Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-27T09:20:49-03:00
Maria Eduarda Nogueira
Conteúdo BTG

A hora e a vez da renda fixa: ‘esnobada’ pelos investidores, essa modalidade de investimento volta a chamar a atenção com a alta da Selic e as incertezas de 2022

Com ativos de renda fixa, você pode proteger seu patrimônio da inflação com investimentos a partir de R$ 30 e buscar rendimentos de dois dígitos, com riscos bem menores que a Bolsa

27 de dezembro de 2021
10:00 - atualizado às 9:20
Lâmpada ao lado de moedas empilhadas, representando renda fixa
Imagem: Shutterstock

O investidor brasileiro pode ser um tanto quanto “Maria vai com as outras”. Quando a Bolsa está indo bem, entregando boas valorizações, os olhos se voltam para as ações, fundos imobiliários e ETFs, “esnobando a renda fixa”. É compreensível, afinal, com a Selic a 2% (como no início da pandemia), a renda fixa vira um “patinho feio” comparada com os lucros exponenciais da Bolsa.

Mas agora, o jogo está bem diferente e a renda fixa está vivendo seu momento de triunfo. Com a possibilidade da Selic chegar a dois dígitos em 2022 e o IPCA em trajetória de alta, os títulos públicos e privados e demais ativos da classe começam a ganhar um “brilho especial”. 

O aumento da taxa básica de juros faz os rendimentos dos ativos pós-fixados e atrelados ao CDI se tornarem atrativos, assim como a alta da inflação beneficia os investimentos atrelados ao IPCA.

Com isso, muitos investidores vão em busca de ativos na classe. O BTG Pactual oferece uma plataforma completa, segura, simples de ser usada e com mais de 550 opções em renda fixa: títulos de grandes bancos e empresas privadas, bem como títulos do Tesouro, que permitem investimentos a partir de R$ 30

O fato é que existem alternativas de títulos de renda fixa que estão pagando até dois dígitos ao ano, em diversos casos, mais do que o dobro da poupança.

Portanto, é preciso ter em mente que há inúmeras possibilidades de fugir da poupança, que ficou para trás. Com a nova regra em vigor diante do atual patamar da Selic, essa modalidade está rendendo apenas 0,5% ao mês (mais a taxa referencial, que está zerada) – ou seja, o rendimento anual é de apenas 6,17% ao ano. 

Com o valor de um almoço, você já pode investir e se aproveitar da alta dos juros

Quem pensa que precisa de muita grana para investir, está profundamente enganado: com R$ 30, o valor de um almoço modesto, você já consegue aplicar em títulos públicos e se beneficiar da alta da Selic para capturar rendimentos vantajosos e com bem menos riscos que a Bolsa. 

Para quem ainda está começando nos investimentos, a renda fixa é uma porta de entrada mais segura e fácil. Para os investidores mais experientes e arrojados, esses ativos são como um porto seguro.

Mas assim como acontece com ações, não são todas as opções de renda fixa que valem a pena. É preciso saber escolher de forma inteligente. No BTG Pactual, você pode se expor a diferentes tipos de aplicações, com rendimentos, prazos e riscos variados. Conheça algumas delas:

Tesouro Direto: são títulos públicos federais criados pela B3 e em parceria com o Tesouro Nacional. Há opções prefixadas e pós-fixadas. São alguns dos investimentos mais democráticos no mercado e costumam ser a primeira opção dos investidores que estão saindo da poupança e “molhando os pés” em aplicações mais vantajosas;

CDBs: os Certificados de Depósito Bancário são títulos privados emitidos por instituições financeiras, com prazo e taxas já estabelecidos no momento da compra. 

LCAs e LCIs: as Letras de Crédito (do agronegócio e do setor imobiliário, respectivamente) são títulos privados que permitem investir, indiretamente, nesses dois setores da economia. São investimentos isentos de Imposto de Renda, que possuem rentabilidades diferentes, de acordo com a oferta. 

Títulos IPCA+: especialmente vantajosos em tempos de inflação alta (como este momento que estamos vivendo), os títulos IPCA+ pagam a taxa de inflação e mais algum prêmio, oferecendo rentabilidade real ao investidor e protegendo seu poder de compra. A depender da oferta, você pode encontrar prêmios de 6% ao ano ou mais. 

Por que investir em renda fixa?

O investidor inteligente sabe que a renda fixa é importante mesmo quando não está em seu período áureo. Esse tipo de investimento cumpre diversas funções na carteira, dentre elas:

  • Diversificação: títulos privados, Tesouro Direto, letras de créditos, certificados de recebíveis são boas opções para ampliar o portfólio e mitigar os riscos;
  • Maior segurança: muitos dos ativos de renda fixa têm garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para investimentos de até R$ 250 mil;
  • Reserva de emergência: fundos DI ou Tesouro Selic são ótimas opções para deixar o dinheiro para imprevistos, uma vez que têm boa liquidez e pouquíssimos riscos (além de renderem mais que a Poupança);
  • Isenção de IOF e Imposto de Renda: algumas das aplicações em renda fixa como LCIs e LCAs oferecem essas vantagens de isenção, o que pode levar em muitos casos a rendimentos maiores; 
  • Proteção do patrimônio contra inflação: através dos títulos atrelados ao IPCA, é possível ganhar um “prêmio” a mais, que protege o investidor da alta dos preços.

Quais as vantagens do BTG Pactual?

Você pode investir em renda fixa através de diversas corretoras e bancos por aí. Para os títulos do governo, há até mesmo um site próprio do Tesouro Direto. 

O diferencial do BTG Pactual está em oferecer a expertise do maior banco de investimentos da América Latina em uma plataforma segura e digital, que permite que você faça suas aplicações do conforto da sua casa. Além disso, há também outras vantagens:

  • Conta completamente gratuita, sem cobrança de taxas, independente se há ou não aplicações na carteira;
  • Mais de 550 opções em renda fixa;
  • Interface simples e intuitiva;
  • Aplicativo disponível para todos os dispositivos móveis.

Se você quiser conhecer mais sobre o BTG Pactual e suas milhares opções de investimentos (tanto em renda fixa quanto em outros ativos), fica aqui o convite. Basta clicar no botão abaixo:

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

MÚSICA NO FANTÁSTICO

Unilever recebe mais um não da Glaxo para oferta de US$ 68 bilhões por divisão que produz Advil; entenda o caso

Se fosse concretizado, o acordo seria o maior em termos globais desde o início da pandemia de covid-19

EFEITOS COLATERAIS

Ômicron e seus investimentos: variante do coronavírus terá efeitos distintos sobre empresas de saúde na bolsa; saiba quais são eles

Planos de saúde devem enfrentar um cenário menos favorável dado o aumento dos índices de sinistralidade e pressão sobre os custos

FOI DADA A LARGADA

Petrobras (PETR4) e Novonor iniciam oficialmente processo para vender participações na Braskem; veja quanto a operação bilionária pode levantar

O pedido de registro para a oferta pública secundária, que será realizada no Brasil e no exterior, foi publicado na madrugada deste sábado (15) na CVM

INCENTIVO À MUDANÇA

Meca das criptomoedas? Estado americano tenta atrair trabalhadores com pagamento em bitcoin (BTC)

Iniciativa acontece em meio a explosão de crescimento no setor de tecnologia, especificamente naquelas habilitadas para blockchain

HEY, BROTHERS!

BBB é ‘fábrica de milionários’: prêmio de R$ 1,5 milhão é fichinha perto da fortuna que ex-participantes constroem; veja como Juliette, Gil do Vigor e outros ficaram ricos após reality

A edição de 2022 do BBB começa na próxima segunda e pode conceder o título de milionário a mais pessoas; veja quem já conseguiu se consagrar com a participação na casa mais vigiada do Brasil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies