Menu
Andre Bona
CONTEÚDO PATROCINADO POR BTG

4 dicas para ter sucesso investindo na Bolsa

À medida que a educação financeira se forma, o investidor monta sua carteira. Dentre os produtos disponíveis no mercado financeiro, investir em ações é algo que muitos amam, mas muitos outros têm receio. Aprenda a melhor forma de se dar bem .

19 de novembro de 2019
BTG
8:41 - atualizado às 9:35
Investidor comemorando sucesso
Imagem: Shutterstock

Trabalhar para o dinheiro ou fazer o dinheiro trabalhar para você? Quando pessoas optam pela segunda opção, de modo geral começam a aprender sobre investimentos.

À medida que a educação financeira se forma, o investidor monta sua carteira. Dentre os produtos disponíveis no mercado financeiro, investir em ações é algo que muitos amam, mas muitos outros têm receio.

O amor e o medo são justificáveis. Se, por um lado, o investimento em ações é uma das formas de se buscar uma melhor rentabilidade no longo prazo, por outro, pode ser também a maneira mais rápida de perder dinheiro.

Por isso, para ter sucesso investindo na Bolsa, é preciso alguns pontos de atenção. Neste artigo, falarei sobre alguns deles. Acompanhe então as 4 dicas que separei para você.

1. Conheça a empresa

Investir em ações é comprar um pedaço da empresa. Isso significa que o investidor se torna sócio dela.

Portanto, antes de comprar papéis de uma companhia, nada mais natural do que saber se vale a pena apostar algumas de suas fichas na organização, certo?

Tendo isso em mente, é importante analisar itens como:

  • Como é a gestão da empresa?
  • Quem são seus concorrentes?
  • Como estão os concorrentes em comparação com a empresa sendo avaliada?
  • Que produtos/serviços são oferecidos?
  • Quais os diferenciais da empresa?
  • Qual o modelo de negócio?
  • Como está o desempenho da indústria em que a empresa opera?
  • Quais são as receitas, despesas e investimentos da empresa?
  • Como é a geração de caixa?

Existem indicadores que podem ajudar nessa avaliação, como Valor de Mercado, Liquidez corrente, EV (Enterprise Value), P/L (Preço/Lucro) e P/VPA.

Quando esses indicadores são avaliados, estamos realizando uma análise fundamentalista  – para investimentos em ações visando longo prazo.

É importante citar que existe também a análise técnica, utilizada para investidores e especuladores que têm interesse em comprar e vender ações – normalmente em um período mais curto de tempo.

2. Faça a análise do histórico de compra e venda de ações da empresa

Ter sucesso investindo na Bolsa é estar confortável com o fato de que ação é um investimento de renda variável e que, justamente por isso, as oscilações são naturais.

Muitas vezes, empresas de determinado segmento podem ter períodos mais positivos para compra e venda dos papéis.

A fim de entender sobre as flutuações – e saber sobre o momento de comprar ou vender uma ação, o investidor pode analisar a série histórica, que pode ajudar o investidor a identificar os períodos mais favoráveis para negociações.

Entretanto, se o seu objetivo é investir visando o longo prazo, o preço das ações hoje pode não fazer tanta diferença – uma vez que o seu horizonte é bastante distante.

No BTG Pactual digital você encontra todo o suporte que precisa para ivnestir. Abra sua conta 100% online e sem taxa de manutenção e descubra as vantagens de investir com o BTG.

3. Maximize o valor das suas ações (preço x valor)

O objetivo de uma carteira de valor é o de maximizar a valorização das ações. Muitos investidores mais experientes têm sucesso investindo na Bolsa, entre outros motivos, porque conseguem encontrar oportunidades em empresas cujo preço das ações é inferior ao valor justo atribuído.

Imagine que você desse uma nota de R$ 20,00 e, em troca, recebesse uma de R$ 50,00. De uma maneira bem simples, é esse tipo de oportunidade que muitos investidores buscam quando analisam a relação preço x valor de uma companhia (sendo que preço é o quanto a empresa é cotada e valor diz respeito à sua atividade operacional).

Para encontrar oportunidades como essa, o investidor deve analisar todo o contexto da organização (suas dívidas, os recebíveis, as finanças, geração de lucro e caixa futuro), entre outros pontos.

Algo importante que o investidor deve entender aqui é que essa análise de preço x valor não significa que uma ação precificada a R$ 20,00 chegará a valer R$ 50,00 da noite para o dia, por exemplo. Isso porque a movimentação do mercado de ações não está sob nosso controle.

No entanto, existe a tendência de que, quanto mais esticarmos a linha do tempo, mais o fundamento prevalecerá. Ou seja, com uma visão de longo prazo, aumenta a probabilidade de a ação precificada hoje a R$20,00 se valorizar ao longo do tempo.

Por isso é que dizemos que o investimento em ações demanda não somente estudo e técnica, mas também requer paciência e visão de longo prazo.

4. Diversifique seus investimentos

“Não coloque todos os ovos na mesma cesta”, já dizia o ditado. Ações são pedaços de empresas, as quais, por sua vez, estão inseridas em um mercado financeiro volátil.

Justamente devido a essa volatilidade é comum termos alguns segmentos industriais crescendo enquanto outros retraem. Quando os investidores consideram essa questão ao montar suas carteiras, existem chances maiores de obter sucesso investindo na Bolsa – pois o investidor dilui o risco dos investimentos.

Sobre diversificação, para você entender bem, tenha em mente que existe uma grande diferença entre comprar um grupo de papéis (ou seja, várias ações) e construir um portfólio de investimentos eficiente.

Em outras palavras, não se trata de sair comprando ações de maneira exagerada, mas sim de fazer as análises citadas aqui, verificar os setores e investir nos lugares certos.

Uma dica é compor o portfólio com setores que se complementam, mas que possuem riscos diferentes.

Racionalize suas decisões

Nunca é demais reforçar que, a partir do momento em que o investidor entende que investir em ações é se tornar sócio deste negócio, espera-se que o investidor racionalize melhor suas decisões. E que obtenha sucesso investindo na Bolsa.

Para essa racionalização, é fundamental que você analise os indicadores, estude como a empresa se relaciona com seus stakeholders (clientes, parceiros, fornecedores, comunidade, etc.), avalie o histórico das ações da empresa e veja como se comporta a relação de preço e valor do papel sendo negociado.

Não esqueça também de diversificar seu portfólio com empresas diferentes, com riscos que não se cruzam.

Finalmente, lembre-se que boa parte do sucesso investindo na Bolsa é resultado de paciência, disciplina, conhecimento e análise. Seguindo estas dicas e mantendo estes atributos na hora de investir, será mais fácil alcançar o sucesso investindo na Bolsa.

Invista na Bolsa com o BTG Pactual digital. Abra sua conta 100% online e sem taxa de manutenção.

CONTEÚDO PATROCINADO

A principal estratégia do maior investidor do planeta que você precisa conhecer

Warren Buffet é um investidor exemplo na prática da estratégia de Investimento em Valor. Saiba como montar sua carteira.

Conteúdo patrocinado

Como escolher ações que pagam bons dividendos em 2020

Investir em ações que pagam dividendos é a chave para você começar a acumular
patrimônio e rentabilizar ainda mais a sua carteira de investimentos

CONTEÚDO PATROCINADO

13º salário: qual é o melhor investimento para o seu patrimônio?

Qual é o melhor investimento para o seu 13º? Essa pergunta apenas você pode responder, após a leitura deste texto, é claro.

CONTEÚDO PATROCINADO

Conheça os benefícios fiscais de se investir em previdência privada

Previdência Privada é um investimento de longo prazo, voltado para objetivos de mais de 10 anos, que atua como uma aposentadoria não atrelada às contribuições feitas ao INSS. Confira os tipos de planos

BTG reduz a taxa do fundo de ações Indexado ao Ibovespa: taxa chega a um patamar altamente competitivo

O Fundo Ibovespa Indexado do BTG Pactual é similar aos ETFs, com duas vantagens a mais: tem menor taxa e não é necessário conta em corretora.

Taxa Selic em queda: onde investir?

Para investidores com maior apetite ao risco, a queda da Selic favorece o mercado de ações. Aos que não conhecem muito bem o funcionamento da bolsa de valores, aplicar em fundos de ações pode ser também uma boa alternativa

Última oportunidade de investir na oferta especial do mês do Brasil: LCI a 101% do CDI

Por se tratar de um investimento exclusivo para clientes da instituição, os interessados em realizar aportes na LCI que não possuírem conta no BTG Pactual digital, podem realizar o processo de abertura pelo aplicativo, de forma 100% digital

BTG lança LCI exclusiva para a semana do Brasil com rendimento de 105% do CDI

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) é isenta de Imposto de Renda, garantida pelo FGC e possui rentabilidade altamente competitiva

O que são fundos imobiliários e como investir

Indicada para quem tem perfil moderado ou agressivo e conhecida por não exigir muito capital, aplicação é uma forma alternativa de investimento em imóveis

Fechar
Menu