Menu
2019-01-29T07:12:56+00:00
Ações emergenciais

Vale fará doação de R$ 100 mil a famílias afetadas em Brumadinho

Em fato relevante, empresa também destacou um projeto de construção de diques na região da mina em Brumadinho com o objetivo de conter sedimentos provenientes da lama

29 de janeiro de 2019
7:12
Tragédia em Brumadinho
Pessoas visitam escombros de casas na região de Tejuco, em Brumadinho, Minas Gerais. - Imagem: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

A Vale anunciou nessa segunda-feira, 28, que vai disponibilizar novas medidas de apoio financeiro e psicológico às famílias das vítimas e de redução dos impactos causados pelo rompimento da Barragem I da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, ocorrido na última sexta-feira, dia 25.

Em fato relevante, a empresa disse que doará R$ 100 mil para cada uma das famílias das vítimas fatais e não localizadas, independentemente de serem ou não empregados da Vale.

Segundo a mineradora, essa doação não é relacionada a qualquer potencial indenização devida, que será discutida em detalhe com as famílias e representantes do Poder Público.

Além disso, a Vale informou ainda que irá contratar profissionais do hospital Albert Einstein, em São Paulo, especialistas em trauma, luto e catástrofes, que se juntarão aos 100 profissionais de saúde da empresa que estão no local, prestando auxilio às famílias dos atingidos.

Em relação à compensação financeira ao município de Brumadinho, a Vale disse que mesmo com a paralisação das atividades da Mina Córrego do Feijão, a Vale irá compensar financeiramente a perda de arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) ao município de Brumadinho.

Medidas de contenção

Sobre as medidas de contenção, a Vale destacou que possui um projeto em andamento para construção de diques na região da mina em Brumadinho com o objetivo de conter sedimentos provenientes da lama, com a contratação do projetista que atuou no plano de reparação após a ruptura da barragem da Samarco. Uma inspeção de campo foi conduzida para acertar detalhes do projeto.

"Como medida preventiva, a Vale fará a instalação de uma membrana com objetivo de reter os sedimentos próximo à captação de água da cidade de Pará de Minas, a cerca de 40 km de distância de Brumadinho, buscando reduzir o risco de falta de abastecimento de água do município".

Em paralelo, ao longo do Rio Paraopeba foi realizada uma visita de campo, junto com uma equipe da Samarco, para definição da construção de uma barreira de contenção de sedimentos

Outras ações emergenciais

Além das medidas mencionadas acima, a empresa informou que colocou à disposição 15 torres de iluminação, retroescavadeiras, 40 ambulâncias, 1.500 acomodações, cinco postos para atendimento aos atingidos, um helicóptero para o apoio ao resgate, 1,4 milhão de litros de água potável, 1,6 mil litros de água mineral para a comunidade, 820 cestas básicas, 1.399 itens de farmácia e higiene, além de atendimento em hospitais privados e mobilização de psicólogos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Nova cartada

Trump contra-ataca e anuncia um aumento nas tarifas sobre importações chineses

O presidente dos Estados Unidos anunciou a elevação das tarifas de importação sobre produtos da China, elevando a tensão no front da guerra comercial

Seu Dinheiro na sua noite

O Buraco do Twitter

O vale de Jackson Hole (Buraco do Jackson, para os íntimos) já serviu de cenário para as filmagens de Rocky 4. Em plena guerra fria, Sylvester Stallone usou a paisagem coberta de neve das montanhas que ficam no estado norte-americano do Wyoming para emular a Sibéria. Para quem acompanha o mercado financeiro, o lugar é […]

Estreitando relações

Bolsonaro anuncia acordo de livre comércio entre Mercosul e 4 países europeus

Anúncio foi comemorado por entidades diretamente envolvidas, como a Confederação Nacional da Indústria

Câmbio

BC ofertará até US$ 11,6 bilhões no mercado à vista a partir de 2 de setembro

Leilões serão iguais aos feitos ao longo desta semana, com o BC trocando swaps por dólar à vista a depender da demanda de mercado

Relação abalada

Maia volta a disparar contra Bolsonaro e diz que país vive ‘quase um Estado autoritário’, inclusive no Meio Ambiente

Presidente da Câmara também classificou como desculpa as ameaças da Europa sobre a questão das queimadas na Amazônia

OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: No meio da guerra tinha um banco central

Seu Dinheiro traz em podcast um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

Seguindo a Caixa...

Banco do Brasil pode adotar linha de crédito imobiliário atrelada ao IPCA

Se confirmado, novo tipo e crédito se somaria às novas linhas com taxas mais baixas para prazos de financiamento menores

Economia em dificuldades

Incertezas com Brexit e quadro global pesam no Reino Unido, diz Carney

Presidente do BoE afirmou que a economia do Reino Unido poderia ter várias reações, a depender dos progressos no Brexit

Deu a louca no gerente

Caixa vai vender todas as participações não estratégicas, diz presidente

Pedro Guimarães também voltou a mencionar que a Caixa vai “despedalar” os Instrumentos Híbridos de Capital de Dívida

Ela não para!

Caixa avalia mudança para taxa prefixada no financiamento imobiliário

Banco está avaliando excluir todo tipo de indexador e adotar taxa prefixada para o financiamento da casa própria

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements