🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Fernanda Lopes
Fernanda Lopes
Formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP). Tem experiência como pesquisadora e redatora.
Conteúdo Empiricus

Esqueça os bancões: ‘banco do futuro’ permite que clientes lucrem com o dinheiro parado na conta cada vez que uma transação é feita; saiba como

Segmento de ativos digitais está inovando o setor de serviços financeiros e conquistando cada vez mais usuários

Fernanda Lopes
Fernanda Lopes
20 de abril de 2023
10:42

Se você tem conta em banco ou cartão de crédito, tenho certeza que já pagou um bom dinheiro para essas instituições. Estou falando, é claro, das taxas e juros (muitas vezes abusivos) cobrados dos clientes.

Esse tipo de cobrança é uma fonte de receita significativa para os bancos, que ficam cada vez mais ricos. Enquanto isso, a população sofre com as cobranças e vê seu dinheiro indo embora, dia após dia…

Mas existe uma alternativa para essa situação. Uma série de instituições financeiras resolveu mudar as regras do jogo, e está conquistando cada vez mais usuários a partir de uma premissa simples: fazer com que os clientes possam lucrar junto com o banco.

Essas instituições se propõem a ser os “bancos do futuro”, oferecendo serviços e produtos financeiros de qualidade, sem que para isso você precise desembolsar quantias absurdas cada vez que faz uma transação.

Na verdade, a proposta desses “bancos do futuro” vai além: é possível lucrar a cada transação feita na plataforma deles, com o dinheiro parado na conta.

Isso mesmo. Enquanto transações intermediadas por “bancões” custam dinheiro aos clientes e fazem os bancos lucrarem, as operações dos “bancos do futuro” também trazem lucro ao próprio usuário. Ao invés de enriquecer o banco, quem pode ganhar dinheiro é você.

‘Bancos do futuro’ querem acabar com a ‘farra’ dos bancões – e você pode se beneficiar disso

Para você ter uma ideia, uma pesquisa do Guiabolso, aplicativo de gestão financeira, constatou que o gasto médio dos brasileiros em tarifas bancárias é de R$ 915 por ano.

Brasileiro paga mais de R$ 900 por ano em tarifas de bancos
Fonte: Valor Investe

É um número impressionante, não acha? Você consegue imaginar o que faria com R$ 900 a mais na conta todo ano? Pois essa é a proposta dos “bancos do futuro”.

Ou melhor, como eu disse lá em cima, é possível ir além: não só fazer transações isentas de taxas, mas também lucrar em cima delas.

Isso é possível porque os serviços e produtos nesses “bancos do futuro” são processados de maneira descentralizada, ou seja, sem a necessidade da mediação de uma instituição centralizadora.

Isso quer dizer que os “bancos do futuro” não são propriamente bancos, como os bancos tradicionais que respondem ao Banco Central, Conselho Monetário Nacional, dentre outros orgãos. 

Na verdade, os “bancos do futuro” são redes ligadas ao universo dos ativos digitais, nas quais é possível executar transações de maneira automatizada, sem depender de decisões superiores.

Ou seja, todas as operações são executadas por meio de programas inteligentes, e validadas pelos próprios usuários da rede.

Sei que isso pode até parecer estranho num primeiro momento, mas pensa comigo: o bancão serve para intermediar transações entre clientes, certo? 

E, como “pagamento” por exercer essa função, os bancões cobram taxas e tarifas dos clientes. O problema é que muitas vezes essas tarifas “extrapolam” – afinal, os bancões podem cobrar o quanto quiserem, porque não têm concorrência, certo?

Errado. Os “bancos do futuro” pretendem justamente acabar com essa “farra” e, em certa medida, oferecer uma alternativa – mostrar que um sistema financeiro autogerido é possível.

E, se eliminamos a figura do bancão, para quem fica o lucro desse tipo de transação? Ora, para o próprio usuário. Ao contribuir para o funcionamento e para a segurança da rede, o “cliente” desses “bancos” é recompensado.

É como se você pudesse desempenhar o papel que antes era exclusividade dos bancões. Segundo o especialista Paulo Camargo, da Empiricus Research, é como se você fosse seu próprio banco, por assim dizer.

E é por conta disso que usuários dos “bancos do futuro” podem receber rendimentos direto em suas contas, mesmo deixando o dinheiro “parado”. Isso mesmo, não é preciso investir em nenhum produto financeiro. Basta ter dinheiro na conta para que ele possa render nesses “bancos do futuro”.

SAIBA COMO É POSSÍVEL FAZER SEU DINHEIRO RENDER ‘PARADO’ A CADA TRANSAÇÃO NOS ‘BANCOS DO FUTURO’

Desbloqueie seu acesso à aula gratuita para buscar lucro nos ‘bancos do futuro’

Eu sei que tudo isso pode parecer confuso num primeiro momento, afinal de contas, estamos acostumados ao funcionamento “tradicional” do sistema financeiro, onde quem mais lucra é o bancão, e o cliente tem que “se virar nos 30” para pagar taxas abusivas…

Mas acredite, as finanças descentralizadas (ou DeFi) ocupam um espaço cada vez maior no sistema financeiro. 

Como eu já disse, a proposta é oferecer uma forma de realizar operações financeiras sem intermediários – em bom português, sem precisar deixar centenas de reais todo ano nas mãos dos bancos.

E mesmo se tratando de um assunto importante, faz sentido que pouca gente saiba como proceder diante dessa oportunidade – afinal de contas, estamos falando de um mercado muito novo.

Mas isso também é uma vantagem: é uma boa ideia “sair na frente” enquanto DeFi ainda é novidade, e ter a chance de lucrar mais rápido.

Para te ajudar a se orientar nesse mercado, Paulo Camargo, especialista da Empiricus Research, está oferecendo uma aula gratuita sobre o assunto. 

Acessando o link, você pode desbloquear o seu acesso para aprender mais sobre as oportunidades de lucros nos “bancos do futuro”, que podem fazer o seu dinheiro render “parado” na conta, a cada transação realizada em sua rede.

Já passou da hora de dar um basta nos lucros exorbitantes dos bancões. Graças a essa oportunidade, você pode contribuir para o futuro das transações financeiras e ainda ser remunerado por isso.

Para saber mais, é só clicar no link abaixo. Lembrando que não custa nem um centavo.

GRATUITO: ACESSE A AULA GRATUITA PARA SABER COMO É POSSÍVEL GANHAR DINHEIRO A CADA TRANSAÇÃO REALIZADA NOS ‘BANCOS DO FUTURO’

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

‘Chance rara’ para viver de renda: esta ação é destaque entre 11 fontes de renda passiva

23 de abril de 2024 - 18:00

Estratégia da Empiricus para ter salário extra sem trabalhar a mais por isso conta com ativos tradicionais e alternativos

Conteúdo Empiricus

Temporada de balanços do 1T24: especialistas vão disponibilizar análises gratuitas dos resultados; acesse

23 de abril de 2024 - 16:53

Analistas da Empiricus Research vão analisar mais de 50 balanços ao longo da temporada de resultados; saiba como ter acesso gratuito

conteúdo empiricus

INSS ou ‘Isso Nunca Será Suficiente’? Veja como ter uma aposentadoria tranquila sem depender só do benefício do governo

23 de abril de 2024 - 16:00

Estudo feito em 2022 mostrou que, dos mais de 36 milhões beneficiários, apenas 0,002% receberam o valor do teto do INSS, de R$ R$ 7.786,02

conteúdo empiricus

Andrea Almeida: De executiva a ex-CFO da Petrobras; Conheça a mente por trás de uma das mulheres mais poderosas do mundo

23 de abril de 2024 - 12:00

Para Andrea Marques de Almeida, ex-CFO da Petrobras (PETR4) e executiva no mercado, conectar-se com a equipe em que lidera, é uma função importante

Conteúdo Empiricus

VALE3: ‘Futuro promissor do minério de ferro’ será suficiente para alavancar a ação da Vale? Veja opinião de analista

23 de abril de 2024 - 10:00

Matheus Soares, analista do Market Makers, conta o que ele espera do balanço 1º trimestre de 2024, a ser divulgado pela mineradora na próxima quarta-feira

Conteúdo Empiricus

Vale (VALE3), Usiminas (USIM5), Cielo (CIEL3), Klabin (KLBN11) e mais: veja as empresas que abrem a temporada de resultados do 1T24

22 de abril de 2024 - 14:32

Dez empresas vão divulgar seus balanços do 1T24 na primeira semana da temporada; saiba como receber análises gratuitas dos resultados

Conteúdo Empiricus

Cadê o rali da bolsa? Para Felipe Miranda, CEO da Empiricus, ‘o ano não está perdido’; veja onde investir agora

22 de abril de 2024 - 8:00

Apesar dos juros altos nos EUA, guerra no Oriente Médio e incerteza fiscal no Brasil, CEO da Empiricus Research continua apostando no rali da bolsa; entenda

Conteúdo Empiricus

Conheça a lei ‘esquecida’ de 1993 que pode gerar até R$ 2.000 de renda extra para brasileiros

21 de abril de 2024 - 10:00

Empresário do mercado financeiro anuncia estratégia baseada nessa lei que pode te ajudar a criar uma renda passiva mensal; entenda

Conteúdo Empiricus

‘Rastreador de tendências’ da Bolsa viabiliza ganhos diários mesmo que até 80% das operações deem errado; veja como usar

21 de abril de 2024 - 8:00

Ferramenta é capaz de identificar padrões no mercado financeiro e pode gerar lucros médios acima de R$ 500 por dia

conteúdo empiricus

‘A mediocridade é boa para ganhar dinheiro’: confira as perspectivas de Luis Stuhlberger, da Verde, e Daniel Goldberg, da Lumina, para a economia brasileira

20 de abril de 2024 - 16:00

Veja os principais destaques do painel entre Luis Stuhlberger, do fundo Verde, e Daniel Goldberg, da Lumina, durante o Macro Summit Brasil 2024

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar