Menu
2020-11-10T10:19:58-03:00
Estadão Conteúdo
Estável

BTG Pactual tem lucro líquido de R$ 1 bilhão no terceiro trimestre

Resultado em comparação ao mesmo período do ano anterior manteve-se praticamente estável

10 de novembro de 2020
8:21 - atualizado às 10:19
BTG Pactual
Imagem: Shutterstock

O BTG Pactual registrou lucro líquido de R$ 1,002 bilhão no intervalo de julho a setembro deste ano, estável em relação ao observado um ano antes, quando atingiu R$ 1,003 bilhão. Ante o segundo trimestre do ano, o lucro cresceu 2,5%. Pelo critério ajustado, o lucro foi a R$ 1,016 bilhão, recuo de 5% na base anual, porém um aumento de 3% em comparação com o observado ente abril e junho deste ano.

"Estamos muito orgulhosos com o resultado apresentado em todas as linhas de negócio, principalmente nas franquias de cliente, com recorde de captações e chegando a mais de R$ 550 bilhões em ativos sob gestão e custódia. Além disso, em linha com nossa estratégia de manter a robustez do nosso balanço, obtivemos os melhores índices de capitalização e liquidez da indústria. Continuamos a cumprir o nosso papel de apoiar a economia com a concessão de crédito para clientes atuando em diversos setores de atividade, mantendo a alta qualidade do nosso portfólio", afirmou, em nota enviada à imprensa, o presidente do banco, Roberto Sallouti.

No terceiro trimestre do ano os ativos sob gestão do BTG atingiram R$ 329,3 bilhões, alta de 29% em um ano e de 8% ante o trimestre anterior, já mostrando crescimento de sua plataforma digital, diante de uma ofensiva no período que envolveu aquisições.

Na pandemia, o BTG tem emprestado mais. Sua linha de crédito corporativo registrou receita de R$ 425 milhões no terceiro trimestre do ano, alta de 106% em um ano e de 40% ante o visto no primeiro trimestre, melhor trimestre da história do banco. No período, o negócio de crédito voltado às pequenas e médias empresas (PMEs), por meio de antecipação de recebíveis via plataforma digital, atingiu um portfólio de R$ 5,8 bilhões. A carteira de crédito corporativo foi a R$ 68,29 bilhões no período, alta de 74% em um ano e de 19,4% ante o visto no segundo trimestre.

A receita total do banco no terceiro trimestre ao ano atingiu R$ 2,478 bilhões no intervalo analisado. Ante o mesmo intervalo de 2019, o número representa aumento de 13,5% e estável em relação ao período imediatamente anterior.

O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido (ROAE) foi a 15,7% no trimestre passado, ante 20,8% no terceiro trimestre do ano passado e de 17,5% de abril a junho.

O patrimônio líquido do BTG no período findo em setembro foi a R$ 26,049 bilhões, expansão de 25,1% na relação anual e de 16% em relação aos três meses prévios. O índice de Basileia no terceiro trimestre foi de 17,5%, ante 15,1% um ano antes e de 19,6% em junho deste ano.

Já a linha de ativos totais do banco foi a R$ 253,2 bilhões, avanço de 50,7% ante o visto no mesmo intervalo do ano anterior. Ante o segundo trimestre do ano, o aumento foi de 9%.

Plataforma digital

Mesmo ainda não abrindo os números de sua plataforma digital, o BTG Pactual já mostrou em seu demonstrativo financeiro que começou a colher os frutos do crescimento da plataforma, após uma ofensiva que incluiu aquisições e lançamento de serviços bancários.

No documento que acompanha o seu demonstrativo financeiro, o BTG aponta que na gestão de recursos de terceiros e em fortunas houve captação recorde no acumulado do ano atingindo R$ 81,1 bilhões.

Desse valor, os ativos sob gestão total de ambas as franquias chegaram em R$ 550,8 bilhões no trimestre. Em gestão de terceiros somou no final de setembro R$ 329,3 bilhões, aumento de 8,3% em relação ao segundo trimestre. Em gestão de fortunas encerrou o período em R$ 221,5 bilhões, avanço de 14,6% em comparação ao trimestre anterior.

O BTG frisa que lançou em setembro os serviços bancários na sua plataforma, com o objetivo de torná-la completa. "Até o momento, os serviços bancários são oferecidos apenas aos clientes da nossa plataforma de investimento e planejamos atrair novos clientes a partir do primeiro trimestre de 2021", segundo a instituição financeira.

Ainda nos últimos meses o BTG atraiu escritórios de agentes autônomos, aproveitando o caixa que fez em sua última oferta de ações e anunciou mais recentemente a compra da corretora Necton.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

sem gás

Petrobras rejeita proposta da subsidiária da Cosan pela Gaspetro

Oferta da Compass por 51% da distribuidora de gás natural não qualifica para próxima etapa de processo de desinvestimento

Separação de bens

XP estuda fazer proposta por ações com “supervoto” da corretora que estão com Itaú

Objetivo do negócio é eliminar potenciais conflitos de interesse para que apenas os acionistas controladores da XP detenham ações que dão direito a 10 votos cada

diluição?

Notre Dame Intermédica avalia oferta de ações

Operadora de saúde verticalizada pode levantar R$ 2 bilhões com operação, segundo agência de notícias

MERCADOS HOJE

Ibovespa segue clima ameno no exterior e abre o dia em alta; dólar sobe após IGP-M

O cenário de cautela e otimismo se chocam no exterior. De um lado, a China parece se recuperar do coronavírus, de outro, a pandemia ainda parece longe de um fim. Com feriado nos Estados Unidos, liquidez deve seguir baixa

ainda ruim

Taxa de desemprego bate novo recorde no 3º trimestre

Desocupação sobe para 14,6% no trimestre encerrado em setembro, mas fica abaixo da mediana de estimativas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies