Menu
2019-11-18T12:21:18-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Bancos

Ação do Banco do Brasil é a preferida do Santander no setor

Em relatório sobre perspectivas para 2020, Santander lista os bancos que devem se beneficiar dentro de um cenário de recuperação da atividade

18 de novembro de 2019
12:21
Banco do Brasil
Imagem: Divulgação

Os analistas do Santander realizaram um longo estudo sobre os pares e chegaram à conclusão de que os bancos brasileiros são uma ótima maneira de aproveitar o crescimento econômico estimado para 2020. E dentro do universo de avaliação, o Banco do Brasil aparece como o melhor nome para esse tema.

Para o Santander, o Brasil entrará gradualmente em um ponto ideal do ciclo econômico, passando por uma recuperação econômica acelerada com inflação baixa e retomada do crescimento.

Mas o banco pondera que existem alguns desafios para o setor. Há uma redução na estimativa geral de crescimento dos lucros para 2020, em função do aumento de tributação, com a CSLL subindo de 15% para 20%. O banco também estima menor crescimento das tarifas bancárias, reflexo da concorrência das fintechs.

Hora de ser seletivo

No entanto, pondera o banco, esse crescimento médio esperado dos lucros pode não ser representativo das realidades individuais, pois há grande variação nas previsões de crescimento, que vão desde o crescimento anual de 1% para o Itaú em 2020 até o significativo crescimento de 138% do Banco Inter.

A discrepância é tão significativa que o Santander dividiu os bancos brasileiros em dois grupos: alto crescimento de lucro e baixo crescimento.

No grupo de menor crescimento estão os grandes bancos de varejo:

  • O Banco do Brasil pode ser o único grande banco brasileiro a registrar despesas reduzidas de provisão em base anual em 2020, pois o Santander estima uma queda de 1%. O banco também pode registrar crescimento de lucro acima desse grupo em 2020 e, como tem o valuation mais barato (negociando à 1,2x P/VPA para 2020E), o Santander define o Banco do Brasil como principal recomendação no setor. Compra com preço-alvo em R$ 66,00.
  • O Bradesco pode ser o único grande banco brasileiro a registrar estabilidade nas despesas administrativas. Banco também poderia proporcionar um crescimento mais forte dos empréstimos para 2019 e 2020, em 11% e 12%, respectivamente. Portanto, e caso os investidores desejem atuar no setor de bancos brasileiros por meio de um banco privado, o Bradesco é a opção preferida, com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 45,00 para 2020.
  • O Itaú poderia registrar o menor crescimento de lucro entre os grandes bancos, em 1% para 2020. Assim, é a única mudança de recomendação - um rebaixamento para Manutenção, com preço-alvo de R$ 43,00 para o fim de 2020.
  • O Banrisul deve ter fraco crescimento de lucro e empréstimos, de acordo o modelo do Santander; portanto, a classificação de compra é baseada no valuation. Preço-alvo de R$ 29,00 para o fim de 2020.

Bancos com histórias digitais para contar

  • O Banco Inter poderia ter o maior crescimento de lucro entre todos os bancos dentro do universo de cobertura na América Latina: impressionantes 138% para 2020E. Manutenção com preço alvo de R$ 49,00 para 2020.
  • O Banco Pan é a maneira listada mais barata de ganhar exposição ao empolgante cenário digital do Brasil com um P/VPA de 2,2x para 2020E. O Santander também vê o maior risco de valuation assimétrico: mais de 100% de potencial de alta no melhor cenário contra 5% de baixa no cenário pessimista. Compra com preço-alvo de R$ 14,00.
  • O BTG poderia ter o maior valor potencial a ser desbloqueado de acordo as projeções. O Santander calcula um valor potencial para a unidade de varejo BTG Digital de R$ 18,7 bilhões (~35% do valor de mercado do banco), mas observa que o IPO da XP poderia ser um direcionador para o valuation do BTG, pois seu valor corporativo poderia ser ainda maior. Compra com preço-alvo de R$ 88,00 para 2020.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Vítima da guerra das maquininhas

Lucro da Cielo cai pela metade em 2019 e despenca 68% no 4º trimestre

A estratégia deliberada da empresa controlada por Banco do Brasil e Bradesco é sacrificar as margens de lucro para defender a liderança do mercado de maquininhas de cartão. Os números refletem bem esse esforço, para o bem e para o mal

POLÍTICA

Moro diz que quem vai decidir o vice (em 2022) é o presidente; mas ideal é o vice Mourão

O ministro considerou que “pode ser que no futuro lá distante volte a se cogitar isso” e defendeu: “Não acho uma boa ideia”. “Os ministérios juntos são mais fortes.”

APROVADA SEM RESTRIÇÕES

Cade aprova compra da Embraer pela Boeing

A operação analisada pelo Cade prevê duas transações. Uma delas consiste na aquisição pela Boeing de 80% do capital do negócio de aviação comercial da Embraer, que engloba a produção de aeronaves regionais e comerciais de grande porte (operação comercial)

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bolsa contaminada pelo coronavírus

Caro leitor, A semana começou mal para as bolsas do mundo todo. O avanço do coronavírus na China durante o fim de semana colocou os mercados de molho nesta segunda. Já foram confirmados quase 3 mil casos em mais de dez países, sendo a maioria deles na China. Até agora, foram computadas 82 mortes. Os […]

Cautela elevada

Em dia de queda de 3% do Ibovespa com alerta sobre coronavírus, ações de drogaria sobem

A disseminação do coronavírus elevou a aversão ao risco nos mercados financeiros, derrubando o Ibovespa e fazendo o dólar romper a marca de R$ 4,20. Apenas cinco ações do índice subiram, incluindo Raia Drogasil

DE OLHO NO CORONAVÍRUS

‘Índice do medo’ atinge patamar visto no auge da guerra comercial e sobe mais de 25%

Na máxima intradiária, o indicador chegou a bater a casa dos 19,02 pontos, valor que não era visto desde outubro do ano passado quando ele atingiu a marca dos 19,28 pontos

CONCESSÕES

Maia definirá até dia 30 quando lei de concessões vai a plenário, dizem deputados

“Se ele (presidente da Câmara) estiver convencido de que esse texto é um texto bom, que atende a sociedade, eu acho que a gente vota ele rápido”, disse também o deputado João Maria

CRÉDITO

Demanda por crédito do consumidor cai em dezembro e cresce em 2019, diz Boa Vista

Considerando os segmentos que compõem o indicador, o Financeiro apresentou elevação de 6,1% no ano, enquanto o segmento Não Financeiro registrou evolução de 2,5% na mesma base de comparação

primeira avaliação

Quão longe a XP pode ir? Para o BTG, ação da corretora já está bem precificada

BTG Pactual inicia cobertura das ações da corretora com recomendação neutra para os papéis.

DE OLHO NA REFORMA

Reforma administrativa quer acabar com promoções por tempo de serviço

O governo vai propor ainda a vedação das aposentadorias como forma de punição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements