Menu
SD Branding
CONTEÚDO PATROCINADO POR Inversa

Halving: o evento que pode te fazer lucrar muito com outras criptomoedas além do Bitcoin

O evento responsável por diminuir a oferta de Bitcoin no mundo é gatilho para a valorização da moeda. Mas outras criptomoedas também podem surfar nessa onda

3 de fevereiro de 2020
17:25 - atualizado às 17:26
Painel de cotações de criptomoedas com bitcoin, ethereum, ripple, litecoin e iota
Imagem: Shutterstock

Se você já acompanha o universo do Bitcoin e dos investimentos em criptomoedas já deve ter cruzado com o termo halving. Ele se refere a uma das datas mais esperadas pelos investidores.

Assim como Copa do Mundo, o halving acontece a cada quatro anos e se trata de uma diminuição da oferta de bitcoin, o que pode dar início a uma nova onda de valorização do ativo. Neste ano o evento está marcado para acontecer em maio.

Quando o Bitcoin surgiu, lá em 2008, o seu criador Satoshi Sakamoto estabeleceu um mecanismo para controlar o suprimento da moeda com o passar do tempo.

Os grandes protagonistas desse evento são os mineradores, usuários responsáveis por validar as transações realizadas com a criptomoeda utilizando placas poderosas que mantém todas as operações em segurança, e suas recompensas pelos serviços prestados.

São justamente essas recompensas que passam por ajustes a cada quatro anos. Toda vez que um halving acontece, o número de moedas oferecidas em retorno caí pela metade. Nesse ritmo, é possível concluir que 99% dos bitcoins já terão sido minerados em 2032.

Com a queda da oferta e a demanda cada vez maior pelo ativo, o evento é gatilho para a alta da moeda. Mas, não é preciso esperar maio chegar para ver o que pode acontecer. O Bitcoin ainda deve escalar muito de valor e, inclusive, já engatilhou uma onda de valorização nas vésperas do halving. E ele não está sozinho.

Como foi da última vez?

O halving já aconteceu duas outras vezes.

Da primeira vez, em 2012, o mundo das criptomoedas era muito diferente do que estamos habituados hoje. Enquanto temos no mercado milhares de opções disponíveis, naquela época menos de cinco criptomoedas eram conhecidas do grande público.

Os primeiros efeitos começaram a ser sentidos seis meses antes do primeiro evento, quando o Bitcoin foi de US$ 5 para US$ 12.

Em junho de 2016, data do segundo halving, o cenário já estava muito mais parecido com o que conhecemos hoje. O Bitcoin se valorizou e diversas outras criptomoedas passaram a estar disponíveis no mercado.

Seis meses antes, o preço do bitcoin começou a disparar - foi de US$ 360 para mais de US$ 750. Um ano e meio depois a moeda digital atingiu a cotação de US$ 20 mil.

Mas, por incrível que pareça, por volta do mesmo período, não foi a moeda de Sakamoto que teve o melhor desempenho entre as criptomoedas.

O crescimento do Bitcoin permitiu que outras moedas digitais também colhessem os frutos da valorização. As criptomoedas Neo e a Tron, por exemplo, tiveram uma valorização de respectivamente 134.453% e 9.455%. Quem investiu se deu bem!

Fonte: CoinMarketCap
Fonte: CoinMarketCap

Como se preparar para o terceiro halving?

Não há como negar que esse período é uma mina de ouro para quem deseja lucrar investindo em criptomoedas.

Helena Margarido gravou um vídeo explicando os detalhes aqui sobre o Halving e mostra como é possível ganhar muito dinheiro com esse evento. [CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR]

Helena Margarido
Helena Margarido

E você não precisa esperar maio chegar para começar a ganhar dinheiro com o halving. Historicamente, tanto o bitcoin como outras criptomoedas começam a passar por uma escalada do valor meses antes do evento acontecer.

Bitcoin no últimos 30 dias
Fonte: CoinMarket

Enquanto alguns ainda se preparam para entrar no mundo das criptomoedas, esse período pode ser a sua chance de lucrar agora e garantir uma fatia ainda maior da terceira grande onda de valorização

Neste momento, onde todas as atenções estarão voltadas para o Bitcoin, diversificar os seus investimentos e olhar para as "primas" da mais famosa das moedas digitais pode fazer uma grande diferença na sua vida financeira. Lucrar mais de 1.000% com criptomoedas ainda em 2020 usando o halving como gatilho não é impossível.

Existem mais de 2.000 opções disponíveis no mercado. E como saber o que comprar e vender para garantir um retorno expressivo?

Você pode descobrir o caminho das pedras tendo acesso a um dos mais completos relatórios de análise de criptomoedas do país.

Sempre que uma nova criptomoeda com enorme potencial de crescimento é descoberta, você será o primeiro a saber. Além disso, terá em mãos o nome das criptomoedas com maior potencial de valorização antes, durante e depois do halving.

Vale lembrar que esse evento só acontece a cada quatro anos. E você terá qu esperar quatro anos para ter oportunidades como essas que estamos vendo em 2020.

DESCOBRIR AS MELHORES CRIPTOMOEDAS PARA INVESTIR EM 2020

Fechar
Menu