Independência do Banco Central vai acabar? Entenda melhor aqui

Cotações por TradingView
2023-01-06T17:03:30-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
A NATA DA B3

As ações de um banco e de uma administradora de shoppings são as favoritas para começar o ano lucrando na bolsa; confira as recomendações das corretoras

Quando os tempos ficam nebulosos para a renda variável, os analistas se voltam para ações de setores tradicionais e solidez comprovada, como as escolhidas deste mês

5 de janeiro de 2023
13:00 - atualizado às 17:03
Ações do mês | Vale VALE3 Suzano SUZB3 Itaú ITUB4 Ação
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Entra ano, sai ano e uma coisa não muda: quando os tempos ficam nebulosos para a renda variável, os analistas se voltam para ações de setores tradicionais e solidez comprovada. E, no início de 2023, quem deve cumprir a função de protetor da carteira é o Itaú Unibanco (ITUB4).

As ações do maior banco privado estão entre os papéis preferidos de cinco carteiras recomendadas entre as 11 corretoras que compartilharam suas seleções para janeiro com o Seu Dinheiro.

Uma das explicações para a preferência é a boa gestão e resiliência da instituição financeira. Os dois fatores são mais que bem-vindos em um momento no qual o início de um novo governo federal envia uma série de ruídos para o mercado. 

E, ao menos por enquanto, a maioria das mensagens da nova administração indicam que os temores do mercado com o terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não eram assim tão infundados, especialmente no que diz respeito à política econômica.

Com isso, fortalece-se o medo que as medidas tomadas por Lula e seus ministros possam provocar a alta da inflação e manter os juros em patamares elevados por mais tempo — ou até mesmo desencadear um novo aperto.

Será que o setor bancário pode ser o escudo da carteira contra os ruídos macroeconômicos? A resposta parece ser sim, já que a manutenção dos juros altos segura os spreads bancários — a diferença entre os juros que o banco paga e o que ele cobra — em níveis recordes.  

E, nessa hora, a qualidade do crédito e o histórico de boa performance do Itaú saltam aos olhos dos investidores e dos analistas.

Outro destaque do mês é a Multiplan (MULT3). Apoiadas na recuperação do setor e na perspectiva de que os programas de transferência de renda defendidos pelo presidente petista possam aquecer o consumo, as ações da administradora de shoppings centers receberam três indicações em janeiro.

Confira abaixo todas as ações apontadas pelas 11 corretoras consultadas pelo Seu Dinheiro:

Entendendo a Ação do Mês: todos os meses, o Seu Dinheiro consulta as principais corretoras do país para descobrir quais são suas apostas para o período. Dentro das carteiras recomendadas, normalmente com até 10 papéis, os analistas indicam os seus três prediletos. Com o ranking nas mãos, selecionamos os que contaram com pelo menos duas indicações.

Itaú Unibanco (ITUB4) — o escudo e a espada do mercado acionário?

A alta da Selic permite o aumento das taxas cobradas pelas operações bancárias. Mas, por outro lado, o incremento dos juros também faz crescer o risco de calote de clientes em empréstimos e outras operações.

Mas, na visão dos analistas, o Itaú está preparado para lidar com os dois lados dessa moeda. A triagem de crédito mais conservadora já foi iniciada no 2º semestre de 2022 e permitirá que o banco mantenha suas taxas de inadimplência sob controle.

Os analistas do PagBank, uma das casas a recomendar as ações ITUB4 em janeiro, destacam que a instituição financeira foi uma das menos afetadas pela inadimplência e apresentou um forte crescimento da carteira de crédito, que finalizou o terceiro trimestre em R$ 1,1 trilhão.

Já o lucro líquido gerencial da instituição veio dentro do esperado pelos analistas, em R$ 8,079 bilhões. A cifra representa um aumento de 19,2% em relação ao mesmo período do ano passado e de 5,2% na comparação com o segundo trimestre.

A manutenção dos patamares saudáveis dos indicadores também deve ajudar a aliviar a pressão por maiores provisões. Com isso, o Itaú “deve seguir como uma das instituições financeiras com maior rentabilidade (ROE) do setor”, ainda segundo o PagBank, e é um dos ativos mais defensivos do portfólio do banco.

Multiplan (MULT3) — portfólio resiliente

O outro cavaleiro de armadura dourada dos analistas vem dos shoppings, um setor que tem tudo para se beneficiar com os estímulos ao consumo promovidos pelo novo governo.

E a escolhida é uma ação que, segundo o Santander, é a de maior experiência e menor risco desse mercado: a Multiplan (MULT3)

Os analistas do banco incluíram os papéis MULT3 entre os favoritos para este mês pois têm uma visão positiva em relação à transformação digital da empresa. Segundo eles, o processo consiste em três frentes:

  • O aplicativo MULTI, que permite a comunicação direta com consumidores finais e oferece conveniências como o e-shopping;
  • O programa de fidelidade MultiVC, que deve estimular a recorrência, retenção e geração de dados;
  • MINDFul, uma iniciativa para otimizar decisões comerciais e de marketing, além de alavancar as vendas dos lojistas.

Por falar em vendas, esse é um indicador que demonstra a solidez da Multiplan. Segundo a prévia operacional divulgada ontem, as vendas totais de 2022 atingiram R$ 20 bilhões, um novo recorde da companhia e alta de 22,8% na comparação com 2019, no período pré-pandemia.

Além disso, todos os shoppings do portfólio da empresa apresentaram crescimento de dois dígitos na comparação com 2021. A performance é mais um atestado da resiliência dos ativos da Multiplan.

Repercussão — fechando com chave de ouro, prata ou bronze?

O último mês de 2022 trouxe mais quedas do que avanços para as ações favoritas das carteiras recomendadas das corretoras.

A Vale (VALE3), campeã do mês passado, foi uma das exceções e garantiu ganhos de mais de 3% para quem colocou os papéis da mineradora na carteira.

Já na ponta negativa, o destaque foram as ações da Eletrobras (ELET6) — a ex-estatal anotou um recuo de 11,6%. Veja a lista completa:

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

HYPE DO CHATBOT

Se cuida, ChatGPT! Alibaba entra na corrida da inteligência artificial com versão chinesa; veja quem já está nessa disputa

8 de fevereiro de 2023 - 14:10

A Microsoft não está assistindo tudo isso de braços cruzados e anunciou um mecanismo de pesquisa Bing com inteligência artificial e um navegador Edge, que será sustentado pelo ChatGPT

Repercussão do resultado

Itaú (ITUB4) acertou em provisionar 100% da exposição à Americanas, dizem analistas; ações disparam na bolsa

8 de fevereiro de 2023 - 12:56

Ao se prevenir totalmente de calote da Americanas no balanço do 4T22, Itaú evita que efeito contamine resultados de 2023

CORRIDA PLATINUM

Uber supera expectativas no 4º trimestre e encerra 2022 com balanço 5 estrelas; ações disparam nas bolsas

8 de fevereiro de 2023 - 12:09

A empresa encerrou os últimos três meses do ano passado com um lucro líquido de US$ 595 milhões, contrariando as expectativas de prejuízo dos analistas

VESPEIRO POLÍTICO

CEO do Itaú (ITUB4) fala sobre disputa entre Lula e presidente do BC: “é do jogo”

8 de fevereiro de 2023 - 11:44

Milton Maluhy, CEO do Itaú, vê a equipe do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, “na direção correta”, mas defende definição rápida da meta de inflação

TEMPOS DIFÍCEIS

Entenda o que está acontecendo com a Marisa (AMAR3) após a renúncia do presidente e alerta financeiro — ações caem mais de 5% na B3

8 de fevereiro de 2023 - 11:12

A Marisa (AMAR3) não detalhou quais as suas dificuldades financeiras que demandam melhorias na estrutura de capital

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies