🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Isabelle Santos
Isabelle Santos
Comunicóloga formada pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). É redatora do Money Times, Seu Dinheiro e Empiricus.
Conteúdo Empiricus

A Oi (OIBR3) deve, não nega e vai pagar… A telecom entrou com um novo pedido de recuperação judicial; o que fazer com as ações?

Pouco mais de 60 dias após o fim do processo de recuperação judicial que durou mais de 6 anos, a Oi (OIBR3) alega não ter condições de arcar com as dívidas

Isabelle Santos
Isabelle Santos
4 de março de 2023
8:00 - atualizado às 22:18
Montagem com logo da Oi (OIBR3)
Imagem: Adobe Stock/Montagem: Giovanna Figueredo

A Oi (OIBR3) deu início, na última quarta-feira (1º), a um novo capítulo na sua história. Entretanto, parece que estamos assistindo a um episódio repetido, já que a companhia decidiu entrar com um novo pedido de recuperação judicial na 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. 

O pedido foi feito em “caráter de urgência” e acontece pouco mais de 60 dias após a empresa comunicar o fim de um processo que durou 6 anos. Em fato relevante divulgado ao mercado, a Oi apontou quatro motivos para a nova petição.

Entre eles, estava o fim dos efeitos da tutela cautelar de urgência que protegia a empresa contra credores. Assim, diante da notícia, as ações da telecom caíram mais de 21% ao longo da quinta-feira (2). 

Apesar disso, a Oi é uma das ações mais populares da bolsa brasileira. Ao longo dos últimos anos, não faltaram “fãs” e investidores que acreditavam que a companhia seria capaz de virar o jogo. 

Entretanto, com o novo pedido de recuperação judicial, será que ainda vale a pena apostar na telecom? 

Para os especialistas da Empiricus Research, existem opções melhores para o contexto atual. Eles inclusive, recomendam a ação de uma outra telecom, que pode pagar R$ 5 bilhões em dividendos nos próximos anos

O novo processo de recuperação já é a terceira medida judicial adotada pela Oi (OIBR3) em 2023

Em dezembro de 2022, a Oi anunciou o fim do processo de recuperação judicial que se arrastou por 6 anos. Na época, a companhia estimava que ainda tinha uma dívida de R$ 6,9 bilhões, mas que seria capaz de gerir seus débitos pelos próximos 3 anos. 

Não foi exatamente o que aconteceu. Desde que o processo foi encerrado, a companhia vem adotando medidas para evitar a cobrança das dívidas. No início do mês passado, a telecom entrou com um pedido de tutela cautelar em caráter de urgência. 

Em seguida, abriu um processo de recuperação judicial nos Estados Unidos, para proteger os ativos que detém no país. Assim, a petição ajuizada pela Oi na última quarta-feira é o terceiro pedido de “proteção” da companhia só neste ano. 

No processo encaminhado à 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, a dívida atual da companhia está em torno de R$ 43,7 bilhões.  

Até o momento, tudo o que a companhia fez foi protocolar um novo pedido de recuperação judicial. Entretanto, isso não significa que a justiça vai aceitar a petição. 

Acontece que, os pedidos de recuperação judicial são regidos pela lei nº 11.101 de 2005 que trata sobre o assunto. De acordo com as normas, uma empresa só pode pedir um segundo processo após um prazo de cinco anos da concessão do primeiro. 

Ou seja, o cenário pode continuar ruim para a Oi (OIBR3). Por esse motivo, o ativo deixou de fazer parte das carteiras recomendadas da Empiricus Research desde junho de 2022. 

O ‘buraco’ da Oi (OIBR3) parece ser mais embaixo

A Oi (OIBR3) também é impactada pelo cenário macroeconômico. Embora a redução da meta da inflação e, consequentemente, da taxa básica de juros (Selic) tenha se tornado um tema discutido frequentemente por políticos e participantes do mercado, o fato é que a Selic ainda continua alta, a 13,75% ao ano

Nessas circunstâncias, os ativos de renda variável em geral tendem a cair, pois a renda fixa passa a pagar juros mais atrativos, além de oferecer mais segurança. No caso das ações de empresas como a Oi (OIBR3) a situação é ainda mais complicada. 

A telecom é uma empresa em fase de crescimento, ou seja, o seu negócio ainda não é tão lucrativo no momento presente. Junto a isso, a companhia enfrentou o maior e mais complexo processo de recuperação judicial já visto no Brasil, e está tentando o segundo. 

Nesse contexto, faz mais sentido que os investidores optem por empresas de valor, com negócios consolidados, geração de caixa constante e que são boas pagadoras de dividendos como esta telecom que vem entregando dividendos cada vez maiores

SAIBA QUAL É A APOSTA DO SETOR DE TELECOM

Uma ação de telecom melhor que OIBR3

Quem garimpou esta ação foi o co-fundador da Empiricus Research, Rodolfo Amstalden. Ele define esta empresa como uma “vaca leiteira clássica”. Ou seja, uma companhia reconhecida como uma das pagadoras de dividendos mais consistentes da bolsa

Esta empresa é um dos players mais importantes do setor e atua nos segmentos de telefonia móvel, rede fibra, 5G, telefonia fixa e TV a cabo. 

Na visão do analista, esta companhia tem as características perfeitas para ser uma boa pagadora de dividendos. Uma delas é a forte geração de caixa. 

Só no 4T22, a companhia apresentou uma receita de R$ 12,7 bilhões, alta de 10% em comparação com o mesmo período de 2021.  

Uma das estratégias da empresa para continuar tendo lucro é investir na aquisição de mais clientes pós-pagos, que fazem planos e geram receitas recorrentes.

A empresa também tem utilizado a tecnologia para cortar custos, o que ajuda a melhorar os resultados. 

Outra vantagem dessa telecom é que a taxa de endividamento é relativamente baixa, ou seja, sobra mais dinheiro para remunerar os acionistas com dividendos. 

Ação com alguns bilhões a destravar

Em 2022 a empresa distribuiu R$ 4 bilhões em dividendos aos acionistas, o que representa um dividend yield de 8,9%. Contudo, Amstalden acredita que a companhia pode manter o payout próximo dos 100%, por dois motivos: 

  • A telecom pode lucrar R$ 5,4 bilhões com o fim da migração de 12 milhões de novos clientes;
  • Até 2024 a companhia estima um aumento de 50% no número de clientes de internet domiciliar. 

Além disso, a companhia anunciou que vai pedir à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) a permissão para reduzir o capital social em até R$ 5 bilhões

Dessa forma, se o pedido for aprovado, todo esse montante poderá retornar aos acionistas em forma de dividendos

SAIBA QUAL É A TELECOM QUE PODE DISTRIBUIR R$ 5 BILHÕES EM DIVIDENDOS NOS PRÓXIMOS ANOS

Por isso, essa telecom é uma das integrantes da carteira do Rodolfo Amstalden chamada de “Vacas Leiteiras”. 

A carteira comandada por Amstalden tem como foco ações que são boas pagadoras de dividendos. Desde a sua criação, em 7 de fevereiro de 2014, até 1º de março de 2023, ela já rendeu 205,73%, contra 173,95% do Ibovespa no mesmo período. 

Geralmente, apenas quem é assinante pode ter acesso às recomendações das carteiras da Empiricus Research. Mas a boa notícia é que hoje você pode ter acesso à recomendação sem precisar gastar um centavo

A Empiricus Investimentos está oferecendo como cortesia o acesso gratuito ao relatório com a ação recomendada pelo analista

Pode ficar tranquilo, pois você não terá que pagar nada em momento algum. Então, se você ficou minimamente interessado em saber qual é a ação de telecom que paga dividendos “gordos” e é melhor que a Oi, clique neste link ou no botão a baixo e siga as instruções: 

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Vivo (VIVT3) ficou cara? Companhia divulga balanço positivo, mas não entra no ‘Top 5’ de pagadoras de dividendos; confira a lista

24 de fevereiro de 2024 - 12:00

Analista comenta balanço da Vivo e recomenda outras opções para investir agora em busca de dividendos; confira

Conteúdo Empiricus

60% das pessoas não gostam do próprio trabalho: está na lista? Esta profissão paga em média R$ 30 mil e tem 700 vagas abertas

24 de fevereiro de 2024 - 10:00

Empresas gigantes estão em busca de profissionais qualificados desse setor e aceitando pagar caro para preencher essas vagas – veja como ingressar

Conteúdo Empiricus

Cortes na Selic ainda não surtiram efeito? B3 (B3SA3) registra queda de 8% no lucro; veja se ainda vale a pena investir na ação

24 de fevereiro de 2024 - 8:00

Embora a companhia tenha registrado um crescimento de 11% nos setores de tecnologia, dados e serviços, os resultados gerais ficaram abaixo do esperado; veja a recomendação da Empiricus Research

Conteúdo Empiricus

Ainda não chegou a vez do Nubank (ROXO34): mesmo com 4T23 positivo, analista recomenda ficar de fora da ação (e revela o motivo)

23 de fevereiro de 2024 - 19:00

BDR do Nubank cai na bolsa em relação ao último fechamento apesar de resultados animadores no 4º trimestre – veja qual é o impeditivo para incluir o papel na carteira

conteúdo empiricus

Dividendos em perigo? Por que a Taesa (TAEE11) pode deixar de pagar proventos gordos em breve, segundo o Bradesco BBI

23 de fevereiro de 2024 - 17:00

A Taesa é conhecida por ser uma grande pagadora de dividendos mas, segundo o banco de investimentos, ela pode passar a remunerar bem menos os seus acionistas; entenda

Conteúdo Empiricus

Nvidia não é a única: veja as empresas de tecnologia mais indicadas para ter a chance de surfar o ‘boom’ da inteligência artificial

23 de fevereiro de 2024 - 15:00

Resultados da Nvidia mostraram que a narrativa em torno da inteligência artificial segue a todo vapor. Veja as apostas desse gestor para aproveitar o momento das empresas de tecnologia

Conteúdo Empiricus

Cuidado com a Oi (OIBR3): mesmo disparando 120%, existem 10 ações com maior potencial; veja

23 de fevereiro de 2024 - 13:00

Ação dispara em fevereiro, mas maior casa de análise independente do Brasil segue sem recomendar a empresa por acreditar que existem outras companhias melhores agora

Conteúdo Empiricus

‘A gente prefere estar na principal fonte de dividendos’: entenda por que Itaúsa (ITSA4) não está nas ações preferidas da Empiricus para proventos

23 de fevereiro de 2024 - 11:00

Segundo Larissa Quaresma, analista da Empiricus Research, esse ‘bancão’ é quem está por trás de parte dos dividendos entregues pela holding; entenda

Conteúdo Empiricus

‘Escolhi ser analista de ações’: como Thiago Salomão, fundador do Market Makers, mudou a rota para se tornar um dos nomes mais conhecidos do mercado financeiro

23 de fevereiro de 2024 - 9:00

Salomão decidiu abandonar o jornalismo para se tornar analista de ações. Agora ele quer ajudar outras pessoas que desejam fazer a transição de carreira para o mercado financeiro

Conteúdo Empiricus

Poxa, hermanos: hiperinflação na Argentina impacta resultados da Gerdau (GGBR4) no 4T23; saiba se é hora de comprar ou vender

22 de fevereiro de 2024 - 14:00

Números da América do Norte e a geração de caixa livre foram destaques positivos do balanço de Gerdau (GGBR4)

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies