Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-08T18:05:27-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
destravando valor

Valor do Pão de Açúcar tem potencial de alta de 29% com cisão do Assaí, diz BTG Pactual

Banco avalia que valor de mercado da varejista pode alcançar R$ 29,4 bilhões, com operação destravando valor da rede de atacarejos

8 de fevereiro de 2021
15:52 - atualizado às 18:05
Grupo Pão de Açúcar
O que os especialistas dizem sobre a cisão entre GPA e Assaí? - Imagem: Jacques Lepine / Estadão Conteúdo

O mercado aguarda ansiosamente o processo de cisão do Assaí da estrutura do Pão de Açúcar (PCAR3) e está fazendo os cálculos de quanto a operação pode valorizar os papéis da tradicional rede de supermercados.

O BTG Pactual já tem a sua estimativa: o valor patrimonial (equity value) do Pão de Açúcar pode passar por um reajuste positivo de 29%, com o valor de mercado alcançando R$ 29,4 bilhões.

Os analistas Luiz Guanais, Gabriel Savi e Victor Rogatis avaliaram a operação, marcada para ser concluída entre o final de fevereiro e início de março, a partir da “soma das partes” do Pão de Açúcar e do Assaí.

Eles calculam que a receita do grupo alcançará R$ 54,4 bilhões em 2021, sendo R$ 29,5 bilhões apenas da divisão multivarejo, com uma margem do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 8% e um lucro líquido de R$ 500 milhões.

Para o Assaí, eles estimam uma receita líquida de R$ 44 bilhões e um lucro líquido de R$ 1,3 bilhão.

Os analistas do BTG Pactual calcularam ainda um múltiplo P/L (a relação entre o preço das ações e o lucro da empresa, que demonstra quanto os investidores estão dispostos a pagar pelo lucro potencial) de 12 vezes para as ações do Pão de Açúcar em 2021 e de 18 vezes para o Assaí.

Foi a partir destas premissas que eles chegaram ao valor de R$ 29,4 bilhões do Pão de Açúcar, 29% acima do patamar em que ele está atualmente, diante da expectativa de que a cisão vai destravar valor da unidade de atacarejo.

“Esta operação deve ser concluída entre o final de fevereiro e início de março, e apesar de não ser algo novo para o mercado, ainda vemos potencial de alta relevante para ser capturado, considerando a soma das partes, o que reforça o Pão de Açúcar como uma oportunidade de curto prazo para os investidores”, diz trecho do relatório.

Contexto

A cisão entre Pão de Açúcar e Assaí foi anunciada em setembro de 2020. A proposta prevê que o tradicional grupo varejista vai repassar a totalidade de sua participação na rede de atacarejo aos seus acionistas.

A separação ocorrerá em duas etapas. Na primeira, a Sendas, subsidiária que controla o Assaí, vai segregar a sua participação na Almacenes Éxito, uma rede de supermercado da Colômbia, e vai repassá-la para o controle do GPA. Feito isto, a Sendas será separada do restante do GPA.

A operação prevê que os acionistas do controlador do Pão de Açúcar receberão as ações da Sendas na proporção de uma ação da Sendas para cada papel do GPA. A expectativa é de que esta distribuição ocorra antes do final do primeiro trimestre do ano que vem.

A Sendas terá suas ações listadas no Novo Mercado, segmento de listagem da Bolsa com o mais alto padrão de exigência de governança corporativa das companhias, e recibos de ações (ADS, na sigla em inglês) na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa na contramão do mundo, o impulso das commodities, a pressão dos servidores públicos e tudo o que agitou os mercados nesta terça

Nada como uma perspectiva de aperto monetário para segurar o desempenho dos ativos de risco. E nesta terça-feira (18), os mercados financeiros americanos voltaram do feriado colocando nos preços a expectativa dos investidores com a alta dos juros e a redução dos estímulos monetários nos Estados Unidos. O resultado foi uma disparada nos juros futuros, […]

Fechamento Hoje

Ibovespa sobrevive a mar vermelho no exterior e consegue fechar em alta; avanço nos retornos dos Treasuries pesa nos juros e no câmbio

Principal índice da B3 lutou para se manter no lado positivo ao longo de todo o pregão, com ajuda das commodities; dólar, porém, também fechou em alta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies