Menu
2018-10-11T06:54:50-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Único lance

Em novo leilão, Enforce arremata mais créditos do falido BVA

No ano passado, a companhia, que é o braço de recuperação de crédito do BTG, pagou R$ 211 milhões por R$ 2,3 bilhões em créditos vencidos do BVA

11 de outubro de 2018
6:51 - atualizado às 6:54
Banco BVA
Fachada do falido banco BVA - Imagem: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

A empresa de recuperação de crédito do BTG Pactual, a Enforce, desembolsou R$ 70,7 milhões para herdar R$ 550 milhões em créditos de face do falido Banco BVA, liquidado em 2014. A informação é da coluna Broadcast, do Estadão, desta quinta-feira, 11.

Apesar de outras empresas terem demonstrado interesse nas "dívidas", a Enforce foi a única a dar um lance no leilão, que aconteceu ontem.

Não é a primeira vez

Há um ano, em uma disputa com a Jive Investimentos, a Enforce pagou R$ 211 milhões por R$ 2,3 bilhões em créditos vencidos do BVA.

Agora resta ao antigo banco se livrar de uma carteira de R$ 500 milhões que, ainda segundo a Broadcast, será a mais difícil de desovar já que estava envolvia em uma disputa judicial.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

IR 2020

Caiu na malha fina? Veja como regularizar a situação

Saiba como regularizar a sua situação junto a Receita Federal caso a sua declaração apresente informações inconsistentes e caia na malha fina do imposto de renda

Flexibilização

Prefeitura de São Paulo assina protocolo para reabrir bares e salões de beleza

A cidade está na terceira etapa do plano de flexibilização da quarentena do governo estadual, chamada de fase amarela. Com os termos firmados, os estabelecimentos poderão voltar a funcionar na segunda-feira

Recuperação

Fundos imobiliários de tijolo subiram 6% em junho; FII de shoppings ainda caem 21% no ano

Fundos imobiliários de papel, por sua vez, valorizaram, em média, só 3% no mês passado, segundo indicadores calculados pelo Banco Inter

BNDES prorroga linha de crédito para pequena e média empresa, com mais R$ 5 bilhões

Linha para capital de giro será prorrogada até 31 de dezembro, com orçamento ampliado

Crise

Risco para investir volta a nível de 2016

Estrangeiro olha com desconfiança para o Brasil, por conta da crise do coronavírus e também pela taxa de juros nas mínimas históricas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements