2021-08-10T18:30:53-03:00
Rafaella Bertolini
Resultado animal

Em fase de crescimento: Petz dobra lucro e analistas esperam mais para os próximos anos

Números devem continuar melhorando até pelo menos 2025 em um ritmo expressivo, e empresa tem sucesso com sua estratégia de vendas digitais

10 de agosto de 2021
14:13 - atualizado às 18:30
Labrador Crescendo Petz
Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

Se a Petz (PETZ3) fosse um bichinho de estimação, poderíamos dizer que, apesar de já estar grande, ainda está em fase de crescimento. Depois do balanço apresentado nesta terça-feira, os analistas afirmam podem esperar aumento consistente nos lucros da empresa, pelo menos até 2025.

O lucro líquido da companhia no segundo trimestre de 2021 avançou 109% ante o mesmo período de 2020, totalizando R$ 21,6 milhões. O Ebitda ajustado, por sua vez, ficou em R$ 56,2 milhões, alta de 50,3%.

Além disso, a empresa atingiu R$ 2 bilhões em faturamento nos últimos 12 meses, com a receita bruta total em R$ 598 milhões no segundo trimestre, alta de 57,5% em relação ao ano anterior.

Colhendo bons frutos

Após reforçar sua participação no digital com as aquisições do Zee.dog e Cansei de Ser Gato, as vendas online representaram 30,3% do total no trimestre, totalizando R$ 181,2 milhões de receita bruta, um ganho de 85%.

Desde a abertura de capital da empresa, em setembro do último ano, as ações praticamente dobraram de valor. Hoje, as ações (PETZ3) fecharam a R$ 26,14, ante os R$ 13,75 estabelecidos no IPO da Petz.

No quadro Ações Para Ficar de Olho desta semana, o Victor Aguiar preparou uma análise completa de empresas promissoras; confira no vídeo abaixo:

Calma que vem mais

O desempenho da companhia trouxe uma leitura otimista dos analistas em relação ao seu desenvolvimento. O BTG Pactual, por exemplo, projeta crescimento médio anual de 45% no lucro da Petz até 2025, e reforça a recomendação de compra.

De acordo com o banco, desde o IPO os resultados da empresa reforçam a visão positiva em relação ao negócio, pois além da participação representativa no nicho de produtos e serviços para animais, que ainda tem grande potencial de expansão no Brasil, a Petz tem conseguido sucesso na atuação multicanal, que combina plataformas digitais e lojas físicas.

Na leitura da Levante, a Petz, assim como outras varejistas, tem sofrido com o custo mais alto dos materiais para os produtos vendidos, sobretudo no segmento alimentar e têxtil, que seguram as margens de curto prazo. Mas em um horizonte mais amplo, o cenário é positivo. “Com a continuidade da estratégia de expansão, integração do ambiente digital com o físico (omnichannel) e ampliação de seu portfólio e alcance, as margens voltarão a crescer”.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira