Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-03T17:52:53-03:00
Larissa Vitória
BOM NEGÓCIO?

Equatorial vence leilão no Amapá e estreia em saneamento, mas preço da concessão foi salgado; é hora de comprar EQTL3?

A afobação da empresa com o ativo não caiu bem entre os investidores, já os analistas não foram tão rápidos para rebaixar a recomendação dos papéis

3 de setembro de 2021
17:39 - atualizado às 17:52
Tubo com saída de esgoto
O contrato de 35 anos prevê um alto volume de recursos para a universalização do saneamento básico no Amapá. Imagem: Shutterstock

Após algumas tentativas frustradas, a Equatorial Energia (EQTL3) finalmente garantiu sua entrada no setor de saneamento básico. A empresa é dona do lance vencedor no leilão da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), ocorrido na última quinta-feira (2).

Para evitar derrotas como as que sofreu nas disputas por outras companhias do segmento, como Cedae e Casal, a empresa se uniu à SAM Ambiental e ofereceu uma proposta de R$ 930,8 milhões — mais um desconto de 20% nas tarifas.

O valor é muito superior à outorga mínima do leilão, de R$ 50 milhões, e também deixou para trás, com larga vantagem, a segunda maior proposta, de cerca de R$ 426 milhões.

A afobação da empresa com o ativo não caiu bem entre os investidores. Os papéis encerraram o dia em queda de 1,42%, a R$ 25,65 nesta sexta-feira (3), com temores de que a Equatorial tenha pagado muito caro por uma concessão com potencial de retorno ainda obscuro.

Os analistas, porém, não foram tão rápidos em rebaixar as recomendações dos papéis. A maior parte deles ainda aguarda mais detalhes antes de lançarem seus vereditos.

Assumindo o desafio

Apesar da reação negativa do mercado, a empresa está contente com o resultado do certame. “Temos consciência da nossa responsabilidade, e estamos muito orgulhosos e felizes. Não mediremos esforços para trabalhar e fazer os investimentos necessários para alavancar o crescimento no Estado”, afirmou ontem o presidente da Equatorial, Augusto Miranda.

Por falar em investimentos, o contrato de 35 anos prevê um alto volume de recursos para a universalização do saneamento básico no Amapá. A meta é sair dos atuais 38% da população com água encanada para 99% em onze anos. 

Já a situação da coleta de esgoto é ainda mais delicada: apenas 7% das casas são atendidas pela rede. Nesse caso, o objetivo é expandir o percentual para 90% em até 18 anos. Para isso, as estimativas consideram investimentos de cerca R$ 3 bilhões em 16 cidades.

Não tenha tanta pressa em vender

Em relatório divulgado ainda na quinta-feira, o BTG Pactual expressa sua surpresa com a quantia oferecida pela empresa no leilão. Porém, os analistas optaram por manter a recomendação de Compra para os papéis com base no histórico bem-sucedido de aquisições da empresa.

O cenário não deve mudar enquanto eles aguardam a divulgação de números e indicadores do ativo, que poderão guiar novas estimativas de retorno. A visão é compartilhada pelo Goldman Sachs que, apesar da reação negativa do mercado, considera que aguardar mais informações antes de projetar os retornos potenciais é o melhor curso de ação.

Além de também manter sua recomendação de compra, o time do banco destaca que, por também possuir a concessão do serviço de distribuição de energia do Amapá e em estados vizinhos, a Equatorial tem ainda a oportunidade de estabelecer “sinergias operacionais significativas das quais pode se beneficiar”.

Já a equipe do Bank of America preferiu não esperar e afirmou que as estimativas preliminares apontam para “retornos apertados”. Mas também indica que, sem mais detalhes, ainda é cedo para se preocupar com os múltiplos e reforça a recomendação de compra.

“Em primeiro lugar, pensamos que o histórico de alocação de capital da EQTL é indiscutível. Em segundo lugar, e mais importante, muitas das operações anteriores da companhia pareciam pouco atraentes à primeira vista, mas acabaram provando superar até mesmo suposições antes otimistas (caso de CEEE e Cepisa, por exemplo)”, justificam os analistas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies