🔴 RECEBA TODA SEMANA RECOMENDAÇÕES PARA PODER DOBRAR O SEU DINHEIRO – CONHEÇA O MÉTODO

Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Endividada

Sears entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

Empresa fez anunciou na madrugada desta segunda-feira, quando deveria quitar US$ 134 milhões em dívidas

Luis Ottoni
Luis Ottoni
15 de outubro de 2018
8:11
Imagem: shutterstock

A gigante do varejo norte-americano Sears entrou com um pedido de recuperação judicial na madrugada desta segunda-feira, 15. A companhia, que já tem 125 anos de história, fechará 150 de suas atuais 700 lojas que operam sob as bandeiras Sears e Kmart. A informação é do Broadcast, do Estadão.

Em 2012, a rede contava com 4 mil unidades, que empregavam mais de 350 mil pessoas. Hoje, esse número caiu para 70 mil funcionários.

O pedido de recuperação ocorreu no dia em que a companhia varejista deveria quitar US$ 134 milhões em dívidas. Como o caixa da empresa estava negativo no último balanço divulgado, em agosto, havia dúvidas no mercado sobre a capacidade da Sears em honrar o débito.

A Sears registrou lucro pela última vez em 2010. Desde então, acumulou prejuízo superior a US$ 6 bilhões. Há dez anos, a empresa faturava mais de US$ 50 bilhões por ano. No ano passado, foram US$ 16,7 bilhões. O valor da ação da empresa caiu de US$ 141 em 2007 para menos de US$ 1 este ano.

A companhia é controlada por Eddie Lampert, que também exerce os cargos de presidente do conselho de administração e de principal executivo.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar