🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Felipe Alves
Felipe Alves
Redator do Grupo Empiricus. Colabora com os portais Seu Dinheiro, Money Times e Empiricus. Trabalha com marketing digital e estratégias de conteúdo desde 2021.

Urgente: com etanol, diesel e gasolina em queda, investir na Petrobras (PETR4) ainda pode te deixar rico? Veja a resposta aqui

Com queda dos combustíveis e atrito entre Lula e Bolsonaro, investidores têm dúvidas sobre futuro da Petrobras; veja o que dizem analistas.

Felipe Alves
Felipe Alves
8 de agosto de 2022
13:31
Petrobras é uma empresa que vem de lucros expressivos e boa gestão, mas está longe de ser a melhor petroleira para multiplicar seu patrimônio em bolsa.
Petrobras é uma empresa que vem de lucros expressivos e boa gestão, mas está longe de ser a melhor petroleira para multiplicar seu patrimônio em bolsa. - Imagem: Shutterstock

Semana passada, a Petrobras (PETR4) acaba de anunciar redução no preço do litro do diesel em R$ 0,20. A mudança veio num contexto de queda nos preços da gasolina e do etanol de, respectivamente, 14% e 8% no mês de julho.

Nos últimos meses, com a escalada da crise econômica ao redor do mundo, o preço dos combustíveis subiu bastante e a Petrobras se beneficiou muito desse cenário. Claro, o etanol não tem interferência da empresa, mas a queda reflete a busca de competitividade diante da queda da gasolina.

Mas agora fica o questionamento: vale a pena investir na Petrobras, aos níveis atuais?

Em outras palavras, quanto dinheiro você pode ganhar com a estatal, tanto em termos de dividendos quanto de potencial valorização?

O que aconteceu com a Petrobras e com os combustíveis?

Vamos a um breve resumo dos últimos acontecimentos, caso você não esteja totalmente inteirado, pode nos ajudar a tomar essa decisão.

  1. Em 2020, estoura a crise do coronavírus. A economia desacelera e os governos do mundo todo injetam bastante dinheiro no mercado, como medida para conter a crise.
  2. Em 2022 a inflação ao redor do mundo começa a disparar por conta de toda essa injeção de dinheiro. Os bancos centrais se veem obrigados a elevar as taxas de juros pra conter a inflação.
  3. Ainda em 2022, estoura a guerra entre Rússia e Ucrânia. Isso compromete a oferta de petróleo no mundo, o que eleva o preço da commodity.

Esses três acontecimentos são cruciais para entendermos o que vem acontecendo com a Petrobras.

Em primeiro lugar, obviamente, a queda na oferta de petróleo faz com que o preço aumente, devido a uma simples relação de oferta e demanda. Isso beneficia a Petrobras, que tem seus preços atrelados ao mercado internacional desde 2016.

Prova disso é que a estatal vem acumulando lucro atrás de lucro nos últimos trimestres.

Manchete sobre lucro recorde e R$ 87,8 bilhões de dividendos da petroleira
(Fonte: Correio Braziliense, 28/07/2022)

Além disso, esse é um dos motivos que explicam a grande quantidade de dividendos que a empresa está pagando. O caixa da petroleira está ‘explodindo’ de dinheiro.

Pagamento de dividendos da petroleira supera gigantes globais do setor
(Fonte: InfoMoney, 02/08/2022)

É claro que esses números pintam somente um retrato do passado da empresa. Em outras palavras, o investidor precisa levar em conta outros fatores pra chegar a um veredito sobre o futuro da ação.

Mas esse não é o único motivo. Existe um fator que também explica a valorização de 17,60% que a empresa acumula desde o começo do ano.

Petrobras (PETR4) se beneficiou de uma rotação global dos investimentos

A Petrobras se beneficiou bastante de uma rotação de investimentos que aconteceu nos últimos meses. Isso porque houve um fluxo de dinheiro que saiu dos ativos de risco e buscou setores mais tradicionais e mais sólidos.

Vou explicar isso de uma forma simples. Imagine um investidor com alguns bilhões de dólares para aportar ao redor do mundo. Isso em um cenário de crise econômica, disparada da inflação e das taxas de juros.

Você tem três opções para investir. Você prefere:

  1. Um título do governo brasileiro, por exemplo, que paga quase 14% ao ano com pouquíssimo risco;
  2. Uma ação de uma empresa gigantesca, sólida, consolidada, capaz de gerar bilhões de dólares em lucro mesmo em um ambiente de crise;
  3. Uma ação de uma empresa startup, que não dá lucro e está na fronteira da tecnologia;
  4. Uma criptomoeda de um setor altamente disruptivo da tecnologia.

Tenho certeza de que você escolheria investir ou em 1 ou em 2, mas dificilmente toparia correr o risco dos investimentos 3 e 4. Não em um ambiente de crise, pelo menos.

É exatamente esse o raciocínio que os grandes investidores seguem. Em momentos de aperto, preferem a segurança de empresas gigantescas e já consolidadas.

E é nesse momento que uma empresa como a Petrobras se beneficia.

Portanto, esse é o cenário que está desenhado em frente de nós. A Petrobras tem um ‘caminhão de dinheiro’ para distribuir na forma de dividendos, se beneficia do momento atual de aversão ao risco e da recente alta dos preços dos combustíveis.

Lula e Bolsonaro concordam em uma coisa: criticar a Petrobras

Mas há de se levar em conta também os aspectos negativos da petroleira. Afinal de contas, trata-se de uma empresa estatal que, historicamente, tem problemas com intervenção do governo.

Isso é ainda mais verdadeiro em 2022, ano de eleições presidenciais. Vale lembrar que, só em 2022, o presidente da companhia foi trocado 4 vezes.

Bolsonaro minimiza trocas na presidência da Petrobras: 'se tiver que trocar cinco, eu troco'
(Fonte: O Globo, 13/07/2022)

Vale lembrar também que, em 2022, a empresa sofreu ataques dos dois principais candidatos à presidência: Lula e Bolsonaro.

Bolsonaro volta a atacar Petrobras em discurso no RS e culpa empresa por alta nos combustíveis
(Fonte: G1, 07/05/2022)
Em companhia do MDB, Lula ataca ‘elite perversa’ e política de preços da Petrobras
(Fonte: Valor, 17/06/2022)

O Brasil é um país exótico e instável, altamente sensível à troca de presidentes. Ou seja, de um dia para o outro, tudo pode mudar. Quem pode dizer o que vai acontecer ano que vem, com a nova presidência?

Bom, prever o futuro é impossível, mas especialistas em investimentos têm a função de avaliar os cenários mais prováveis e indicar o caminho mais seguro e potencialmente lucrativo de investimentos.

E foi exatamente isso que Rodolfo Amstalden, sócio fundador da maior casa de análise financeira independente do país, fez nos últimos tempos.

Ele preparou um relatório completo com tudo que está na mesa sobre o presente e o provável futuro da Petrobras.

Acesse o relatório gratuito e veja se vale a pena ou não investir

Dividendos, etanol, diesel, gasolina, Lula e Bolsonaro: todas as cartas estão na mesa e, com elas, já é possível tomar uma decisão de investimentos.

E a melhor parte é que, dada a importância da Petrobras para a carteira dos investidores brasileiros, Amstalden decidiu divulgar gratuitamente o conteúdo desse relatório.

É isso mesmo. 100% gratuito, sem nenhuma pegadinha. Basta clicar no link abaixo e fazer sua inscrição. Você vai receber em poucos minutos o relatório no seu email.

Aí é só ler e tomar uma boa decisão de investimentos. Uma vida de fortunas incalculáveis te espera depois de uma série de decisões inteligentes. E essa pode ser uma delas.

Para receber o relatório, é só clicar no link abaixo.

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Hora de fugir de Americanas (AMER3)? Mesmo com proposta para deixar de ser ‘penny stock’, analista não recomenda compra; entenda os principais motivos

26 de maio de 2024 - 12:00

Americanas anuncia grupamento de ações e aumento de capital de até R$ 40,7 bilhões, mas indicadores desfavoráveis fazem ativo ser ‘furada’; conheça melhores varejistas para investir

conteúdo empiricus

Debêntures incentivadas superam ações e podem chegar a R$ 100 bilhões este ano; veja 4 títulos para buscar até IPCA +7,1%

26 de maio de 2024 - 10:00

De janeiro a abril, as emissões de debêntures já somaram R$ 32,5 bilhões, número recorde para o período – veja onde estão as melhores oportunidades para investir

Conteúdo Empiricus

Conheça ‘segredo’ de Trump, Neymar e Justin Bieber para lucrar mais de 98% em 2024

26 de maio de 2024 - 8:00

A carteira de investimentos dos astros é composta por ativos acessíveis ao brasileiros e que podem se multiplicar por até 400x

Conteúdo Empiricus

Enquanto o Maxi Renda (MXRF11) anuncia emissão de cotas, outro FII pode pagar IPCA+7,7%; entenda

25 de maio de 2024 - 12:00

Dividendos do MXRF11 vem diminuindo ao longos dos meses, mas existem outras opções mais rentáveis no mercado de FIIs

conteúdo empiricus

Média de R$ 5 mil por mês: um dos maiores sistemas de trading quantitativo do Brasil pode gerar essa quantia com 4 cliques; entenda

25 de maio de 2024 - 10:00

Conheça o Gradiente Linear, sistema de trading quantitativo automatizado que foi desenvolvido por Valério Krug, trader com 18 anos de experiência neste mercado

Conteúdo Empiricus

De US$ 3 mil a US$ 46 milhões: PEPE atinge máxima histórica e trader lucra mais de 15.000 vezes; veja as criptomoedas para buscar lucros exponenciais

25 de maio de 2024 - 8:00

Não aproveitou o rali de Pepe Coin? Fique tranquilo: há outras moedas de elevado potencial de retorno que têm fundamento e que não são “meme”; veja quais

Conteúdo Empiricus

Banco do Brasil (BBAS3): ‘não durmo tranquila com essa ação, apesar do valuation parecer barato’, diz analista

24 de maio de 2024 - 14:02

Aumento dos spreads e da inadimplência podem reduzir rentabilidade do Banco do Brasil ao longo do tempo, avaliam analistas; veja qual é a melhor ação do setor para investir

Conteúdo Empiricus

Acabou o otimismo do Ibovespa? Gestor diz se Selic em 10% a.a. em 2024 pode acabar com os planos de rali da bolsa

24 de maio de 2024 - 12:00

Ibovespa já despencou quase 5% neste ano com pessimismo no cenário internacional e incertezas sobre a Selic – veja como ficam as ações daqui para frente

Conteúdo Empiricus

Bitcoins de 2013 são movimentados e especialista alerta: ainda dá pra ficar rico com uma lista de criptomoedas

24 de maio de 2024 - 10:00

Equipe que já recomendou cripto que subiu até 24.000%, em apenas 10 meses, acredita que nova lista pode transformar R$ 5 mil em até R$ 2 milhões

Conteúdo Empiricus

Nvidia (NVDC34) não é a única ‘jóia’ do mercado de IA: analista indica outra ação gringa do setor tech para investir agora

24 de maio de 2024 - 8:00

Veja o nome da ‘concorrente’ de Nvidia que tem potencial de disparar na Bolsa com o crescimento da inteligência artificial

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar