Menu
2019-10-14T14:30:12+00:00
Olha o sinal aí

Vice do Fed diz que irá atuar apropriadamente para sustentar expansão da economia

Richard Clarida ressaltou que o BC norte-americano tem “as ferramentas necessárias” para apoiar o crescimento econômico no país

21 de junho de 2019
10:07 - atualizado às 14:30
Fed banco central americano
Sede do Federal Reserve (Fed) - Imagem: Federal Reserve

O vice-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Richard Clarida, afirmou nesta sexta-feira que a autoridade monetária dos Estados Unidos irá atuar "apropriadamente" para sustentar a expansão da economia e ressaltou que o Fed tem "as ferramentas necessárias" para apoiar o crescimento econômico no país.

O dirigente enfatizou que é possível observar alguma moderação na economia americana neste ano, mas apontou que a perspectiva é sólida e de "expansão sustentada" no país.

Em entrevista à Bloomberg TV, Clarida disse que o Fed monitora de perto os ventos contrários que a economia dos EUA está enfrentando e destacou que o argumento para um ambiente de maior acomodação monetária aumentou, o que já tinha sido apontado pelo presidente do Fed, Jerome Powell, na última quarta-feira. Clarida pontuou que o banco central tem flexibilidade de atuar para deixar as taxas de juros longe do zero na banda inferior dos Fed funds.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

O vice-presidente do Fed apontou que a incerteza no comércio global tem pesado no sentimento e afirmou, ainda, que as tendências globais estão tendo impacto na economia dos EUA no momento em que "há muito incerteza sobre como a economia mundial irá navegar".

Ele disse, ainda, que o banco central está observando "diversos indicadores" para determinar os rumos da política monetária e comentou que há um cenário global de baixa inflação, embora tenha enfatizado que os EUA estão mais próximos da meta de inflação do que a zona do euro ou o Japão.

Questionado sobre a investida da Casa Branca contra o banco central, Clarida disse que o mandato dos dirigentes que integram o conselho de diretores do Fed é assegurado pelo Congresso e, por isso, o banco central tem "independência para atuar".

Além disso, Clarida comentou não acreditar que a independência do Fed esteja ameaçada pelas recentes críticas ao banco central feitas pelo presidente Donald Trump ou por outros integrantes do governo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Débito e crédito

Luiz Frias: o empresário da mídia que virou bilionário com as maquininhas

Conheça o herdeiro da Folha de S.Paulo e entusiasta da internet que revolucionou mercado de meios de pagamentos no Brasil com a PagSeguro

Ações para uma vida

Conheça os 5 maiores investimentos da carteira do bilionário Warren Buffett

Em junho deste ano, a holding de Warren Buffett detinha na carteira ações de 47 companhias. Mas cinco delas representavam 69% do total em valor de mercado. Confira quais são as queridinhas do “oráculo de Omaha”

QUER GANHAR DINHEIRO?

5 estratégias para lucrar na bolsa olhando apenas os gráficos

Quem souber interpretar esses movimentos pode ter insights valiosos sobre a tendência de preços.

Impasse sem fim

Hoje não? Hoje sim. Parlamento britânico volta a adiar votação sobre acordo do Brexit

Foi um duro golpe para primeiro-ministro Boris Johnson, que poderá se ver obrigado a pedir à União Europeia o adiamento da saída do Reino Unido

Sócios na bolsa

Banco do Brasil atrai mais de R$ 7 bilhões em recursos de pessoas físicas em oferta de ações

Uma parcela de 30% da emissão do Banco do Brasil foi destinada ao varejo, embora a demanda fosse suficiente para cobrir o total da oferta, de R$ 5,8 bilhões

O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Um novo modelo para o concurso público

Durante um bom tempo, se você digitasse “Banco do Brasil” no Google, a primeira palavra sugerida para a busca seria “concurso”. Ainda hoje o termo aparece bem à frente nas pesquisas do site do que “investimentos”, por exemplo. A estabilidade de uma carreira no serviço público continua sendo a aspiração de muita gente, ainda mais […]

Governança corporativa

Após vender Via Varejo, GPA dá novo passo para migrar ações ao Novo Mercado da B3

Pão de Açúcar publicou o primeiro aviso da oferta pública de aquisição (OPA) da Almacenes Éxito, que possui ações listadas na Colômbia, dentro da reestruturação das operações do grupo francês Casino na América Latina

Maquininhas de cartão

Luz verde! UBS inicia cobertura de ações da Stone com recomendação de compra

O preço-alvo para as ações da Stone, que são negociadas na Nasdaq, foi definido em US$ 42, o que representa um potencial de alta da ordem de 23%

Briga política

Bolsonaro quer processar deputado que o chamou de ‘vagabundo’

Em áudio vazado de uma reunião interna da legenda, o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, também disse que vai “implodir” o presidente Jair Bolsonaro

Smartphone

Com iPhone 11 mais barato, Apple volta a atrair fila de lançamento

Preços do iPhone 11 ainda são salgados e variam entre R$ 5 mil e R$ 9,6 mil, mas estão um pouco abaixo de 2018, quando a Apple lançou o modelo XR por pelo menos R$ 5,2 mil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements