Menu
2020-02-25T19:58:28-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Caiu mal!

Analistas do BTG alertam para resultados fracos da Usiminas e sustentam posição neutra para as ações

Desempenho do setor de aço é o principal fator de preocupação. Relatório aponta queda da dívida como principal fator positivo

14 de fevereiro de 2020
15:53 - atualizado às 19:58
Usiminas
Imagem: Shutterstock

Parece que os resultados do 4º trimestre de 2019 da Usiminas, publicados na manhã desta sexta-feira (14), não foram muito bem recebidos pelo mercado. Em relatório divulgado logo após o balanço, analistas do banco BTG Pactual classificaram o desempenho trimestral da siderúrgica como “deprimidos” e mantiveram como “neutra” a sua visão para as ações da empresa (USIM5).

O tom utilizado pelos analistas foi de cautela, e eles relataram dificuldades para compreender como estará a empresa em termos financeiros nos próximos 3 a 5 anos.

O que pesa negativamente nessa visão é o fraco desempenho apresentado pelo segmento de aço da Usiminas. Números ruins já eram esperados pelo mercado, mas chamou a atenção do BTG a dificuldade da empresa de recuperar seus ganhos. “Faz algum tempo que a qualidade dos ganhos é baixa (…) o que complica significativamente a análise”.

O BTG também alertou para o desempenho das margens Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) dos negócios de aço da empresa, que segue apresentando números fracos e de apenas um dígito.

Relembrando os números…

A Usiminas registrou uma queda de 33% no lucro do quarto trimestre, para R$ 268 milhões. No ano, o lucro da siderúrgica caiu 55%, para R$ 377 milhões - resultado acima da previsão de analistas ouvidos pela Bloomberg, que apontavam R$ 89,7 milhões para essa linha do balanço.

Já o Ebitda ajustado ficou em R$ 469 milhões no 4º trimestre, recuo de 44% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Mas nem tudo está perdido

A classificação neutra do BTG também leva em consideração alguns aspectos positivos nos negócios da Usiminas. O principal deles é a capacidade da siderúrgica em manter sua dívida líquida em queda trimestre após trimestre.

Para o BTG, a queda de quase R$ 800 milhões na dívida líquida da Usiminas entre o terceiro e o quarto trimestres de 2019 foi bastante positiva, e deixa a empresa em uma posição bastante confortável em termos de alavancagem (1,7x na razão dívida líquida/Ebitda). Vale lembrar que a empresa fechou 2019 com uma dívida de R$ 3,2 bilhões.

Enquanto isso, na bolsa…

As ações preferenciais da série A da Usiminas (USIM5) figuravam entre as maiores baixas do Ibovespa no pregão desta sexta. Por volta das 15h30, os papéis caíam 4,25%, negociados a R$ 9,91.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

óleo quente

Na frigideira, André Brandão deve deixar comando do Banco do Brasil

Notícias na mídia apontam nomes que podem substituir atual presidente do banco, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro

BOA NOTÍCIA

Saúde assina intenção de compra de vacinas da Pfizer e da Janssen

Governo quer comprar sem licitação 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer e de 38 milhões da vacina da Janssen

Esquenta dos Mercados

Ibovespa futuros aponta para abertura positiva com avanço de PEC emergencial no Senado

Descolado do exterior, o Ibovespa deve abrir em alta, mas para quem viveu o pregão de ontem, tudo pode acontecer

ilegal

Suspeita de insider da Petrobras já estava no radar da B3

Transações com papéis da empresa com aparência de uso de informação privilegiada deram a um investidor lucro de R$ 18 milhões

Caixa vai seguir adiante com venda de ações ordinárias do Banco Pan

Banco Pan protocola pedido de registro de oferta pública de distribuição secundária das ações detidas pela CaixaPar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies