Menu
Inversa
CONTEÚDO PATROCINADO POR Inversa

Três diferenças entre a bolsa e a renda fixa

29 de maio de 2020
16:00 - atualizado às 12:56
Imagem mostra plantas em pote cheio de moedas
Imagem: Shutterstock

A perspectiva de nova queda da Selic para abaixo de 2,5% reduz cada vez mais a atratividade da renda fixa.

Se você possui investimentos em renda fixa, pode estar perdendo dinheiro. Algo preocupante, ainda mais neste momento atual.

Por isso, convido você a conhecer três diferenças entre a bolsa e a renda fixa. Mais do que isso, mostrar como investir em ações de forma segura.

A primeira diferença é que, com ações, você pode ter seu dinheiro mais remunerado. Acelerar a troca de um carro, por exemplo.  

Existe a possibilidade de perder, mas assim como você, existem sempre as empresas corretas e idôneas. Investindo nelas, dificilmente você vai ter prejuízo.

A segunda diferença é que você está no controle da situação. Para conseguir maior retorno na renda fixa, você deve ficar com o título por 5, 10, até 30 anos em alguns casos.

Com ações, assim que você conseguir seu objetivo, pode vender e pegar sua remuneração. Pode, por exemplo, dar entrada a um novo apartamento.

A terceira diferença é desenvolver a sociedade como um todo. Ao investir em empresas, você possibilita os negócios crescerem e darem empregos.

Dadas as diferenças, existem três regras para você investir em ações.

E elas serão explicadas a você aqui.

QUERO SABER AS TRÊS REGRAS

Fechar
Menu