Menu
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CONTEÚDO PATROCINADO POR Empiricus

A construtora Mitre Realty está com data marcada para estrear na bolsa. Vale a pena investir?

Focado em empreendimentos para o público da classe média e média alta, a Mitre tem planos de expansão e tem altas expectativas para o seu IPO. Saiba se entrar nessa é uma boa ideia.

27 de janeiro de 2020
12:39
Ilustração de imóveis e engrenagens
Imagem: urfin/Shutterstock

A temporada 2020 das ofertas de ações na bolsa já deu a largada. Nos próximos meses, a bolsa brasileira deve dar as boas vindas a novas empresas e aumentar o seu leque de opções de investimentos.

Com 58 anos de atuação no mercado, a Mitre Realty Empreendimentos e Participações S.A é uma dessa empresas. Sempre controlada pela família Mitre, a companhia decidiu dar o próximo passo e abrir o capital na B3.

O período de reservas vai até o dia 31 de janeiro, com a negociação prevista para começar no dia 05 de fevereiro.

Raio-X da companhia

A Mitre, por exemplo, trabalha com empreendimentos focados no público classe média e média-alta, com grande atuação na região da Grande São Paulo.

Desde 2008, quando Fabrício Mitre assumiu como CEO, a companhia tem focado em uma estratégia de profissionalização da sua gestão. Confira como deve ficar a estrutura acionária da Mitre após a estreia na bolsa.

Com um patrimônio líquido de R$ 60 milhões, a companhia opera com um retorno sobre patrimônio alto em comparação com outras empresas listadas na bolsa. Comparando com outras empresas do setor, o número está acima da média.

No ano passado, a Mitre lançou dois empreendimentos, totalizando R$ 266 milhões. Em 2016, 2017 e 2018 os valores ficaram respectivamente em R$ 296 milhões, R$ 131 milhões e R$ 210 milhões.

A expectativa da companhia é alcançar um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1,5 bilhão ao ano, depois de alcançar a cifra de R$ 903 milhões nos últimos três anos e nove meses. Esse é o número que simboliza o potencial de vendas do conjunto de lançamentos.

Hoje a companhia apresenta um balanço equilibrado, com bons índices de rentabilidade e baixa alavancagem.

Fonte: informações da companhia

O dinheiro que irá entrar em caixa já tem destino certo. A Mitre deve acelerar os seus lançamentos, seja comprando novos terrenos ou alocando recursos para construção. A parte administrativa também não será esquecida e deve ser reforçada para conseguir acompanhar a aceleração no número de lançamentos.

Investir ou não investir, eis a questão?

Decidir investir ou não em uma empresa quando ela entra na bolsa não é tarefa fácil.

Um balanço equilibrado, boas estimativas de crescimento e ótimos índices de rentabilidade são importantes e um bom sinal. Mas é preciso saber calcular o quanto essa empresa pode vir a valer no futuro.

Afinal de contas, encontrar a próxima joia da bolsa é o sonho de todo investidor: o desejável é comprar uma ação hoje para colher os frutos de sua valorização e crescimento no futuro.

Além de conhecer a empresa, analisar os seus resultados e estilo de governança, outras incógnitas também entram na equação.

  • O preço atual por ação é justo?
  • Há espaço para valorização?
  • Quais os riscos das estratégias de crescimento e de embarcar agora no negócio?

Os riscos, aliás, são um dos fatores que mais devem ser considerados no momento em que se faz um investimento de longo prazo e tão volátil como a bolsa de valores.

O prazo para decidir se vale ou não a pena investir no IPO da Mitre está acabando, mas ainda dá tempo de saber mais sobre a oferta de ações clicando aqui.

Na efetivação de QUALQUER assinatura da Empiricus você tem acesso a relatórios exclusivos sobre as ofertas de ações da bolsa. A cada nova listagem você receberá análises aprofundadas sobre a oferta inicial de ações diretamente na sua caixa de entrada.

E mais: uma indicação direta se vale a pena ou não comprar a ação no IPO.

QUERO TER ACESSO AOS MELHORES RELATÓRIOS DE IPO DO MERCADO

Conteúdo patrocinado

Não existe truque de mágica até o primeiro milhão… Mas existe um caminho mais curto

Com disciplina e seguindo uma estratégia pensada para caber no seu bolso é sim possível chegar ao primeiro milhão em menos de uma década

conteúdo patrocinado

As ações que podem estar a um passo de ‘disparar’ na bolsa brasileira

Não estamos falando em lucros de 10%, 20% ou 30% e sim de empresas com potencial de valorização superior a 1000% com gatilhos para início de alta em até 6 meses.

Conteúdo patrocinado

Quem viu isso há três anos triplicou o seu patrimônio… agora é a sua vez de tentar

Caso você não ganhe dinheiro com o método que vamos apresentar, a Empiricus irá devolver o dinheiro da sua inscrição acrescido de 10%.

Conteúdo patrocinado

Imóveis X Fundos Imobiliários: qual a forma mais inteligente de investir o seu dinheiro?

Ao contrário de um imóvel físico, você não precisa de algumas dezenas de milhares de reais e uma dívida de anos com o banco como investimento inicial. Com R$ 1.200 reais em mãos você tem a chance de entrar nesse mercado lucrando alto

CONTEÚDO PATROCINADO

Como comprar um carro top pelo preço de um popular

Você pode comprar o carro dos seus sonhos por um preço justo. Mas também pode ganhar dinheiro. Estou falando de retornos de 30%, 40% ou 50%.

Conteúdo Patrocinado

A pior geração para ficar rico na Bolsa?

Hoje, as empresas morrem mais rápido do que há 50 anos; será que a estratégia de comprar ações e segurá-las por décadas ainda é um bom caminho?

Conteúdo patrocinado

Milionário em menos de uma década? Tudo é possível com uma estratégia vencedora

Se você acompanha o noticiário econômico já deve saber que a taxa básica de juro brasileira está na mínima histórica. Aplicações que antes garantiam um bom rendimento agora têm um retorno baixa. É hora de buscar outras alternativas para ganhar

Conteúdo patrocinado

O trader mais respeitado da Faria Lima dá um recado: a volatilidade dos mercados pode ser sua aliada

O que você acha de trocar os seus rendimentos pouco satisfatórios por um Sistema que busca dentificar os melhores trades do mercado?

Fechar
Menu