🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Caio Nascimento
Caio Nascimento
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e com passagens pelo Estadão e Jornal da USP.
CONTEÚDO PATROCINADO

Ibovespa está barato para os gringos e pode subir cerca de 150% no longo prazo – veja 19 ações que podem se multiplicar neste ciclo de alta

Que entregou lucro acumulado de 476% em ações na carteira ‘Oportunidades de Uma Vida’; ele destaca que a bolsa está com desconto de 25% sobre as bolsas internacionais e vê potencial de recuperação.

Caio Nascimento
Caio Nascimento
14 de abril de 2021
14:11 - atualizado às 14:34
Arte mostrando um gráfico de barras com a bandeira do Brasil e uma seta com oscilações para cima e para baixo, fazendo menção às instabilidades na inflação, dólar, PIB, juros e outras variáveis macroeconômicas, competitividade mundial
Imagem: Shutterstock

O mercado foi feito para transferir dinheiro dos impacientes para os pacientes”. A frase de Warren Buffett, um dos investidores mais importantes do mundo, reflete como devemos pensar na atual turbulência dos mercados. Afinal, quem está com uma perspectiva estratégica de ganhos no longo prazo de olho no potencial de alta do Ibovespa já está ganhando dinheiro. 

O analista de investimentos e estrategista-chefe da Empiricus, Felipe Miranda, avalia que a bolsa brasileira virou uma janela de oportunidades para os gringos. Isso é importante porque a injeção de capital internacional da B3 ajuda na alta do índice no médio e longo prazo.

E só não percebe quem não quer. Os índices de referência das principais bolsas do mundo - S&P 500, Dow Jones, Nasdaq e a alemã Dax - estão em seus picos históricos com as perspectivas de reabertura pós-pandemia. Além disso, há um excesso de liquidez no mercado internacional em meio a uma série de estímulos. Só os Estados Unidos, por exemplo, injetaram US$ 3 trilhões na economia. E desse cenário o Brasil segue tropeçando…

“A bolsa brasileira está com um desconto de 25% na média para as bolsas internacionais. O real está extremamente desvalorizado, com o dólar perto de R$ 6 e o euro próximo dos R$ 7. Isso tudo, somado, faz algumas ações brasileiras se tornarem uma verdadeira pechincha”, explica Felipe Miranda.

Para surfar nessa onda de valorizações que podem estar por vir, Miranda rastreou, na sua série Palavra do Estrategista, as 19 ações da bolsa brasileira com maior potencial de se multiplicarem. Ele também garimpou 10 fundos de investimento, imobiliários, ETFs e nichos de mercados que podem entregar lucros expressivos no pós-pandemia e diversificar sua carteira de investimentos

Você pode desbloquear o acesso a tudo isso por sete dias gratuitos neste link e ler em detalhes as indicações no relatório exclusivo “Nós também publicamos balanços trimestrais”. Mas antes sugiro que continue comigo abaixo para entender melhor os fundamentos por trás disso e como essas indicações já estão entregando lucros.  

Projeções indicam que Ibovespa pode chegar a 300 mil pontos - e isso pode ser fichinha perto do que você pode alcançar

Antes de mostrar o ciclo de alta do Ibovespa, vou dar um exemplo prático de quem se beneficia dele. 

Enquanto muitos investidores amarguram perdas no atual cenário pessimista do mercado, se desesperam sem observar o que pode estar por vir ou colecionam lucros medíocres, a carteira Oportunidades de Uma Vida, de Felipe Miranda, acumula uma rentabilidade de 476% nos últimos seis anos, contra 148% do Ibovespa e 52% do CDI. 

Do início do ano até 6 de abril, enquanto o Ibovespa caía -1,28% e diversas pessoas sofriam prejuízos com a volatilidade da bolsa, o analista entregou a seus leitores 6,06%. Além disso, recomendou um trade tático que gerou lucro de 30% em dois meses (conheça a carteira e leia os relatórios dela por 7 dias gratuitos neste link).

Essa guinada é fruto de uma carteira diversificada. Para Felipe Miranda, o cenário atual pode levar o Ibovespa a saltar para os 300 mil pontos no longo prazo - ou seja, uma alta de cerca de 150%. Na sua visão, há motivos de sobra para isso, que vão além da atração gringa pelos ativos brasileiros.

Ao olharmos a história da bolsa brasileira, identificamos quatro grandes ciclos fechados de alta (bull market) que duraram cerca de oito anos e entregaram multiplicações médias, ou seja, somente do índice, entre 16 e 35 vezes. 

Agora, estamos no quinto ciclo, que se iniciou faz cinco anos, com um diferencial: ele está apenas no começo se comparado aos últimos devido à queda dos mercados que a pandemia causou. “Estamos falando de ciclos de multiplicação de capital da ordem de 30x, 16x, 35x e 21x ao longo da história. Isso para a média do mercado brasileiro”, afirma Felipe Miranda.

Confira o gráfico:

“O nosso ciclo atual se iniciou faz 5 anos e as cotações do Ibovespa nem triplicaram de valor. Estenda a linha de tendência para o futuro e você vai ver que isso nos joga lá para cima de 300 mil pontos, ainda neste quinto ciclo”, explica Miranda.

Claro que essa pernada não é da noite para o dia. Neste atual ciclo, por exemplo, vimos o Ibovespa dobrar de valor, saindo da casa dos 50 mil pontos, entre 2015 e 2016, para cerca de 119 mil pontos em abril de 2021. Quem fez escolhas erradas, caiu em armadilhas do mercado, seguiu modinhas ou afins, teve prejuízos, desistiu no caminho ou teve lucros medíocres. Alguns conseguiram acompanhar a média dos mercados e levar para casa um retorno de 100% do Ibovespa. 

Mas quem investiu em ações escolhidas à dedo pelo Felipe Miranda, as que ele considera Oportunidades de Uma Vida, conseguiu lucros superiores. Quem seguiu essa carteira, disponível na série Palavra do Estrategista, multiplicou por quase cinco vezes o patrimônio no período. 

Claro que lucro passado não é garantia de ganho futuro, mas, com esse expertise, após entregar 476% contra 148% do atual ciclo de alta, Felipe Miranda está convicto que a atual reestruturação da carteira tem potencial de entregar rentabilidades expressivas com o pós-pandemia. 

O gráfico abaixo ilustra bem o que já aconteceu. Veja:

“Trata-se das ações em que tenho mais convicção, algo como o ‘must have’ do ciclo. Ações que todo investidor tem que ter. É importante dizer que não existe uma condição necessária para entrar na carteira; isto é, não busco criar uma carteira só de small caps ou só de um setor. Negativo. Minha única intenção é que você ganhe dinheiro. Logo, a carteira tem temáticas variadas e diversificação consistente”, diz Miranda.

Além das 19 ações, há 17 ativos que podem se multiplicar 

Uma característica de uma boa carteira é a diversificação não só de ações, mas também de classes de investimentos. É por esse motivo que a equipe da série Palavra do Estrategista, embora tenha uma carteira de papéis da B3, recomenda fundos de investimento, criptomoedas, BDRs, fundos imobiliários, REITs, ações internacionais, ETFs e mercados revolucionários. 

Todos têm grande potencial de se multiplicar e aumentar a rentabilidade do seu portfólio. Para você ter uma ideia disso, seus insights entregaram só nos três primeiros meses do ano até 24% de valorização - com potencial de subir mais. 

“Os temas são variados e muitos, sempre prezando pela sofisticação patrimonial e pela exposição em diferentes prêmios de risco díspares, proporcionando um tipo de estruturação de carteira bastante diferenciado do que vemos por aí”, explica ele em relatório exclusivo do Palavra do Estrategista, no qual detalha esses investimentos. 

Vou dar uma palhinha para você do que você vai encontrar lá (por 7 dias gratuitos):

  • Um REIT (fundo imobiliário dos Estados Unidos) da área de tecnologia, com foco em data centers, grande potencial de valorização e pagamento de dividendos. Ele está sendo negociado abaixo do seu valor justo e tem muito a se beneficiar com o investimento de US$ 2 trilhões do governo americano em infraestrutura. 

“Os próximos anos serão de expansão de margens para esse fundo, com o crescimento do lucro muito em breve. Soma-se à tese a geração de dados pelo 5G, que impulsionará a demanda por data centers, e o crescimento por meio da expansão das próprias empresas de tecnologia. Investir nesse REIT se trata de um posicionamento para aproveitar a hiperescala dos centros de dados e as vantagens da interconexão”, explica Felipe Miranda.

  • Uma commodity da área de energia renovável que tem tudo para entregar multiplicações expressivas no longo prazo. O mineral valorizou mais de 100% nos últimos 12 meses e, na visão de especialistas, pode continuar subindo por estar alinhado a um avanço tecnológico, que tem tudo para mudar o mundo nos próximos dez anos.
  • Um fundo de infraestrutura isento de Imposto de Renda e que logo mais será listado em bolsa. Ele busca investir em setores de mobilidade urbana, rodovias e energias com alto potencial de retorno financeiro para os investidores. É uma forma de você aumentar o potencial de valorização do seu patrimônio ao longo dos anos, com obras seguras e escolhidas a dedo pelos gestores.

No relatório que falei mais acima (Nós também publicamos balanços trimestrais), você vai encontrar algumas recomendações. Sugiro que você leia. Muitos deles são ótimas oportunidades de lucrar com ativos descorrelacionados da bolsa, fazendo que você possa buscar ganhos expressivos em outros mercados sólidos.

Mas antes de ler saiba que, ao desbloquear seu acesso neste link ou em qualquer outro deste texto, você vai ganhar um combinado especial de lucros. Explico mais abaixo...

ACESSE AQUI, POR 7 DIAS GRATUITOS, AS 19 AÇÕES MAIS PROMISSORAS NO CICLO DE ALTA DO IBOVESPA E OS 17 ATIVOS QUE PODEM AJUDAR VOCÊ A AUMENTAR A RENTABILIDADE DOS SEUS INVESTIMENTOS DE FORMA CONSISTENTE NOS PRÓXIMOS MESES E ANOS

Tudo a um clique de você - por 7 dias grátis e um combinado especial de lucros

Como você já sabe, esta não é a primeira vez que Felipe Miranda encara uma crise. Na tragédia econômica do governo Dilma, em 2015, ele lançou a carteira Oportunidades de Uma Vida no “olho do furacão”. 

Um ano antes, ele foi a única voz no mercado a pregar, por um tempo sozinho, a chegada de uma crise econômica sem precedentes. Foi quando recomendou comprar dólar a R$ 1,90, acreditando que a moeda americana poderia chegar aos R$ 4 em um ano e lançou o relatório O Fim do Brasil, denunciando o descalabro do governo Dilma e o risco que o Brasil corria.

Ele vinha preparando o portfólio para esse momento e suas convicções renderam até um processo por parte do governo da época: 

No entanto, não deu outra: seis anos depois, para cada valor investido nas indicações de ações que ele indicou, voltaram - em média - 5,5 vezes mais de lucro. “Ao contrário de inúmeros ‘influencers heroicos’ de finanças que apareceram nos últimos meses de bull market, nós da série Palavra do Estrategista já passamos por uma crise”, afirma Felipe Miranda.

“Com a crise atual, os papéis que indico para você chegaram no preço exato para que você tenha a chance de surfar uma retomada surpreendente e transformadora para a sua vida. Eu já fiz isso igualzinho antes no mercado de ações. E sei exatamente o que eu estou fazendo agora”, completa.

É por isso que, além das quatro recomendações de fundos, REITs e commodity e das 19 ações, você vai receber:

  • atualizações da carteira, teses de investimento e relatórios exclusivos;
  • participar de lives exclusivas com CEOs, nas quais você poderá fazer perguntas a eles;
  • plantões de dúvida;
  • livros online;
  • primeiros passos: como organizar gastos, escolher uma corretora, investir, mexer no home broker, montar reserva de emergência e a carteira de renda fixa e variável;

ACESSE TUDO ISSO AQUI POR 7 DIAS GRATUITOS

Após o período de degustação livre, você poderá cancelar a assinatura e ter 100% do seu dinheiro reembolsado no ato. Sem estresse ou burocracia. Se você quiser continuar, pagará 12x de R$ 6 para ter acesso completo à série por um ano, período no qual diversas oportunidades de investimento vão aparecer para você.

Se nesse período você seguir as recomendações de Felipe Miranda à risca e não obter lucro, a Empiricus vai devolver 100% do dinheiro investido na série, lembrando que em nenhum momento a Empiricus toca no seu patrimônio… Felipe faz apenas as recomendações e acompanhamento dos ativos.

E aí, o que está esperando para abraçar a carteira que em meio à crise segue entregando lucro a seus seguidores? É irracional ficar de fora depois de tudo que mostrei para você. 

Quem não fez isso em 2015, quando Miranda montou a carteira diante do cenário que o país se moldava, perdeu a chance de ter hoje um lucro de 476% em ações. Meros R$ 10 mil aplicados se transformaram em mais de R$ 50 mil dentro de seis anos. Isso sem contar os ganhos entregues com as indicações de outros ativos que ele fez na série ao longo do tempo - e que segue fazendo.

É irracional você ficar de fora. As previsões do mercado brasileiro podem despontar novas oportunidades de lucro como essas. Desbloqueie seu acesso de sete dias gratuitos clicando aqui ou na frase abaixo.

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Sistema de investimento criado nos EUA chega ao Brasil podendo pagar R$ 3.400 por semana, em média; faça o teste

24 de junho de 2024 - 8:00

Os robôs quantitativos criados nos EUA usam dados do mercado financeiro pra identificar padrões com alto potencial lucrativo; entenda

Conteúdo Empiricus

É amanhã: ‘rastreador’ capaz de gerar lucros de até R$ 3 mil por dia será apresentado em evento online

23 de junho de 2024 - 12:00

Ferramenta criada pelo analista Paulo Wesley tem como uma de suas funções descobrir o movimento dos grandes bancos – assim, seus usuários podem copiá-los

Conteúdo Empiricus

Mega-Sena acumulou? Outro ativo custa menos que um bilhete de loteria e já fez R$ 400 virarem até R$ 55.000 (não é Quina de São João)

23 de junho de 2024 - 10:00

Conheça o ativo negociado em Bolsa que já foi capaz de gerar valorizações de até 13.650% em poucos dias (não é Bitcoin)

Conteúdo Empiricus

Matemático do MIT criou fórmula que inspira software capaz de entregar ganhos de R$ 680 por dia, em média, na bolsa

23 de junho de 2024 - 8:00

Após transformar R$ 1.000 em R$ 4 bilhões com modelo quantitativo, método de matemático do MIT é ‘copiado’ por sistema brasileiro; entenda

Conteúdo Empiricus

Mesmo com a queda de 10% do Ibovespa em 2024, analista diz que pouca vezes esteve ‘tão otimista com o futuro de longo prazo do Brasil’; entenda

22 de junho de 2024 - 14:00

Queda do Ibovespa pode ser uma oportunidade para incluir ações de qualidade na carteira

Conteúdo Empiricus

Empiricus relança robô que pode gerar lucro médio de R$ 680 por dia de forma semiautomática; veja como usar

22 de junho de 2024 - 12:00

Robô usa método quantitativo para semiautomatizar operações com elevado potencial de lucros

Conteúdo Empiricus

Nvidia desbancou Microsoft e Apple para se tornar a companhia mais valiosa do mundo: até onde as ações podem ir?

22 de junho de 2024 - 8:00

Ações da fabricante de semicondutores já se valorizaram 171% em 2024 e alçaram a Nvidia ao posto de companhia mais valiosa do mundo: tem espaço para mais?

Conteúdo Empiricus

Ibovespa segue patinando nos 120 mil pontos e analista afirma: ‘se tivesse que comprar apenas uma ação, seria essa’; veja qual

21 de junho de 2024 - 16:00

Ação foi incluída em portfólio que reúne os 10 melhores papéis da bolsa e é um dos principais destaques entre as recomendações deste grupo de analistas

Conteúdo Empiricus

Média de R$ 680 por dia? Economista da FGV cria robô financeiro que pode gerar lucro com só 3 cliques

21 de junho de 2024 - 14:00

Sistema de trade semiautomático estará acessível a todos os brasileiros em breve; saiba como testar

Conteúdo Empiricus

Virada de chave do Ibovespa? Veja 4 notícias que podem animar a bolsa brasileira nos próximos meses e como se posicionar neste cenário

21 de junho de 2024 - 12:00

Depois de um primeiro semestre ruim, algumas ações de qualidade aparecem em ótimo ponto de entrada, segundo analistas; veja o que pode fazer o Ibovespa voltar a andar ainda em 2024

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar