174,05 a cada declaração?

Isso acontece porque poucas pessoas sabem que existe uma maneira de receber essa grana na restituição. E não estamos falando de dar um “jeitinho” para ganhar mais. 

Existe uma lei dos anos 2000 que garante aos brasileiros que investem em um ativo específico a possibilidade de ter uma restituição maior. A seguir eu explico em mais detalhes como isso é possível. 

Como você pode estar 'perdendo dinheiro’ para a Receita Federal?

Eu sei que o assunto Imposto de Renda por si só já é algo complicado, que envolve diversas variáveis. E a ideia de estar “perdendo” dinheiro na declaração do Imposto de Renda parece ser contraditória. 

Afinal, muitos brasileiros costumam receber uma restituição, isto é, uma grana extra, ao acertar as contas com o Leão. Assim, para explicar como você pode estar deixando dinheiro na mesa, os analistas da Empiricus Research fizeram a seguinte simulação: 

Imagine uma pessoa que ganha por ano R$ 100 mil bruto (ou cerca de R$ 8.300 por mês) e trabalha de acordo com o regime CLT. Isto quer dizer que, a cada salário recebido por este indivíduo, 27,5% de Imposto de Renda é retido na fonte.

Além disso, ele contribuiu com o INSS e o desconto também foi realizado na fonte. Na simulação os especialistas ainda consideraram que essa pessoa não tem dependentes e nem teve gastos com saúde. 

Assim, ao incluir todas essas informações no sistema do Imposto de Renda o resultado foi o seguinte: 

Fonte: Empiricus Research

Perceba que, nessas condições, ao realizar a declaração simplificada, o sujeito do nosso exemplo receberia uma restituição de R$ 2.125,89, nada mal. 

Mas, e se eu te dissesse que ele está “perdendo” R$ 1.174,05? 

Os analistas da Empiricus Research fizeram uma segunda simulação em que o mesmo indivíduo segue a estratégia recomendada pelos especialistas e veja só: 

Fonte: Empiricus Research

No segundo cenário, ao seguir a estratégia recomendada pelos analistas e realizando a declaração completa, o mesmo indivíduo poderia aumentar em 55% a sua restituição. 

Mas, de onde vieram os R$ 1.174,05? 

Essa provavelmente deve ser a pergunta que você está se fazendo agora. Ora, se a pessoa do exemplo não tinha dependentes nem outras despesas a serem declaradas, como ela conseguiu aumentar a restituição? 

Na simulação feita pelos analistas da Empiricus Research foi possível turbinar a restituição por meio da previdência privada

Acontece que quem investe em previdência privada no plano PGBL pode deduzir até 12% da renda tributável, desde que este montante esteja investido nesse tipo de ativo. Este é um benefício garantido aos brasileiro por meio da lei complementar n.109 sancionada nos anos 2000.

Ou seja, considerando uma pessoa que ganha R$ 100 mil por ano (como no exemplo anterior), ela pode investir até R$ 12 mil em previdência privada e deduzir esse valor do seu Imposto de Renda. 

Essa dedução resulta em uma restituição maior ao optar por realizar a declaração completa do IR. 

Isso sem falar que, investindo na previdência, você  pode deixar de pagar 27,5% de IR sobre até R$ 12 mil por ano, isto é, 12% da sua renda bruta. Ao invés disso, vai pagar apenas uma alíquota que pode chegar a 10% quando fizer o resgate da previdência privada. 

Ou seja, é possível trocar uma alíquota de 27,5% por uma de 10%. Isso significa um “desconto” de 63% em parte do seu Imposto de Renda.

GUIA GRATUITO: VEJA COMO DEIXAR DE ‘PERDER DINHEIRO’ PARA RECEITA FEDERAL

Quanto a sua restituição pode aumentar seguindo essa estratégia? 

Como vimos, na simulação feita pelos analistas, o indivíduo passou a receber R$ 1.174,05 a mais na restituição ao investir em previdência privada. Contudo, é importante ressaltar que esse valor varia de contribuinte para contribuinte.  

Tudo vai depender da sua renda bruta anual, se você tem dependentes, gastos com saúde, educação, outras despesas dedutíveis, e claro, do quanto você investiu em previdência privada no modelo PGBL. 

No Guia Gratuito da Previdência Privada, você encontra uma planilha para lhe ajudar a realizar essa simulação e descobrir se essa estratégia é realmente vantajosa para você.

Além de turbinar a sua restituição, você pode antecipar a sua aposentadoria

Deixar de “perder dinheiro” para a Receita Federal na sua declaração do Imposto de Renda é apenas um dos benefícios de investir em previdência privada. Além disso, esse tipo de ativo também pode ser um acelerador da sua aposentadoria

Isso porque esse tipo de investimento conta com incentivos tributários importantes: 

  • Inexistência de come-cotas
  • Alíquota de IR de apenas 10% para aplicações no regime regressivo com duração igual ou superior a 10 anos.

Ou seja, o dinheiro que seria descontado continua rendendo na sua previdência, acelerando a construção de patrimônio para a sua aposentadoria. 

Mas nem toda previdência privada vale o seu dinheiro…

Agora que você já sabe que investir em previdência privada é uma forma de deixar de ‘perder dinheiro’ no Imposto de Renda, eu preciso te fazer um alerta: tem muitos fundos de previdência privada ruim no mercado.

Os bancões adoram vender esse tipo de produto aos seus clientes, mas, em muitos casos, são títulos com uma rentabilidade próxima e até mesmo abaixo do CDI e taxas de administração abusivas. 

Ou seja, na prática, o investidor paga caro para investir em um fundo cuja rentabilidade é comparável à do Tesouro Selic, título público disponível no Tesouro Direto, que você pode comprar em várias corretoras sem pagar taxa de administração e correndo pouquíssimo risco. 

Por isso, antes de sair por aí comprando o primeiro fundo de previdência privada que você encontrar, saiba que existem ao menos 150 títulos que não valem o seu dinheiro

Bruno Mérola, analista da Empiricus Research, preparou uma lista com os 150 piores fundos de previdência para você passar longe (veja aqui). 

Veja os 4 melhores fundos de previdência para investir

E para te ajudar a encontrar o título de previdência privada ideal para o seu perfil, a Empiricus Investimentos liberou como cortesia o Guia da Previdência Privada.

Neste material você vai encontrar tudo o que precisa saber para investir nesse ativo com segurança. Entre os assuntos abordados você vai descobrir:

  • Vantagens de ter um plano de Previdência; 
  • Como escolher o melhor plano para você: PGBL ou VGBL; 
  • Regimes de tributação: progressivo ou regressivo
  • Como usar a Previdência para aumentar sua restituição do Imposto de Renda
  • Planilha financeira para calcular quanto você precisa investir.

BÔNUS: Os 4 melhores fundos para investir em previdência privada. 

Com esse material você vai aprender a deixar de “perder dinheiro” na sua declaração do Imposto de Renda, além dos outros benefícios que a previdência privada oferece.

O Guia da Previdência Privada é gratuito e, para acessá-lo, basta clicar neste link e seguir as instruções. 

Fique tranquilo, pois o acesso é gratuito mesmo e você não precisa pagar nada em momento algum. 

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Selic a 10,5% não é o que muda o jogo: Copom deixa oportunidade escancarada nas estrelinhas

20 de junho de 2024 - 16:00

Projeções já apontavam para fim do ciclo de queda, mas confirmação do Copom deixa ‘recado oculto’ no ar; veja qual

Conteúdo Empiricus

Petrobras (PETR4): veja o impacto do acordo bilionário com a União no dividend yield da companhia, segundo analista

20 de junho de 2024 - 14:03

Para Ruy Hungria, da Empiricus, apesar do acordo ter sido positivo para a Petrobras, era impossível que ele fosse feito sem “nenhum ferimento” nos dividendos da estatal

conteúdo empiricus

Obrigado, Campos Neto: Ibovespa alcança os 121 mil pontos com Selic mantida em 10,50% ao ano; o que agradou o mercado?

20 de junho de 2024 - 13:00

Para Matheus Spiess, analista da Empiricus, esse é o primeiro passo rumo à ‘direção certa’; veja outros fatores que podem impactar positivamente o Ibovespa em 2024

Conteúdo Empiricus

Nvidia dispara 181% e carrega S&P 500 nas costas, mas analista põe futuro da ação em xeque: ‘é um papel arisco, será que alta vai ser sustentável?’

20 de junho de 2024 - 12:00

Nvidia (NVDC34) se tornou a queridinha do mercado pelo ‘boom’ da inteligência artificial, mas analista prefere a ação de uma concorrente; veja qual

Conteúdo Empiricus

Bitcoin em US$ 200 mil é ‘fichinha’: esta lista de criptomoedas alternativas pode se multiplicar por 400 vezes, transformando cada R$ 2,5 mil em até R$ 1 milhão

20 de junho de 2024 - 10:05

Enquanto analistas apostam em alta de 200% do Bitcoin até o final de 2025, criptomoedas menores têm potencial de se valorizarem 39.900%; veja a lista

Conteúdo Empiricus

Enquanto a bolsa ‘derrete’, essa varejista vai na contramão e sobe 4,5% em uma semana

20 de junho de 2024 - 8:00

Veja a ação de empresa do varejo que pode estar no começo de um ciclo de alta, segundo analistas da Empiricus

conteúdo empiricus

Campos Neto estagna Selic a 10,50% ao ano, mas essas 5 ações continuam sendo uma boa pedida para o investidor de bolsa

19 de junho de 2024 - 19:20

Para Ruy Hungria, da Empiricus, essa categoria de ações tende a ser a menos afetada pela perspectiva de juros mais altos por mais tempo

Conteúdo Empiricus

“É preciso que haja unanimidade na votação do Copom para recuperar a credibilidade perdida”, diz analista

19 de junho de 2024 - 17:00

Interferência de Lula na política monetária pode estressar o mercado e causar reação pior que placar de 5 a 4 no mês de maio; veja o que esperar da reunião do Copom de hoje (19)

Conteúdo Empiricus

Apple (AAPL) chega ‘atrasada’ na corrida da inteligência artificial, mas pode se tornar líder nessa disputa; entenda

19 de junho de 2024 - 16:00

Apple Intelligence é a primeira IA voltada para o consumidor final, avalia analista da Empiricus Gestão

Conteúdo Empiricus

‘Ressaca pós-Halving’: Bitcoin (BTC) pode cair ainda mais e revisitar os US$ 60 mil essa semana; entenda motivos

19 de junho de 2024 - 14:00

Bitcoin registra queda de 3% em sete dias, atingindo o patamar dos US$ 64 mil; especialista explica como se posicionar para os próximos dias

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar