Menu
2020-05-15T20:14:50-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Recessão forte

BTG Pactual projeta queda de 7% do PIB em 2020 e vê dólar a R$ 5,50

Banco também prevê um corte de 0,75 ponto da Selic em junho, no que seria o movimento final de flexibilização pelo Banco Central

15 de maio de 2020
20:14
pib 2020
Imagem: Shutterstock

O BTG Pactual revisou a sua projeção de PIB para 2020 e agora espera uma queda de 7% na atividade econômica, frente à expectativa anterior, de retração de 4%, segundo relatório. A expectativa para crescimento da economia no ano que vem passou de 3% para 3,5% pelo efeito de "carry over" ou herança estatística.

Os dados econômicos de abril demonstraram, segundo o BTG, que o impacto das medidas de isolamento social são maiores do que o previsto inicialmente.

Além disso, há incertezas sobre a duração das restrições de circulação, já que a epidemia continua a avançar em número de contágios e não há sinais de retomada da economia.

Para o primeiro trimestre, o banco reduziu sua expectativa de retração do PIB de -2,5% para -1,3%, já que o isolamento social acentuou um quadro de desaceleração, segundo o BTG.

Mas o tombo projetado para o trimestre seguinte foi acentuado, de -6,8% para -14,6%, com a perspectiva de que setores não-essenciais e de lazer não serão reabertos, reduzindo ainda mais o nível da atividade econômica.

O PIB deve começar a se recuperar a partir do terceiro trimestre, mas a taxa de desemprego deve terminar o ano em 16%, de acordo com as previsões do banco.

Dólar e juros

O BTG espera agora que o dólar termine o ano R$ 5,50, acima da expectativa anterior, de R$ 4,80. A revisão se deve ao cenário adverso para a economia, a deterioração fiscal e um patamar menor do juro básico.

As contas públicas agora deverão encerrar 2020 com déficit de R$ 940 bilhões, levando a dívida pública para 95% do PIB, disse a instituição.

A aposta do BTG é também de uma moderação adicional — e derradeira — da taxa Selic por parte do Banco Central na reunião Comitê de Política Monetária (Copom) em junho.

A dose do corte deverá ser de 0,75 ponto, aponta o relatório. Para o banco, o BC está atento às chances de uma contração maior que a esperada se materializar, mas está limitado pelo risco fiscal, que impõe uma cautela na margem. Neste último caso, o comitê reduziria a taxa básica de juros em 0,5 ponto.

Inflação

Segundo o banco, ainda assim o cenário inflacionário é benigno, especialmente para 2020. A inflação para este ano foi revista nas projeções do BTG, passando de 2,3% para 1,8%, com efeitos da desaceleração econômica e da queda do preço do petróleo no mercado internacional compensando a alta do dólar.

A perspectiva para 2021 também é positiva, tendo a projeção para o ano sido reduzida de 3,4% para 3,2%, mas há riscos em ambas as direções.

Para cima, a recuperação dos preços de combustíveis deve acompanhar a do petróleo, além de maiores preços de eletricidade como consequência de margens maiores após o pacote de salvamento do setor e o provável diferencial de tarifa elétrica pela bandeira indicada.

Para baixo, há os riscos de uma pequena demanda, o que poderia manter uma baixa inflação de serviços para o horizonte previsível.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Balanço da covid no país

Brasil supera Itália em número de mortes por coronavírus e chega a 33.884

O Brasil registrou 33.884 mortes provocadas pelo coronavírus até agora. Há 612.862 casos confirmados da doença em todo o país

coronavírus na energia

Copasa prorroga pagamento de contas devido à pandemia

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que prorrogou os prazos das medidas de auxílio aos clientes, a fim de minimizar os impactos à população devido à pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Licença para gastar

Na crise financeira de 2008, as autoridades dos países desenvolvidos se encontraram diante de um dilema: era certo usar dinheiro público para salvar os bancos que estavam à beira da falência? Se por um lado eles foram os grandes culpados pelo próprio destino, por outro os efeitos colaterais de uma quebradeira no sistema financeiro afetariam […]

Recorde histórico

Em meio à pandemia, poupança tem captação líquida recorde de R$ 37,201 bilhões em maio

Este é o maior volume de depósitos líquidos em um único mês em toda a série histórica do BC, iniciada em janeiro de 1995

Bolsa imparável

Ibovespa sobe pelo quinto dia, desafiando até mesmo o tom mais cauteloso no exterior

O Ibovespa contrariou a tendência global e fechou em alta, aproximando-se do patamar dos 94 mil pontos. O tom mais cauteloso visto lá fora só foi sentido no mercado de câmbio, com o dólar à vista subindo e voltando a R$ 5,13

MP 936

Maia avalia que desoneração de folha evita mais desemprego na crise

Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a prorrogação da desoneração da folha de pagamento até o fim de 2021, como proposto no texto da medida provisória 936 aprovada pela Câmara, vai evitar um impacto de R$ 10 bilhões nos custos de mão de obra de 17 setores

Efeito covid

Busca por passagem aérea no Brasil atinge mínima histórica no Google

Diante de pandemia que deixou aéreas sem operação e impôs isolamento, as buscas por passagem aérea no Brasil atingiram o menor nível histórico no Google

Marink Martins: In GOLD we trust

Marink Martins vai apresentar o que se passa na mente dos principais investidores internacionais, condensando a avaliação de quem já esteve a frente da tesouraria de grandes bancos nos EUA e no Brasil.     Sem opções rentáveis na renda fixa, todos querem alternativas seguras. Agora, Marink Martins compartilha exclusivamente com você qual poderá ser a […]

Bruno Bianco

Meta é incluir informais no mercado formal no pós-pandemia, diz secretário

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600

Pré-sal

Com vinda de navios-tanque, Petrobras eleva capacidade de escoamento do pré-sal

A Petrobras recebe na próxima semana a primeira de quatro embarcações previstas para este ano para escoar a produção das plataformas do pré-sal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements