Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-10T18:30:53-03:00
Rafaella Bertolini
Resultado animal

Em fase de crescimento: Petz dobra lucro e analistas esperam mais para os próximos anos

Números devem continuar melhorando até pelo menos 2025 em um ritmo expressivo, e empresa tem sucesso com sua estratégia de vendas digitais

10 de agosto de 2021
14:13 - atualizado às 18:30
Labrador Crescendo Petz
Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

Se a Petz (PETZ3) fosse um bichinho de estimação, poderíamos dizer que, apesar de já estar grande, ainda está em fase de crescimento. Depois do balanço apresentado nesta terça-feira, os analistas afirmam podem esperar aumento consistente nos lucros da empresa, pelo menos até 2025.

O lucro líquido da companhia no segundo trimestre de 2021 avançou 109% ante o mesmo período de 2020, totalizando R$ 21,6 milhões. O Ebitda ajustado, por sua vez, ficou em R$ 56,2 milhões, alta de 50,3%.

Além disso, a empresa atingiu R$ 2 bilhões em faturamento nos últimos 12 meses, com a receita bruta total em R$ 598 milhões no segundo trimestre, alta de 57,5% em relação ao ano anterior.

Colhendo bons frutos

Após reforçar sua participação no digital com as aquisições do Zee.dog e Cansei de Ser Gato, as vendas online representaram 30,3% do total no trimestre, totalizando R$ 181,2 milhões de receita bruta, um ganho de 85%.

Desde a abertura de capital da empresa, em setembro do último ano, as ações praticamente dobraram de valor. Hoje, as ações (PETZ3) fecharam a R$ 26,14, ante os R$ 13,75 estabelecidos no IPO da Petz.

No quadro Ações Para Ficar de Olho desta semana, o Victor Aguiar preparou uma análise completa de empresas promissoras; confira no vídeo abaixo:

Calma que vem mais

O desempenho da companhia trouxe uma leitura otimista dos analistas em relação ao seu desenvolvimento. O BTG Pactual, por exemplo, projeta crescimento médio anual de 45% no lucro da Petz até 2025, e reforça a recomendação de compra.

De acordo com o banco, desde o IPO os resultados da empresa reforçam a visão positiva em relação ao negócio, pois além da participação representativa no nicho de produtos e serviços para animais, que ainda tem grande potencial de expansão no Brasil, a Petz tem conseguido sucesso na atuação multicanal, que combina plataformas digitais e lojas físicas.

Na leitura da Levante, a Petz, assim como outras varejistas, tem sofrido com o custo mais alto dos materiais para os produtos vendidos, sobretudo no segmento alimentar e têxtil, que seguram as margens de curto prazo. Mas em um horizonte mais amplo, o cenário é positivo. “Com a continuidade da estratégia de expansão, integração do ambiente digital com o físico (omnichannel) e ampliação de seu portfólio e alcance, as margens voltarão a crescer”.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DESTAQUE DO DIA

Minério de ferro despenca mais 8% e siderúrgicas e Vale acompanham queda

A redução da produção de aço vem trazendo seguidas perdas para o minério de ferro.

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje: falas de Ray Dalio e da gestora que previu alta das ações da Tesla movimentam o dia

Otimismo com bitcoin a US$ 500 mil e preocupação com a regulamentação: quem vencerá o cabo de guerra das criptomoedas

Parceria digital

Assaí (ASAI3) faz parceria com Cornershop, aplicativo de compras online

A plataforma foi criada para que consumidores comprem produtos de supermercados locais com entregas rápidas ou programadas

Exile on Wall Street

O que faz as empresas falharem? Conheça as cinco “assassinas silenciosas” que podem impactar nos seus investimentos

O verdadeiro início da derrocada de uma empresa não pode ser devidamente noticiado pelas finanças ou pelas operações, mas somente dentro do núcleo de cultura corporativa

CAPTAÇÕES BILIONÁRIAS

Localiza, Unidas e Movida vão a mercado em busca de R$ 5 bilhões com emissões de debêntures

Locadoras de veículos se recuperaram rapidamente da crise da covid-19 e buscam recompor o caixa em meio à escassez de componentes no setor automotivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies