2022-04-28T13:44:46-03:00
Felipe Alves
Conteúdo Empiricus

Fundos do Nubank têm desempenho inferior ao CDI e quem apostou na queda das ações lucrou mais; entenda

O fundos do Nubank estão fazendo aniversário, mas os cotistas não têm motivos para comemorar. Conheça a ação brasileira em que você deveria investir em vez de apostar no Nubank.

28 de abril de 2022
14:00 - atualizado às 13:44
Cartões nubank
Imagem: (Nubank/Divulgação) -

Os três fundos multimercado do Nubank acabam de completar 1 ano de existência. Porém, o aniversário não traz motivos de comemoração para os cotistas. Isso porque, desde o lançamento, os três fundos acumulam desempenho inferior ao do CDI.

Em abril do ano passado foram lançados os três fundos da família Nu Seleção. São eles o Nu Seleção Cautela, Nu Seleção Equilíbrio e Nu Seleção Potencial. O primeiro dessa lista, o mais conservador entre os três, conta com mais de 425 mil cotistas.

Os três fundos tiveram excelente alcance entre os usuários do banco e provam a grande popularidade dos produtos do Nubank. Mas o resultado financeiro ainda não foi satisfatório.

Isso porque, desde o lançamento, os três fundos tiveram desempenho inferior ao do CDI, taxa de juros de algumas das aplicações mais seguras e conservadoras do país.

Ou seja, os fundos tiveram rendimento inferior ao da própria NuConta, que oferece rentabilidade de 100% do CDI para quem deixa o dinheiro guardado no aplicativo.

É claro que estamos falando aqui de perfis de investimento totalmente diferentes. Os fundos do Nubank têm teses focadas no médio e longo prazo, e um intervalo de apenas um ano é pouco para julgar a qualidade dos produtos.

Mas é inegável que, no último ano, era possível obter rendimentos bem superiores aos dos fundos – ainda mais se o investidor tomasse decisões mais arrojadas.

Quem apostou na queda das ações de Nubank teve lucros maiores; entenda

Uma das teses que chamou mais a atenção nos últimos meses foi a de venda dos papéis do Nubank. A tese foi amplamente divulgada pela casa de análise independente  Empiricus e por seu sócio-fundador, Felipe Miranda.

Em resumo, a tese diz que o Nubank ainda vai passar por vários obstáculos ao longo dos próximos meses e anos, coisas que podem fazer o preço da ação despencar ainda mais.

Desde o IPO (estreia na bolsa de valores), as BDRs do Nubank já derreteram mais de 50%, saindo da faixa de R$ 11,50 para a atual faixa de R$ 5,00.

Porém, segundo análise do time de Miranda, o papel tem espaço para cair ainda mais. Segundo os cálculos da equipe, baseados em uma projeção de trajetória realista para o Nubank nos próximos anos, a ação deveria estar sendo negociada em torno de R$ 2,00.

Ou seja, ainda há potencial para a ação cair cerca de 60%.

Como eu disse, essa não é uma tese nova. Ela foi publicada pela primeira vez em janeiro deste ano – e quem seguiu a recomendação desde o início já conseguiu colocar um bom dinheiro no bolso.

Isso porque, caso você não saiba, é possível lucrar tanto com a alta quanto com a baixa de uma ação. E foi exatamente essa a recomendação que Miranda deu a seus leitores.

Desde a divulgação da tese, quem seguiu a recomendação pôde antecipar uma queda de 26% nos papéis de Nubank. Isso trouxe lucro superior ao dos fundos do roxinho – em um intervalo de apenas 3 meses.

E isso sem levar em conta que Miranda apostou na alta de ações de outra empresa, operação que também trouxe excelentes resultados.

Ao contrário do Nubank, esta outra ação tem tudo pra disparar em 2022

Basicamente, Miranda recomendou apostar na queda das ações de Nubank e na alta das ações de outra empresa brasileira. Esta, desde o começo do ano, acumula alta de 17%.

E segundo Miranda, o resultado positivo ainda não se esgotou. Ele está tão confiante com essa tese que recomendou a seus leitores que aumentassem a posição. Ou seja, investissem mais dinheiro tanto na queda de Nubank quanto na alta dessa outra ação.

O relatório com os detalhes dessa operação e com o nome dessa ação brasileira é restrito aos assinantes da Empiricus.

Porém, em caráter extraordinário (e até para alertar o máximo de brasileiros possível sobre essa oportunidade), Miranda resolveu divulgar gratuitamente o relatório sobre essa tese.

É isso mesmo. Clicando no botão abaixo você pode baixar, de forma gratuita, o relatório com a tese de Nubank e com o nome da ação brasileira em que você deveria estar investindo.

O acesso é gratuito e pode fazer toda a diferença nos seus investimentos em 2022.

QUERO BAIXAR O RELATÓRIO GRATUITO

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Entre 65 e 380 eu compro

7 de julho de 2022

“O que vai acontecer com X?”. É uma pergunta errada e perigosa, que nem sequer deve ser formulada em decisões de investimento; entenda

OS SOBREVIVENTES

Putin vê mais um primeiro-ministro britânico cair, mas ainda precisa comer muita farinha antes de alcançar a rainha Elizabeth II

7 de julho de 2022

Boris Johnson é o quinto primeiro-ministro a cair com Putin na presidência da Rússia, mas a monarca britânica já viu muito mais que isso

FINO EQUILÍBRIO

Bitcoin (BTC) tenta começar o segundo semestre com o pé direito e criptomoedas acumulam altas na semana; confira oportunidades

7 de julho de 2022

Na semana, a maior criptomoeda do planeta acumula avanço de mais de 8%, mas investidores continuam à espera de um milagre

REESTRUTURAÇÃO

TIM anuncia plano de transformação: confira se as mudanças vão atingir os negócios da TIM Brasil (TIMS3)

7 de julho de 2022

A reestruturação tem o objetivo de reduzir a dívida da operadora na Itália; as operações no Brasil não serão afetadas, de acordo com a TIM

RECONECTANDO

Após três semanas fora do ar, Binance volta a negociar criptomoedas em reais; problemas com BC serão resolvidos com nova parceira?

7 de julho de 2022

Em nota enviada à reportagem, a exchange afirma que “atua em total acordo com o cenário regulatório do Brasil”