Menu
2019-04-05T15:50:44+00:00
Boas notícias para o setor

Venda de carro tem melhor trimestre desde 2015

No acumulado do trimestre, foram vendidos 607,6 mil veículos. Ford foi a única fabricante entre as cinco primeiras no ranking a registrar queda de 1,4%, somando 48 mil unidades

2 de abril de 2019
11:44 - atualizado às 15:50
Montadora de carros
Imagem: shutterstock

As vendas da indústria automobilística em março, incluindo caminhões e ônibus, somaram 209,2 mil unidades, com pequena alta de 0,87% em relação ao mesmo mês do ano passado e de 5,3% na comparação com fevereiro. Foi o melhor resultado para março desde 2015, segundo dados preliminares do setor.

No acumulado do trimestre, foram vendidos 607,6 mil veículos, também o melhor desempenho para o período nos últimos quatro anos. Em relação aos primeiros três meses do ano passado, as vendas aumentaram 11,4%, coincidentemente o mesmo porcentual de alta de negócios previsto pelas fabricantes para o ano todo.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta mercado total de 2,86 milhões de veículos neste ano ante 2,566 milhões em 2018. Na quinta-feira, a entidade divulgará dados de produção e exportações de março e do primeiro trimestre.

Somente o segmento de automóveis e comerciais leves vendeu no mês passado 200 mil unidades, quase o mesmo volume de um ano atrás, mas 5% melhor que em fevereiro. No ano, as vendas somaram 581,4 mil unidades, 9% a mais que no mesmo intervalo de 2018.

Já as vendas de caminhões e ônibus continuam em significativa recuperação e somaram 9,1 mil unidades no mês passado e 26,1 mil no trimestre - 51% a mais no comparativo com igual intervalo do ano passado.

No ranking de vendas de automóveis e comerciais leves no primeiro trimestre, a General Motors segue na liderança, com 106,4 mil unidades comercializados no período, alta de 16% em relação ao ano passado. A Volkswagen ficou em segundo lugar, com 82,3 mil unidades, 6,2% acima do volume dos três primeiros meses de 2018.

A Fiat registrou aumento de 23% em suas vendas neste ano, somando 78,8 mil veículos, enquanto a Renault teve alta de 29,3%, para 51,2 mil unidades.

Ford cai

A Ford foi a única fabricante entre as cinco primeiras no ranking a registrar queda de 1,4%, somando 48 mil unidades vendidas. A empresa anunciou que vai fechar a fábrica no ABC paulista, onde produz caminhões e o modelo Fiesta.

A unidade está com a produção parada desde 19 de fevereiro, quando comunicou o fechamento e os trabalhadores decidiram suspender atividades em protesto contra a decisão, mas também por entenderem que havia riscos de acidentes se continuassem na linha de produção após o impacto da notícia.

Uma das marcas que deu salto significativo nas vendas foi a chinesa Chery, que teve 50% da fábrica de Jacareí (SP) adquirida pelo grupo brasileiro Caoa no fim de 2017. Nos últimos meses, o grupo vem desenvolvendo intensa campanha de marketing de carros da marca, em especial do recém-lançado SUV Tiggo. No primeiro trimestre de 2018, a Chery sequer aparecia na lista das 21 marcas que mais vendem carros no País, feita pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos (Fenabrave). Na ocasião, a última marca da lista vendeu 1.060 veículos. Neste ano, a Chery é a 15° colocada, com vendas de 3.724 carros.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

A Bula do Mercado

Mercado aguarda decisão de BCs

Fed e Copom devem manter taxas de juros hoje, mas expectativa é por sinalização de cortes à frente

Ótima notícia por um péssimo motivo

Copom e Fed decidem juros. Se não tem corte, tem aceno, que é quase a mesma coisa

Decisões de política monetária centram atenção nos mercados. Reação pode ser positiva, mas o que motiva a atuação dos BCs não é nada animador

Seu Dinheiro na sua noite

Insiste em zero a zero e eu quero um a um

Você disse que não sabe se não. Mas também não tem certeza que sim. Se Djavan fosse um analista de mercado, representaria o sentimento dos investidores sobre o que vai acontecer com as taxas de juros no país. Para muita gente, não é mais uma questão de “se”, mas de “quando” a Selic vai cair. […]

Tá liberado!

Governo amplia setores autorizados a trabalhar aos domingos e feriados

A partir de hoje, 78 setores estão autorizados a funcionar nesses dias. Entre os novos segmentos está o comércio em geral

Agora vai?

Leilão de ativos da Avianca Brasil acontecerá no dia 10 de julho

Colegiado de desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo liberou a decisão sobre a na manhã de ontem

Preenchendo a vaga

À espera de aprovação do nome de Montezano, BNDES nomeia presidente interino

Nome do atual diretor de finanças da instituição, José Flávio Ferreira Ramos, foi indicado para ocupar o posto provisoriamente

O rombo em forma de dados

Mansueto: dos 26 Estados mais DF, 14 gastam acima do limite de 60% com pessoal

Percentual abordado pelo secretário o Tesouro Nacional foi estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal

Olha eles aí outra vez

Deputados favoráveis à reforma da Previdência defendem volta da capitalização e de Estados

Sessão para debates sobre o relatório na comissão especial da reforma da Previdência na Câmara contou com várias defesas dos pontos retirados

negócio fechado

Embraer assina cooperação estratégica com a Elta para desenvolver P600 AEW

Com o acordo, as duas empresas criam um novo segmento de mercado, o de AEW; aeronave de última geração foi concebida para atuar em um novo segmento do mercado

acelerou! (um pouquinho)

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,29% em maio em 10 capitais, diz associação

A Abecip avaliou, em nota, que as altas nos preços dos imóveis residenciais na maioria das capitais ainda não resultam em uma recomposição dos valores dos imóveis em termos reais.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements