Menu
2019-04-05T15:55:12+00:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

Desaceleração da China: por que o que acontece do outro lado do mundo importa para o investidor

Por que as bolsas ao redor do mundo são afetadas pelas perspectivas para a economia chinesa? E como os investimentos dos brasileiros são afetados pelo que acontece no gigante asiático? Entenda por que você também deveria ficar sempre de olho na China

17 de janeiro de 2019
11:26 - atualizado às 15:55

As preocupações com a desaceleração da China não são de hoje. Mas para 2019, seguem entre os principais riscos para os investidores, e não só os de ações.

Que a economia chinesa é um colosso com influência mundial, acho que está bem claro para qualquer cidadão minimamente informado.

Mas como exatamente funciona a dinâmica que liga tão umbilicalmente o que acontece lá do outro lado do mundo com a sua carteira de investimentos, seja em ações, imóveis ou renda fixa?

No vídeo a seguir, eu trago uma resumida explicação sobre por que os investidores estão sempre de olho no gigante asiático, e o que a desaceleração da China tem a ver com você.

Gostou do vídeo? Então não se esqueça de assinar o nosso canal de YouTube!
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Entrevista

Bolsonaro: Petrobras não deve mudar o preço dos combustíveis

Presidente falou que tendência é seguir preço internacional, mas que como movimento é atípico, Petrobras manterá preços. CPMF saiu de vez dos planos

Jogando para o mercado

Infraero: venda de fatia em 4 aeroportos deve ocorrer em 2020

Companhia está em fase de contratação da consultoria que fará a avaliação dos ativos para colocá-los no mercado

Seu Dinheiro na sua noite

Um evento pode mudar tudo (ou não)

Se você tivesse a oportunidade de perguntar a qualquer analista de mercado na última sexta-feira o que esperar para os preços do petróleo, ele provavelmente responderia “queda”. Havia de fato todas as razões para acreditar na baixa. A guerra comercial entre Estados Unidos e China, o risco de recessão da economia internacional e o excesso […]

Pagando as contas

Tesouro diz que União honrou R$ 633,71 milhões em dívidas de GO, MG, RJ e RN em agosto

Nos primeiros oito meses de 2019, o governo federal precisou desembolsar R$ 5,252 bilhões para honrar dívidas garantidas pela União desses quatro Estados

No Oriente Médio

Ataque pode ser considerado um ’11 de setembro’ no petróleo, diz diretor da ANP

Ao fazer a declaração via redes sociais, Décio Oddone levou em consideração o risco ao mercado de petróleo

Será que vinga?

Papéis da Cielo fecham com alta de 6%, após notícia de conversas com a rival Stone

As ações da Stone, que são negociadas na Nasdaq, também foram impactadas positivamente. Os papéis da companhia terminaram o dia cotados em US$ 33.49, com uma alta de 1,82%

condições

‘Não quero ser presidente enquanto as contas públicas não foram organizadas’, diz Rodrigo Maia

Maia disse que tem visto as agruras dos presidentes, governadores e prefeitos. Na avaliação dele, os chefes dos executivos sofrem escrutínio da sociedade

Investimentos

Site do Tesouro Direto está de cara nova

Tesouro Nacional e B3 lançaram novo site do Tesouro Direto, com acesso facilitado ao passo a passo de como investir e simulador de investimentos

olho lá fora

Oferta de troca de títulos da Petrobras com vencimento em 2030 chega a US$ 6 bi

Os novos títulos somam US$ 4.109.583.000, com cupom de 5,093% a.a., com retorno (yield) das notas do Tesouro Americano de referência, fixada em 1,873%, mais taxa de 3,220%

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements