🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Camila Paim
Camila Paim
Produtora de conteúdo na Empiricus. Estudante de jornalismo na Universidade de São Paulo (USP) e com experiência em webdesign no Jornal da USP.
Conteúdo VITREO

Metaverso: Terreno virtual é vendido por US$ 2,4 milhões – descubra como você também pode ganhar dinheiro no mundo virtual

Terreno virtual é vendido por US$ 2,4 milhões – essa é a nova tendência e você também também pode lucrar com o metaverso

Camila Paim
Camila Paim
12 de dezembro de 2021
9:03 - atualizado às 13:55
A venda do terreno sinalizou a crescente relevância do metaverso - Imagem: Reprodução/ Decentraland -

Você já deve ter visto nas notícias que um terreno virtual foi vendido por US$ 2,4 milhões. A venda de propriedades virtuais a valores exorbitantes está se tornando cada vez mais recorrente. A razão disso é a adoção da tecnologia do metaverso por grandes empresas indica que nosso futuro pode ter uma perspectiva cada vez mais virtual e menos física.

Segundo levantamento do DappRadar, transações feitas por meio da tecnologia blockchain e NFT (do inglês, tokens não-fungíveis, explico mais abaixo) para compra desses itens chegou a atingir US$ 10 bilhões (R$ 56 bilhões) no terceiro trimestre. E tem mais...

Mark Zuckerberg fez questão de garantir que o mundo inteiro ficasse sabendo da mudança do nome da sua holding Facebook para Meta. A troca de nome veio acompanhada da adoção da tecnologia do metaverso no futuro da empresa. E apesar de fazer soar uma grande novidade, na verdade a Meta foi apenas mais uma na longa lista de companhias que estão investindo fortemente na tecnologia. 

Nike e Adidas, Apple e Microsoft, Disney e até marcas de grife como Gucci, Prada e Louis Vuitton, cada uma à sua própria maneira, estão embarcando na moda e repensando a relação e experiência do cliente com seus produtos. 

Muitas dessas mudanças ainda não saíram do papel, contudo alguns efeitos desse novo universo virtual já estão bem explícitos. É o caso das propriedades virtuais.  E a tendência é que essas transações sejam cada vez mais comuns:

Fonte: Tecnoblog - 02/12/2021

Um exemplo mais recente foi a venda deste terreno virtual:

Fonte: G1 - 23/11/2021

O terreno mencionado na reportagem acima faz parte do Decentraland, um metaverso particular, que usa a tecnologia blockchain, onde pessoas criam os próprios perfis (avatares) e circulam por ambientes, podendo comprar diversos ativos virtuais. Esses itens são vendidos na forma de NFTs, ou seja, um item insubstituível e cujo comprador acredita no seu potencial futuro de ter maior valor. 

Entusiastas do mundo digital têm explorado cada vez mais esses universos e os projetos existentes de metaversos têm arrecadado valores altíssimos de dezenas de milhões de dólares. Isso acontece pois cada vez mais empresas estão em busca de seu próprio terreno virtual para garantir seu espaço nesse mundo paralelo.

E não são apenas os terrenos, mas diversos artigos virtuais também estão super valorizados. 

Fonte: TecMundo - 01/12/2021

Com o surgimento de cada vez mais ambientes virtualizados, os investidores que estiverem dispostos a fazer um update na carteira e apostar em empresas ligadas ao metaverso poderão obter altos lucros nos próximos anos. 

A imensa variedade de ativos digitais valendo uma bolada é um sinal de quanto dinheiro este mercado está movimentando. Não é à toa que empresas tão grandes estão investindo bilhões no meio. 

E você não vai ganhar nada ficando de fora desse negócio. 

QUERO FAZER O UPDATE DA MINHA CARTEIRA: VEJA COMO VOCÊ PODE LUCRAR COM O METAVERSO

O futuro do metaverso no seu bolso

O que te preocuparia mais: perder todos os seus bens físicos que tem em casa ou perder todos os seus arquivos que estão no celular, computador e na nuvem? 

Alguns anos atrás, a resposta de quase todos ainda era a primeira opção. Hoje, contudo, a resposta da grande maioria já começa a mudar. Isso porque em poucos anos, a relação humana com a tecnologia mudou muito e a cada dia ela é mais intensificada e reformulada. 

O metaverso traz exatamente essa proposta de mudança, onde as pessoas podem se relacionar, trabalhar, comprar e se ver na tela – por meio de avatares. 

Ainda não há um limite para onde essa tecnologia pode chegar, mas por enquanto conseguimos traçar alguns pontos iniciais. O hardware da tecnologia, a forma abstrata como já podemos interagir com ela, é o Oculus, equipamento de realidade ampliada.

Fonte: Oculus

Além dos óculos, novos projetos de luvas e outros mecanismos estão em desenvolvimento, para cumprir a proposta do metaverso: abraçar toda a sua realidade no meio virtual, uma espécie de Internet 3D, onde comunicação, diversão e negócios possam coexistir de forma imersiva.

Para dar uma noção, alguns cientistas já projetam feitos magníficos que essa tecnologia pode propiciar. Desde aulas de história na Capela Sistina ou no Louvre até estudos astronômicos com vista de camarote para a ocorrência de fenômenos nas galáxias, as possibilidades são praticamente infinitas. No campo da saúde, as soluções digitais para assistência médica e no comércio, os consumidores poderiam estar mais “próximos” de suas compras, experimentando roupas online, por exemplo.  

Com tantas funcionalidades, o mercado em torno da tecnologia só tem a crescer e, de acordo com os cálculos da Bloomberg Intelligence, a oportunidade de mercado para o metaverso pode atingir US$ 800 bilhões (R$ 4,5 trilhões) até 2024, enquanto que o Bank of America já listou o metaverso como uma das 14 tecnologias que revolucionarão a nossa vida.

QUERO INVESTIR NA TECNOLOGIA QUE REVOLUCIONARÁ A VIDA: DESCUBRA COMO VOCÊ PODE LUCRAR COM O METAVERSO

O ex-Facebook de Mark Zuckerberg não está sozinho nesse universo

Junto com a mudança de nome, Zuckerberg também determinou a alteração do ticker na Nasdaq, de FB para MVRS. Apesar do empresário ser o que faz mais barulho sobre a inovação, outras empresas grandes como Adidas, Apple, Disney, entre outras, já começaram a molhar os pés no universo paralelo. 

A multinacional Softbank recentemente fez um aporte de multimilionário de US$ 150 milhões em uma empresa do metaverso e até a Gucci foi encontrada em “promoção” no mundo real, quando uma de suas bolsas em versão virtual foi vendida por um valor superior ao da bolsa física.

Para as startups do setor de tecnologia, o metaverso é uma oportunidade para se beneficiar desse novo momento de mercado, com o surgimento de um novo nicho. 

Com tanto espaço para desenvolver, vai ser difícil o Facebook ser o único a dominar a tecnologia do metaverso e demais big techs devem se apresentar como fortes concorrentes. É o caso de empresas como Microsoft, Google e Amazon, que logo devem mergulhar no segmento. E consequentemente, suas ações devem acompanhar o crescimento. 

Você não precisa entender o metaverso para ganhar dinheiro com ele

Em face a todos esses acontecimentos, investir em empresas ligadas à essa tecnologia deve se mostrar uma aposta muito promissora a médio e longo prazo. 

Apesar de tratar de equipamentos um pouco complexos, não é preciso dominar os conceitos ou sistemas de computação para conseguir lucrar com o metaverso. 

Afinal, o que vale saber é: quais empresas estão com a perspectiva de crescerem com uma nova tecnologia revolucionária. Com isso, diversificar os ativos de sua carteira com parte desse universo deve trazer resultados exponenciais. 

Um exemplo disso é a Nvidia (BVMF: NVDC34). A companhia de tecnologia líder em processadores de gráficos tem uma oportunidade de desenvolvimento ainda maior com o novo universo. O poder de seus processadores se mostraram ainda mais valiosos com a habilidade de construir sistemas melhores de inteligência artificial. E assim, em pouco mais de 2 anos, as ações da Nvidia saltaram de R$ 3,37 para a casa dos R$ 30. 

Fonte: Google Finances – 10/12/2021

Lógico que ganhos passados não são garantia de retornos futuros. Mas o que temos diante de nós agora é a chance de investir em empresas promissoras como a Nvidia.

 É a oportunidade perfeita de entrar em papéis associados a um projeto em estágio inicial e que está sendo adotado por grandes empresas. 

Agora, o investidor tem a oportunidade de entrar nas ações de várias empresas ligadas ao metaverso e aumentar suas chances de lucro. Para isso, indico este conteúdo gratuito que permite você conhecer ainda mais o tema e formas de lucrar com o metaverso, de forma prática e segura, maximizando suas chances de obter lucro. 

É uma série super interessante sobre o metaverso que terá o seu desfecho em um evento especial no dia 15 de dezembro. Recomendo que você não perca: as empresas associadas ao metaverso estão com o dedo no gatilho para terem o valor disparado. Essa é a sua chance de fazer um “update” na sua carteira e apostar na tecnologia que chegou para mudar nossas vidas. 

QUERO SURFAR COM O METAVERSO: VEJA COMO VOCÊ PODE LUCRAR COM EMPRESAS BEM CONHECIDAS

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Nubank fez bancões ‘comerem poeira’? Ação ROXO34 dispara 7%, mas analista recomenda outras duas ações para investir

17 de maio de 2024 - 18:00

Rentabilidade do “roxinho” superou a dos grandes bancos no 1º trimestre de 2024, mas ação do Nubank não foi incluída entre as melhores da bolsa, segundo estes analistas

Conteúdo Empiricus

Atividade feita em casa pode gerar até R$ 42 mil por mês – o equivalente ao maior salário do país; entenda

17 de maio de 2024 - 16:00

Empresário mostrará, em aula gratuita, sua estratégia para buscar esses ganhos operando nas horas livres

Conteúdo Empiricus

Enquanto a Receita Federal leiloa iPhone por R$ 500, outro tipo de leilão permite comprar carros com até 50% de desconto; entenda

17 de maio de 2024 - 10:00

O analista criminal que descobriu a estratégia, Lerry Granville, vai ensinar como qualquer brasileiro interessado pode obter o desconto; saiba mais

conteúdo empiricus

A partir de 3 de junho, essas criptomoedas podem fazer um investimento de R$ 5 mil se transformar em até R$ 2 milhões; entenda

17 de maio de 2024 - 8:00

Especialista em criptoativos irá participar do maior evento de criptomoedas do mundo e revelar aos investidores quais são os projetos mais promissores da atualidade

Conteúdo Empiricus

Bitcoin salta 6% após dado de inflação nos EUA, mas criptomoeda ‘GameStop’ explode 4200% em apenas dois dias e destrava rali das memecoins

16 de maio de 2024 - 18:00

Token GME disparou após tweet de Keith Gill, trader que liderou o short squeeze da GameStop; Moedas como PEPE, DOGE e SHIB também registram altas durante a semana; confira as criptos que valem a pena apostar

Conteúdo Empiricus

Hora de fugir da Petrobras (PETR4)? Analista recomenda BDR de petroleira gringa que pode ser alternativa à estatal brasileira

16 de maio de 2024 - 16:06

Depois de forte valorização em 2023, riscos políticos voltaram a pesar sobre as ações da Petrobras; veja alternativa estrangeira para investir na commodity sem sair da bolsa brasileira

Conteúdo Empiricus

‘Um mês ruim para a bolsa pode ser bom para o investidor’: por que esse analista acredita que você pode ganhar dinheiro depois do ‘fiasco’ da bolsa em abril?

16 de maio de 2024 - 14:00

Várias ações sofreram quedas no mês de abril, mas isso não é motivo para desespero, diz analista

Conteúdo Empiricus

Small cap do varejo ‘decola’ após resultado do 1T24 e pode continuar voando nos próximos meses, avaliam analistas

16 de maio de 2024 - 12:12

Ação dobrou de valor desde setembro, mas tendência positiva parece estar longe do fim; veja o upside da small cap

Conteúdo Empiricus

De pai ‘falido’ a multimilionário: como ex-frentista fez fortuna comprando ações no mercado financeiro

16 de maio de 2024 - 10:00

Agora ele quer ajudar qualquer brasileiro a buscar ganhos médios de R$ 2 mil por dia como renda extra

Conteúdo Empiricus

Novo método vira febre ao permitir que brasileiros busquem renda semanal de até R$ 5 mil por semana com carros; conheça

16 de maio de 2024 - 8:00

Após comprar BMW pelo preço de um HB20, especialista decide lançar um ‘intensivão’ online e gratuito para interessados no tema

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar