Menu
2019-04-04T14:01:19-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Abertura de capital

Vem aí mais uma gestora de programas de fidelidade na bolsa

LTM pretende abrir capital em 2019 ou 2020 e vai trazer novos ares para um segmento que vem se destacando nos últimos anos

26 de setembro de 2018
18:17 - atualizado às 14:01
Bolsa de valores de São Paulo
Abertura de capital da LTM trará diversificação de ativos relacionados aos programas de fidelidade - Imagem: Shutterstock

Nos últimos anos, o segmento de programas de fidelidade - aquele das empresas Smiles, Tudo Azul e Multiplus - vem conquistando seu lugar ao sol na bolsa e desperta o interesse do mercado com seu faturamento bilionário.

Se você se inclui nesse grupo de interessados pelo ramo (ou apenas busca oportunidades para diversificar a carteira), tenho uma novidade que pode te render uma boa alternativa de aplicação: a gestora de programas de fidelidade LTM pretende abrir capital na bolsa de valores em 2019 ou 2020. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pelo presidente da LTM, Emerson Moreira, durante o Fórum Brasileiro de Fidelidade.

A grande novidade é que, diferentemente das empresas do ramo que hoje são listadas na B3, com foco no consumidor de varejo, a LTM atua no segmento corporativo.

O negócio busca desenvolver programas de fidelidade, campanhas de incentivo e soluções de recompensa para marcas renomadas como Cielo, Vivo, Shell e Santander. Além dos grandes, a LTM passou a atender também pequenas e médias empresas e pretende atingir um faturamento de R$ 1 bilhão no próximo ano.

Mas fique atento porque a LTM já condicionou sua abertura de capital a um cenário político mais positivo depois das eleições.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Contas brasileiras em jogo

STF retoma julgamento sobre ICMS e PIS/Cofins; decisão pode ter impacto de R$ 258,3 bilhões para União

Os ministros já haviam declarado inconstitucional a cobrança de ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins, mas o governo pede que a decisão não tenha efeito retroativo

São Jorge e o dragão inflacionário

A grande e ameaçadora besta da inflação começa a sair do seu sono profundo. Aos poucos, movimenta as asas e mexe sua cauda incendiária. Um vagaroso e temerário despertar. Nem de longe está cuspindo fogo — e quem viveu no Brasil nos anos 80 e 90 lembra bem do seu poder destrutivo. Mas mesmo o […]

FECHAMENTO

Dragão americano da inflação assombra ativos globais e resultado é bolsa, dólar e juros sob pressão; Ibovespa recua 2% e volta aos 119 mil pontos

A pressão inflacionária superou até mesmo o cenário político interno caótico nos holofotes do mercado e levou o principal índice brasileiro a amargar uma queda brusca

Primeiro encontro

Presidentes de Petrobras e BR se reúnem para tratar da saída da estatal da distribuidora

Os executivos, que assumiram os cargos há cerca de uma vez, discutirão a venda da participação de 37,5% que a Petrobras ainda detém na empresa

Trabalho em equipe?

Biden e oposição tentam acordo para aprovar pacote de infraestrutura

Um dos maiores pontos de divergência entre o presidente e líderes republicanos é o aumento de impostos para financiar a proposta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies