Menu
SD Branding
CONTEÚDO PATROCINADO POR Empiricus

Ibovespa abaixo de 70 mil pontos: é hora de comprar ações?

Uma nova crise pode estar batendo na sua porta. Se você estiver preparado e ela realmente chegar, o seu patrimônio estará protegido e ainda poderá lucrar com as oportunidades que surgirem.

18 de março de 2020
15:38 - atualizado às 13:57
compras indicador contas
Imagem: Shutterstock

No primeiro dia do ano, o Ibovespa marcava 115.645 pontos e os analistas tinham altas expectativas para 2020. Apenas dois meses e meio depois, não precisamos olhar muito longe para ver que o cenário mudou.

O principal índice da bolsa brasileira acumula uma queda de mais de 40% e está na faixa dos 70 mil pontos.

Não estamos sozinhos nessa queda vertiginosa. O índice pan-europeu Stoxx-600 e as bolsas americanas também registram grande desvalorização após bater as suas máximas ainda em janeiro.

O que estamos vivendo é uma combinação de fatores. O novo coronavírus se espalhou pelo mundo de forma assustadora enquanto os grandes produtores de petróleo davam início a uma nova guerra de preços, derrubando o valor da commodity.

O risco de recessão global voltou a bater na porta e podemos estar diante da maior destruição de patrimônio desde a crise de 2008.

Existem diversos tipos de análise para o cenário. Muitas pessoas enxergam o 'desconto' da bolsa como uma oportunidade de finalmente ir às compras e aproveitar para encher o carrinho. Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, não é uma delas.

A razão para esse posicionamento não é nenhum poder de clarividência. É que olhar para o cenário somente com um viés otimista de que as coisas logo voltarão a se encaixar pode ser uma completa falta de responsabilidade. É hora de ter cautela e proteger o seu patrimônio.

Uma nova crise pode estar batendo na sua porta. Se você estiver preparado e ela realmente chegar, o seu patrimônio estará protegido e ainda poderá lucrar com as oportunidades que surgirem.

Se esse cenário não se confirmar e a recuperação surgir antes do esperado, você também ganha, afinal, a sua alocação já estará preparada para surfar na nova onda alta.

"Não subestimo o quanto as coisas ainda podem piorar antes de melhor.
A bolsa pode ir pra 80 mil, 70 mil, 60 mil pontos. Todos esses cenários são factíveis. O que NADA abala o prognóstico mais favorável pro longo prazo". - Felipe Miranda

Os dias de aparente melhora no mercado são só alguns sustos no meio do caminho. O momento é de se blindar para atravessar a tormenta sem sofrer danos.

Não muito tempo atrás o Felipe era uma das pessoas que projetava dias mais felizes do Ibovespa, com o índice podendo bater 150 mil. Você pode entender o que mudou clicando aqui.

Uma revisão de estratégia foi feita na carteira Oportunidades de uma Vida em meio aos solavancos do mercado. Desde que foi criada, ela acumula mais de 400% em ganhos.

O Felipe e sua equipe tomaram todas as medidas necessárias de proteção e diversificação no portfólio. Tudo para evitar que o seu patrimônio vire pó em meio ao caos do mercado.

CONFIRA A PALAVRA DO ESTRATEGISTA PARA TEMPOS DE CRISE

Conteúdo patrocinado

Em tempos de crise nos mercados, aposte em ações de qualidade

A regra é clara: retornos passados não são garantias de retornos futuros. Mas, as ações de qualidade sempre se destacam durante as crises. Confira a lista de Melhores Ações da Bolsa

Conteúdo patrocinado

Empiricus baixa valor da assinatura para R$ 5 diante da crise do coronavírus

Objetivo é ajudar o investidor brasileiro a se proteger na crise e identificar oportunidades pontuais durante a baixa dos mercados

Conteúdo Patrocinado

O futuro é incerto. Você tem um plano?

Estamos lidando com o desconhecido. Dê o passo definitivo para manter os seus investimentos salvos e transformar a crise atual na maior oportunidade para você ganhar dinheiro dos últimos 20 anos.

Conteúdo patrocinado

Empiricus baixa valor da assinatura para R$ 5 diante da crise do coronavírus

Objetivo é ajudar o investidor brasileiro a se proteger na crise e identificar oportunidades pontuais durante a baixa dos mercados

Conteúdo patrocinado

Empiricus baixa valor da assinatura para R$ 5 diante da crise do coronavírus

Objetivo é ajudar o investidor brasileiro a se proteger na crise e identificar oportunidades pontuais durante a baixa dos mercados

Conteúdo patrocinado

Empiricus baixa valor da assinatura para R$ 5 diante da crise do coronavírus

Objetivo é ajudar o investidor brasileiro a se proteger na crise e identificar oportunidades pontuais durante a baixa dos mercados

Fechar
Menu