Menu
2020-12-30T20:36:42-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
DINHEIRO NO BOLSO

Hapvida e BTG Pactual: confira as empresas que vão pagar JCP

Relação de companhias que divulgaram a distribuição dos proventos inclui ainda Fleury e SulAmérica

30 de dezembro de 2020
20:36
dividendos
Imagem: Shutterstock

Ao final do último pregão de 2020, uma série de empresas anunciou que realizará a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) aos seus acionistas, incluindo Hapvida e BTG Pactual.

Confira abaixo as empresas que anunciaram pagamentos e as condições para receber os proventos:

Hapvida (HAPV3)

A operadora de saúde verticalizada anunciou que vai pagar R$ 93,3 milhões em JCP, o que corresponde ao valor bruto de R$ 0,02513 por ação. O valor líquido, após desconto do imposto de renda na fonte, será imputado ao dividendo mínimo de 2020.

Terão direito aos valores aqueles com posição acionária registrada em 7 de janeiro. O pagamento está marcado para 30 de abril.

Fleury (FLRY3)

O conselho de administração da rede de medicina diagnóstica aprovou a distribuição de R$ 74,4 milhões em JCP, correspondente ao valor bruto por ação de R$ 0,23465.

Vão receber os valores aqueles que tiverem ações da companhia em 6 de janeiro. O pagamento aos acionistas ocorrerá em 5 de março.

SulAmérica (SULA11)

A seguradora anunciou o pagamento do montante bruto de R$ 60 milhões, o equivalente a R$0,05253 por ação ordinária ou preferencial e R$ 0,15759 por unit.

Farão jus aos JCP os acionistas da Companhia detentores de ações em 6 de janeiro, com pagamento previsto para começar em 18 de janeiro.

O valor dos JCP, líquido do imposto de renda na fonte incidente, será atribuído ao valor do dividendo obrigatório relativo a 2020.

BTG Pactual (BPAC11)

O banco informou que vai pagar aos acionistas o valor líquido de R$ 0,17641 por ação ordinária e preferencial e R$ 0,52923 por unit.

Os proventos serão creditados aos acionistas que se encontrarem inscritos nos registros da companhia no final do dia 06 de janeiro. A data do pagamento ainda será informada pelo banco.

B3 (B3SA3)

A operadora da Bolsa informou que os valores atribuídos por ação relacionados ao pagamento de JCP referentes ao terceiro trimestre de 2020 foram ajustados de R$ 0,14665 para R$0,14692 por ação (valor líquido de R$ 0,12465 para R$ 0,12488).

Já o valor por ação dos dividendos relativos ao mesmo período passou de R$ 0,40971 para R$ 0,41048.

Os pagamentos estão previstos para 8 de janeiro, com base na posição acionária de hoje.

O que são JCP?

Os JCP são uma forma de a empresa distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, eles beneficiam a empresa.

Por isso não são isentos de imposto de renda para os acionistas, sendo tributados na fonte a uma alíquota de 15%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

pandemia

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde registraram 452 óbitos pela covid-19

seu dinheiro na sua noite

Antes tarde do que mais tarde

Com o uso emergencial de duas vacinas contra o coronavírus aprovado no Brasil, ainda que com muito atraso em relação a outros países (incluindo emergentes), o brasileiro pode enfim vislumbrar a possibilidade de um retorno à vida normal. Está certo que ainda vai demorar, e provavelmente veremos o resto do mundo voltar à normalidade, enquanto […]

Fechamento

Vacina empolga, mas incertezas ainda são muitas e limitam os ganhos do Ibovespa; dólar fica estável

Embora o início da vacinação tenha criado um princípio de euforia, as incertezas ainda são muitas e nublam o cenário

atenção, acionista

Itaúsa anuncia o pagamento de juros sobre capital próprio adicionais

Base do pagamento é a posição acionária final do dia 22 de janeiro; provento tem retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,01768 por ação

insatisfações com a estatal

Petrobras sai em defesa de sua política de preços

Estatal listou uma série de respostas para justificar eventuais aumentos concedidos ou que possam vir a ser feitos este ano, diante de preços de petróleo em franca recuperação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies