Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-10-11T06:54:50-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Único lance

Em novo leilão, Enforce arremata mais créditos do falido BVA

No ano passado, a companhia, que é o braço de recuperação de crédito do BTG, pagou R$ 211 milhões por R$ 2,3 bilhões em créditos vencidos do BVA

11 de outubro de 2018
6:51 - atualizado às 6:54
Banco BVA
Fachada do falido banco BVA - Imagem: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

A empresa de recuperação de crédito do BTG Pactual, a Enforce, desembolsou R$ 70,7 milhões para herdar R$ 550 milhões em créditos de face do falido Banco BVA, liquidado em 2014. A informação é da coluna Broadcast, do Estadão, desta quinta-feira, 11.

Apesar de outras empresas terem demonstrado interesse nas "dívidas", a Enforce foi a única a dar um lance no leilão, que aconteceu ontem.

Não é a primeira vez

Há um ano, em uma disputa com a Jive Investimentos, a Enforce pagou R$ 211 milhões por R$ 2,3 bilhões em créditos vencidos do BVA.

Agora resta ao antigo banco se livrar de uma carteira de R$ 500 milhões que, ainda segundo a Broadcast, será a mais difícil de desovar já que estava envolvia em uma disputa judicial.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

COMO ESPERADO

Evergrande paga credores locais; estrangeiros seguem a ver navios

Apesar da perspectiva de calote aos credores externos, reação à notícia foi positiva nos mercados de bônus chineses

bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) se aproxima das máximas históricas após estreia do primeiro ETF em criptomoeda nos EUA; acompanhe

Nos primeiros minutos de negociação, o ETF da ProShares movimentou cerca de US$ 280 milhões de acordo com o analista de fundos de índice da Bloomberg

NA ESTEIRA DA VACINA

Beneficiada por venda de imunizante contra covid-19, Johnson & Johnson lucra mais que o esperado no 3º trimestre

Depois dos grandes bancos, agora é a vez de a J&J surpreender positivamente o mercado, impulsionada por sua divisão farmacêutica

MERCADOS HOJE

Auxílio emergencial ‘turbinado’ e fora do teto pesa e faz Ibovespa perder os 113 mil pontos; dólar avança mesmo com leilão do BC

A agenda local está esvaziada neste início de semana, mas os investidores aguardam ansiosamente por um desfecho para a PEC dos precatórios.

RadioCash

Com cenário macroeconômico instável, não dá pra ser Warren Buffet no Brasil, diz Paolo Di Sora, fundador da RPS Capital

Para o megainvestidor e CEO da Berkshire Hathaway, que compra ações de empresas na maior economia do mundo, é fácil se concentrar na análise microeconômica. Já o investidor brasileiro, por sua vez, está sempre sujeito a instabilidades e crises domésticas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies